Destaque

“Adonai Roi” – O Senhor é o meu Pastor

Quando dizemos: “O Senhor é meu pastor” (Salmo 23), reconhecemos que somos Suas ovelhas. Mas apenas dizer assim não é suficiente, nossas vidas têm que refletir isso. Quando entendemos o relacionamento de um pastor com suas ovelhas, podemos entender melhor o relacionamento de Deus conosco. O problema é que muito poucos de nós têm alguma idéia do verdadeiro papel de um pastor. Quando entendermos o que um bom pastor faz por suas ovelhas – o que significa para o próprio Senhor querer ser nosso Pastor – entenderemos mais profundamente como o Senhor cuida de nós.

Você reconhece que pertence a Ele? Você está pronto para reconhecer que tudo o que você tem e tudo pelo que já trabalhou pertence a Deus? Você é seu administrador e administra as coisas para ele. Visto através de óculos mundanos, isso pode parecer uma situação embaraçosa. O mundo nos tenta a dizer: “É tudo meu; não sou escravo de ninguém; sou livre.” Mas é exatamente disso que se trata. Assim como as ovelhas pertencem a um pastor, Deus é nosso dono e devemos reconhecer isso.

Ele está no comando

No Salmo 100: 3, o salmista escreveu: “Saiba que o Senhor é Deus; ele nos fez, e não nós, seu povo e ovelhas do seu pasto.” Deus nos comprou por um preço; ele nos redimiu. Em Atos 20:28, Paulo deu a ordem aos presbíteros: “Cuidem de vós mesmos e de todo o rebanho de que o Espírito Santo vos designou superintendentes, para pastoreardes a igreja de Deus, que ele adquiriu pelo seus o próprio sangue! “

A Escritura ensina que a verdadeira perfeição vem quando damos a Deus o controle sobre tudo em nossas vidas. Tudo o que temos pertence a ele: ele está no comando. Psicólogos e psiquiatras do mundo secular querem que seus clientes confiem em sua própria força, afirmem-se e não se sujeitem a ninguém. Você diria que a autoconfiança é o caminho para a perfeição.


A Escritura ensina que a verdadeira perfeição vem quando damos a Deus o controle sobre tudo em nossas vidas.


Se não pudermos nos submeter à autoridade de Deus, nunca teremos verdadeira paz e satisfação. Tudo dependeria de nossas circunstâncias, que estão em constante mudança. Ao reconhecer que o Senhor é nosso Pastor e aceitar Sua autoridade em nossas vidas, podemos encontrar a verdadeira liberdade e realização. Com verdadeira gratidão e entusiasmo, como Davi, podemos proclamar: “O Senhor é o meu pastor, nada me faltará.” Eu não tenho falta de nada e tenho tudo que preciso porque o Senhor provê todas as coisas.

Durante a Páscoa, uma das minhas canções favoritas que é cantada no seder é “Dayenu”. Nesta canção, a palavra “Dayenu” é cantada após a descrição de cada milagre que Deus realizou. Significa: “Teria sido o suficiente para nós”. Se olharmos para o Salmo 23: 1, “Dayenu” seria um acréscimo apropriado; podemos dizer sem hesitação: “Adonai Roi, o Senhor é meu Pastor, e isso basta. Dayenu.”



Adonai Roi, o Senhor é meu pastor, e isso é o suficiente. Dayenu.

“O SENHOR é o meu pastor; de nada terei falta”.

FONTE: Chosen People Ministries

Destaque
Publicado em Escrituras Sagradas, Guerra espiritual

Escudos do Arsenal de Deus

Que estamos envolvidos numa guerra espiritual não é segredo pra ninguém; a questão é saber se estamos devidamente preparados pra essa batalha.  É na palavra de Deus que encontramos as armas que precisamos pra enfrentarmos a luta. Junto com as armas encontramos escudos, que são muito importantes pois nos dão proteção.

Nós colocamos os escudos quando declaramos, proclamamos com nossos lábios, essas verdades.

Compartilho abaixo alguns escudos que fazem parte deste poderoso arsenal de Deus:

Salmo 5.12
Pois tu, Senhor, abençoas o justo; tu o circundas do teu favor como de um escudo.

Salmo 16.8
Tenho posto o Senhor continuamente diante de mim; porquanto ele está à minha mão direita, não serei abalado.

Salmo 17.8
Guarda-me como a menina do olho; esconde-me, à sombra das tuas asas,

Salmo 18.2
O Senhor é a minha rocha, a minha fortaleza e o meu libertador; o meu Deus, o meu rochedo, em quem me refúgio; o meu escudo, a força da minha salvação, e o meu alto refúgio.

Salmo 18.30
Quanto a Deus, o seu caminho é perfeito; a promessa do Senhor é provada; ele é um escudo para todos os que nele confiam.

Salmo 18.35
Também me deste o escudo da tua salvação; a tua mão direita me sustém, e a tua clemência me engrandece.

Salmo 28.7
O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele confiou o meu coração, e fui socorrido; pelo que o meu coração salta de prazer, e com o meu cântico o louvarei.

Salmo 35.1-3
Contende, Senhor, com aqueles que contendem comigo; combate contra os que me combatem.
Pega do escudo e do pavês, e levanta-te em meu socorro.
Tira da lança e do dardo contra os que me perseguem. Dize ã minha alma: Eu sou a tua salvação.

Salmo 61.3-4
Pois tu és o meu refúgio, uma torre forte contra o inimigo.
Deixa-me habitar no teu tabernáculo para sempre; dá que me abrigue no esconderijo das tuas asas.

Salmo 64.2
Esconde-me do secreto conselho dos maus, e do ajuntamento dos que praticam a iniqui
dade.

Salmos 91     João Ferreira de Almeida Atualizada (AA)

“Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, ã sombra do Todo-Poderoso descansará.

2 Direi do Senhor: Ele é o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio.

3 Porque ele te livra do laço do passarinho, e da peste perniciosa.

4 Ele te cobre com as suas penas, e debaixo das suas asas encontras refúgio; a sua verdade é escudo e broquel.

5 Não temerás os terrores da noite, nem a seta que voe de dia,

6 nem peste que anda na escuridão, nem mortandade que assole ao meio-dia.

7 Mil poderão cair ao teu lado, e dez mil ã tua direita; mas tu não serás atingido.

8 Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios.

9 Porquanto fizeste do Senhor o teu refúgio, e do Altíssimo a tua habitação,

10 nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará ã tua tenda.

11 Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.

12 Eles te susterão nas suas mãos, para que não tropeces em alguma pedra.

13 Pisarás o leão e a áspide; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente.

14 Pois que tanto me amou, eu o livrarei; pô-lo-ei num alto retiro, porque ele conhece o meu nome.

15 Quando ele me invocar, eu lhe responderei; estarei com ele na angústia, livrá-lo-ei, e o honrarei.

16 Com longura de dias fartá-lo-ei, e lhe mostrarei a minha salvação.”

Shields

Destaque

O Livro de Rute e Shavuot

Pentecoste- Shavuot está acontecendo nestes dias! Portanto, desejo a todos um Feliz Pentecostes! Que este seja um tempo não só de refletirmos sobre aquilo que Deus fez no passado, como também receber aquilo que Ele está fazendo nestes dias.

Shavuôt, também conhecido como a festa das Colheitas, é uma das festas bíblicas, a qual é mencionada no livro de Levítico, capítulo 23, versos 15 a 21. Aliás, a leitura de textos bíblicos faz parte da celebração de Shavuôt.

Portanto, deixo aqui uma porção do livro de Rute, o qual está sendo lido nestes dias em todas as Sinagogas, tanto em Israel como nas nações. Uma tradição que tem sido observada por muitas gerações.

RUTE 1 (NVT)

Nos dias em que os juízes governavam Israel, houve grande fome na terra. Por isso, um homem deixou seu lar, em Belém de Judá, e foi morar na terra de Moabe, levando consigo esposa e dois filhos. 2 O homem se chamava Elimeleque, e a esposa, Noemi. Os filhos se chamavam Malom e Quiliom. Eram efrateus de Belém de Judá. Quando chegaram a Moabe, estabeleceram-se ali.

3 Elimeleque morreu, e Noemi ficou com os dois filhos. 4 Eles se casaram com mulheres moabitas, que se chamavam Rute e Orfa. Cerca de dez anos depois, 5 Malom e Quiliom também morreram. Noemi ficou sozinha, sem os dois filhos e sem o marido.
Noemi e Rute se mudam para Belém

6 Noemi soube em Moabe que o Senhor havia abençoado seu povo, dando-lhe boas colheitas. Então Noemi e suas noras se prepararam para deixar Moabe. 7 Ela partiu com suas noras do lugar onde havia morado e seguiram para a terra de Judá.

8 A certa altura, porém, Noemi disse às noras: “Voltem para a casa de suas mães! Que o Senhor as recompense pelo amor que demonstraram por seus maridos e por mim. 9 Que o Senhor as abençoe com a segurança de um novo casamento”. Então deu-lhes um beijo de despedida, e as três começaram a chorar em alta voz.

10 “Não!”, disseram elas. “Queremos ir com você para o seu povo!”

11 Noemi, porém, respondeu: “Voltem, minhas filhas. Por que vocês viriam comigo? Acaso eu ainda poderia dar à luz outros filhos que cresceriam e se tornariam seus maridos? 12 Não, minhas filhas, voltem, pois sou velha demais para me casar outra vez. E, mesmo que fosse possível eu me casar esta noite e ter filhos, o que aconteceria então? 13 Vocês esperariam que eles crescessem, deixando assim de se casarem com outro homem? Claro que não, minhas filhas! Esta situação é muito mais amarga para mim do que para vocês, pois o próprio Senhor está contra mim”.

14 Então choraram juntas mais uma vez. Orfa se despediu de sua sogra com um beijo, mas Rute se apegou firmemente a Noemi. 15 “Olhe, sua cunhada voltou para o povo e para os deuses dela”, disse Noemi a Rute. “Você deveria fazer o mesmo!”

16 Rute respondeu: “Não insista comigo para deixá-la e voltar. Aonde você for, irei; onde você viver, lá viverei. Seu povo será o meu povo, e seu Deus, o meu Deus. 17 Onde você morrer, ali morrerei e serei sepultada. Que o Senhor me castigue severamente se eu permitir que qualquer coisa, a não ser a morte, nos separe!”. 18 Quando Noemi viu que Rute estava decidida a ir com ela, não insistiu mais.

Clique aqui, pra continuar a leitura:

https://www.biblegateway.com/passage/?search=Rute%201&version=NVT

Noemi e Rute
Destaque

Os Céus trovejaram Aleluia!

Meu amado Toviel,

Ele ressuscitou. Ele ressuscitou mesmo! Ó sobrinho, a eternidade não é muito curta para elogiá-lo?

O que podemos dar com a adoração não é páreo para o que ele merece. Pela honra devido ao nome dele, eu quebro minha música para escrever para você. Acabei de receber notícias dos movimentos do inimigo contra seu jovem. Preciso me apressar ao ponto prematuramente.

Lúcifer, tão covarde e astuto quanto ele, procura tirar o mundo da gloriosa ressurreição de nosso Mestre. Em suas mãos, o espetáculo incomparável, a detonação divina – de fato, o ponto de exclamação de toda a história – flutuariam em suas mentes como um complemento vago, alguma trivialidade brilhante, alguma irrelevância bonita. Ele aponta suas flechas para o coração.

Não precisamos nos perguntar por que: Deus quebrou suas mandíbulas com isso. Nosso Mestre, o pecado de seu povo e a morte viajaram juntos para o túmulo – somente nosso Senhor retornou. Ainda me lembro de ouvir os gritos e assobios tensos quando a luz brilhou na tumba vazia na terceira manhã. A zombaria de curta duração do diabo se transformou em horror. Sua voz outrora linda rosnou instruções sobre como eles deveriam encobri-lo. Enquanto demônios corriam, o céu trovejava: ALELUIA!

Ouça a tumba vazia

Naquele primeiro domingo da ressurreição, ele se apressou em pagar com tanta pena aos soldados que mentissem que os discípulos roubaram o corpo (Mateus 28: 12-15). Hoje, no entanto, seu truque de mãos assume formas mais sutis. Ele tenta distrair até os remidos do grande espetáculo, balançando um coelho e alguns ovos de chocolate diante deles.

É seu grande dever e deleite levar seu homem à tumba vazia e mostrar sua relevante importância. Três pontos para começar.


1. Perdão Comprovado

Seu homem é muitas vezes atingido pela tempestade e roubado da alegria sagrada, porque ele não considera a tumba vazia com relação ao seu pecado. Ó Toviel, mostre-lhe uma e outra vez – e não apenas na Páscoa – a maravilha da grande ascensão após a queda!

Lembre-o de que nosso Mestre não acabou de invadir sua própria criação, acampando como homem, mas mergulhou no fundo daquele abismo sombrio, sombrio e aparentemente sem fundo da ira justa de Deus para salvá-lo.

Cada passo da jornada de tirar o fôlego do nosso Mestre o aproximava desse mar revolto. Não podíamos acreditar. Quando chegou a hora, ele mergulhou – sozinho – assim como aqueles que permaneceram em terra entoaram: “Crucifique-o! Crucifique-o! Ele salvou outros; Ele não pode salvar a si mesmo ”(Mateus 27:42). (Mas, se o seu comando fosse suspenso, teríamos atravessado os portões e os silenciado.)

Mais abaixo ele foi.

Abaixo, abaixo, abaixo, em profundidades de escuridão desconhecidas para homens ou anjos. E no fundo, onde tudo é mais sombrio, só podíamos ouvi-lo gritar: “Meu Deus, meu Deus, por que você me abandonou?” – um lamento que nunca ouvimos antes ou depois. Quando ele deu um suspiro final, todo o céu ficou em silêncio.

Por três longos dias, as águas pararam. A criação prendeu a respiração. Seus discípulos choraram.

Mas na manhã do terceiro dia, ondulações rastejaram pela água. Do fundo invisível, ele se levantou. “Não era possível para ele ser detido pelas dores da morte!” (Atos 2:24). O céu entrou em erupção. Sepulturas abertas. Aquele que condenou o pecado na carne foi declarado o Filho de Deus em poder! O Cordeiro que levou os pecados dos homens – mais longe que o leste é do oeste – retornou.

Isso significa tudo. Se o Salvador deles tivesse permanecido engolido na sepultura, onde eles procurariam saber que estava terminado? A ressurreição é indispensável para a confiança adequada no perdão. “Se Cristo não ressuscitou, sua fé é inútil e você ainda está em seus pecados” (1 Coríntios 15:17). Mas Cristo foi ressuscitado – por sua justificação (Romanos 4:25).

Quando Satanás envergonha seu homem, apontando seu pecado, aponte-o para o túmulo vazio, perguntando: “Quem deve condenar? Cristo Jesus foi quem morreu – mais do que isso, quem foi ressuscitado – quem está à direita de Deus, que realmente intercede por você ”(Romanos 8:34). Mostre a Tomé que duvida das cicatrizes de Cristo, pregando sobre o pecado perdoado!


2. Presença garantida

O que aquela gloriosa manhã de domingo significa para as manhãs sem brilho e cansativas de segunda-feira? Tudo. Sua ressurreição dos mortos significa que Ele está com eles.
Os filhos de Deus muitas vezes esquecem que o irmão mais velho vive. Eles o vêem ativo em seu passado e, pela fé, vê-lo habitando o futuro deles, mas estranhamente, o momento a momento é o único lugar em que ele não está. Eles raramente o vêem, como o Senhor ressuscitado enfatiza, não apenas como quem foi e quem será – mas como quem é (Apocalipse 1: 8). Quão? Porque ele ressuscitou.

Autor: Greg Morse (Desiring God)

https://www.desiringgod.org

Destaque

Judeus Etíopes

A origem exata da comunidade judaica etíope permanece por resolver. Mas provavelmente houve judeus de uma linhagem etíopes desde a época do Êxodo, quando Moisés casou-se com uma mulher etíope (ver Números 12: 1).

Hoje, existem aproximadamente 148.000  Judeus etíopes em Israel (1,75% do total população).
Aproximadamente dois terços imigraram da Etiópia
enquanto um terço nasceu em Israel.
Em 1977, as autoridades israelenses aprovaram seu direito para se juntar ao povo judeu em Israel.
A Operação Moisés (1984-1985) trouxe 6.500  Judeus etíopes em Israel.
O novo filme “Red  Sea Diving Resort ”(Net fl ix, 2019) relata
esta operação secreta do Mossad para resgatá-los dos campos de refugiados no Sudão.
Operação Salomão trouxe para casa outra leva de
14.300 em um transporte aéreo de emergência de três dias em
Maio de 1991, que ocorreu em meio a uma guerra civil
na Etiópia.   Cerca de 9.000 etíopes ficaram presos em
campos de trânsito em Gondar e Adis Abeba sob
perguntas de que eles haviam convertido ao cristianismo.
 
Em 2015, o gabinete israelense aprovou o retornodestes últimos 9.000 Falash Mura, a fim de reunir famílias separadas.

Cerca de 7.000 etíopes que reivindicam serem judeus
descida permanecem em campos de trânsito na Etiópia,
aguardando aprovação do governo para que
eles voltem para casa em Israel.

 
Destaque

Saudações de Herrnhut

Chegamos com nossas malas, livros e outras coisinhas, no dia 31 de março em Herrnhut.  Louvamos a Deus por mais uma oportunidade que Ele nos concede de vir  morar aqui.
Herrnhut é uma cidade bem pequena, mas com uma história atrativa e abençoada. Apesar de ter uma população de cerca de 3.500 habitantes apenas, por este lugar passam milhares de pessoas a cada ano. 

Este é o primeiro post que estou enviando daqui. Espero escrever outros nos meses a seguir, durante nossa temporada por aqui. 

Quem sabe possamos nos encontrar por aqui, não é mesmo?

Sejam BEM-VINDOS!!!

Vista parcial de Herrnhut
Destaque

Vivendo sem pressa, em 2019 :-)

Espero que você tenha chegado sem pressa em 2019.  

Alguém já diagnosticou que a pressa é o inimigo número 1 de nossa vida espiritual.    Mas, como viver sem pressa num mundo tão acelerado, tão cheio de pressões e demandas as mais variadas, no nosso dia a dia?

 Deixo aqui algumas sentenças do autor J. Smith, sobre a relevante  necessidade de uma vida desacelerada.

“Quando eliminamos a pressa, tornamo-nos presentes ou, mais especificamente, presentes no momento presente, em toda sua glória. Tornamo-nos conscientes do ambiente ao nosso redor. Vemos as cores e cheiramos as essências; ouvimos os sons mais delicados e podemos sentir o vento bater em nossa face. Em resumo, nós aparecemos e experimentamos a plenitude da vida. E isso inclui algo não menos importante, que é estar na presença de Deus.  Para viver bem como cristão, preciso estar constantemente conectado a Deus. A pressão não faz parte de uma vida bem vivida”.

Portanto, que 2019 seja um ano de alcance de sonhos, realizações de desejos e conclusão de planos; mas acima de tudo, que 2019 você possa viver de uma forma mais tranquila e desacelerada!

Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.”   (Mt.6:34)

Destaque

ISRAEL: 50 soldados salvos por um milagre!

Um míssil antitanque do Hamas destruiu um ônibus que transportava 50 soldados. Até o motorista árabe viu a mão de Deus dizendo: “Deus ama [Israel]. Acabei de soltar 50 soldados do ônibus. Um minuto depois, o ônibus foi atingido. 60 segundos antes e você teria 50 soldados mortos “.

O fato aconteceu semana passada,  quando mais de 400 foguetes foram disparados contra Israel, num período de 24 horas.

Esse acontecimento me fez lembrar alguns versos de um Salmo muito conhecido de todos nós, o Salmo 91.

ônibus em chamas, após ter sido atingido por um míssil lançado de Gaza

“Mil cairão ao teu lado, e dez mil, à tua direita, mas tu não serás atingido. 

Somente com os teus olhos olharás e verás a recompensa dos ímpios.

 Porque tu, ó Senhor, és o meu refúgio! O Altíssimo é a tua habitação. 

 Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda. 

 Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.

(Salmo 91:7-11)

Destaque

Reflexões sobre falsos ensinos (4)

Outro teste revelador quanto à solidez da experiencia religiosa é: Como ela afeta minha atitude em relação às sagradas escrituras? Essa nova experiência, essa nova visão da verdade, foi gerada pela própria palavra de Deus ou é resultado de algum estímulo externo, fora da Bíblia? (…) O que quer que tenha origem fora das Escrituras dever ficar sob suspeita até que venha mostrar-se de acordo com elas. Por mais alto que seja o conteúdo emocional, nenhuma experiência pode ser provada como autêntica a não ser que se encontre autoridade para ela nas Escrituras. “À lei e ao testemunho” (Isaías 8:20) deve ser sempre a prova final. A verdade é que a Bíblia não ensina que haverá uma nova luz e experiências espirituais mais avançadas nos últimos dias; ela ensina justamente o oposto. Nada em Daniel ou no Novo Testamento pode ser manipulado a fim de defender a ideia de que nós, que vivemos no final da era cristã, iremos receber luz que não foi conhecida no início. Suspeite de todo homem que alegue ser mais sábio do que os apóstolos ou mais santo do que os mártires da igreja primitiva. Dado, porém, que as Escrituras nem sempre sejam claras e que existem diferenças de interpretação entre homens igualmente sinceros, este teste irá fornecer toda a prova necessária com relação ao qualquer assunto de religião, a saber: Como isso afeta meu amor e minha apreciação pelas Escrituras? É bom lembrar que a Bíblia é o livro inspirado por Deus. A carta de amor d’Ele pra todos nós!  Quando ao ler você não entender o que está lendo, busque a ajuda de um seguidor genuíno de Cristo, que ama e também vive o que está escrito no livro sagrado.

Destaque

Reflexões sobre falsos ensinos (1)

Começando hoje uma série de posts sobre engano e falsos ensinos nos últimos dias. Que Deus use estas sementes pra gerar em nós amor à verdade e proteção de toda apostasia!


Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios, pela hipocrisia de homens que falam mentiras, tendo cauterizada a sua própria consciência,  (1 Tm.4:1,2)

Certamente, chegamos nesse tempo ao qual referiu o apóstolo Paulo em sua carta a Timóteo.

Portanto, precisamos ser cautelosos e nos guardar de todo ensino falso e contrário ao espírito de Cristo.

De Policarpo, um dos pais da igreja,  temos uma advertência que faremos bem em atender:

Acima de tudo, não deixe sua fé ser pervertida por falsos ensinos. Há sempre pessoas que estão preparadas para perverter as palavras de Cristo para seus próprios propósitos e negar o julgamento final a fim de persuadirem a si mesmas e aos outros de que estão sem medo de punição. Nem mesmo ouça as pessoas, mas vire as costas para elas. (Policarpo de Esmirna)

Nosso querido irmão Tozer nos encoraja com estas palavras:                                                                                   “Nosso Senhor Jesus, o grande pastor das ovelhas, não deixou Seu rebanho à merce dos lobos. Ele nos deu as Escrituras, o Espírito Santo e um poder natural de observação, e espera que nos beneficiemos constantemente da ajuda deles”.

Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores.  (Mateus 7:15)

Tozer também nos confidencia algo, que é como um teste, que ele usou durante muitos anos, pra testar suas próprias experiencias espirituais e religiosas:

“Em resumo, o teste é este: essa nova doutrina, esse novo habito religioso, essa nova visão da verdade, essa nova experiência espiritual, de que forma tem afetado minha atitude com relação a Deus e minha comunhão com Ele, com Cristo, com as sagradas Escrituras, comigo mesmo, com outros cristãos, com o mundo e com o pecado?”

 

 

Destaque

Estudo como uma forma de adoração

Estudo pode sim ser uma forma de adoração, você sabia?

Lendo o autor Marvin Wilson, em seu brilhante livro “Nosso Pai Abraão”, estou aprendendo algo tão precioso, que decidi compartilhar aqui com vocês algumas sentenças.

&  &   &

A questão da motivação pra aprendizagem tem sido um problema antigo.

Pessoas buscam educação por várias razões: alguns querem alargar os horizontes; outros desejam desenvolver habilidades; ainda outros querem satisfazer sua curiosidade intelectual.

A Bíblia, todavia, ensina que o estudo deve ser, acima de tudo, um ato de adoração, uma das formas mais elevadas pelo qual uma pessoa pode glorificar a Deus.

É importante enfatizar a palavra hebraica “avodah” que tem um duplo significado, envolvendo duas ações que normalmente são vistas como opostas uma a outra: trabalho e adoração.

Na tradição judaica, “Estudo tanto quanto oração, é uma forma de adoração, como é chamado pelo nome do serviço do altar (avodah). Por esta razão, no Talmud, o sinônimo para educação é “trabalho celestial”.

Já que o estudo deve ser visto como uma forma de adoração, a escola deveria ser um santuário e não uma fábrica!

&   &   &

Aguarde em breve  algo mais sobre “Avodah”, essa palavra hebraica com triplo significado, ou seja, adoração, estudo e trabalho!

Destaque

A Grande Comissão e as últimas palavras de Jesus

O Texto bíblico de Mateus 28:18-20 é conhecido como a “grande comissão”. É grande simplesmente porque nos foi entregue pelo nosso Rei e Senhor Jesus Cristo, pouco antes de sua volta aos céus.

18 Então, Jesus aproximou-se deles e disse: “Foi-me dada toda a autoridade nos céus e na terra. 19 Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, 20 ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”.
A comissão inclui uma responsabilidade- “fazer discípulos de todas as nações”, e um método – “ensinando-lhes” a obedecer tudo o que o SENHOR mandou.
Nesta passagem, o termo “fazer discípulos” (grego: matheteúsate) é um imperativo, o que nos obriga a focar na importância do assunto.

grande-comissao2 O substantivo mathetes, discípulo, acontece quase 250 vezes no Novo Testamento, daí a centralidade do ensino no novo testamento.

O fazer discípulos resulta no treinamento de outros para ensinar. É bom nos lembrarmos que um bom ensino produz uma reação em cadeia(*).  Um belo exemplo que temos é do discípulo Timóteo, que foi comissionado pelo apóstolo Paulo:

 “E as palavras que me ouviu dizer na presença de muitas testemunhas, confie-as a homens fiéis que sejam também capazes de ensinar outros.” (2 Timóteo 2:2)

Paulo confiou tudo o que havia recebido a este discípulo que já havia recebido um legado, transmitido por uma cadeia de mestres piedosas em sua própria família: a avó Loide e a mãe Eunice (ver 2 Timóteo 1:5).


Espero voltar em breve ao assunto, o qual está ardendo em meu coração nestes dias.

(*)  Marvin Wilson,  Our Father Abraham.

Destaque
Publicado em Escrituras Sagradas

Respeito às Escrituras Sagradas

O Novo Testamento refere-se à Biblia hebraica como os escritos sagrados ou “Santas Escrituras.”

E que, desde a tua meninice, sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus. ”  (2 Tim.3:15)

Elas eram consideradas sagradas e digna de respeito porque os profetas do passado falaram da parte de Deus, impelidos pelo Espírito Santo, como nos ensina o texto abaixo:

“pois jamais a profecia teve origem na vontade humana, mas homens  falaram da parte de Deus, impelidos pelo Espírito Santo.”  (2 Pedro 1:21)

O objeto de culto mais sagrado no Israel antigo era o “aron qodesh”, ou seja, a arca santa. Nela estavam guardadas as duas tábuas da lei entregues a Moisés no monte Sinai.

A Bíblia não é um livro como outro qualquer; ela é o Livro dos Livros…a igreja é também conhecida como o “povo do livro”. Se somos o povo do livro precisamos aprender a respeitar esse livro. Quem sabe uma das formas de ensinarmos os discípulos de Cristo o respeito às escrituras, seja chamando-os a se levantarem durante a leitura pública do mesmo. Os líderes precisam também motivar os fiéis à leitura e estudo da palavra de Deus no seu dia a dia.

Por que estou dando essa ênfase sobre a leitura bíblica? porque a Bíblia é um dos principais canais, através do qual podemos ouvir a voz de Deus. Ela é nossa espada com a qual podemos apagar os dados inflamados do maligno, seguindo o exemplo de Jesus ao ser tentado no deserto.

Que possamos buscar meios criativos de praticar e ensinar o respeito à Palavra de Deus.

Tudo começou na minha infância...

Destaque
Publicado em Escrituras Sagradas, Família

O LAR – Um santuário, lugar de adoração ao Deus vivo e ensino de Sua palavra

A maior bênção que pode ser legada sobre uma família é ter a adoração ao Deus verdadeiro mantida de geração em geração”. (Matthew Henry)

O dia 15 de Maio foi escolhido pela ONU pra ser o dia internacional da família. Todavia família é importante todos os dias, não é mesmo? Acima de tudo, porque foi Deus quem criou a família.  Portanto, aproveito a ocasião pra postar um texto no qual venho trabalhando já a alguns dias. Espero que venha acrescentar algo mais sobre o que entendemos em relação ao lar e a família.


A Bíblia hebraica se refere ao Tabernáculo de Moisés e o templo de Salomão como “Miqdash”, ou seja “Santuário”, aqui está um destes textos:

“E acamparam a leste do tabernáculo, em frente da Tenda do Encontro, Moisés, Arão e seus filhos. Tinham a responsabilidade de cuidar do santuário em favor dos israelitas.” (Nm. 3:38)

P1090524

O Termo miqdash  vem do verbo hebraico “qadash”, que significa “consagrado” ou “santo”.  Portanto, a estrutura ou santuário onde os israelitas se reuniam e adoravam era visto como um “lugar de santidade.”

Depois da destruição do templo em Jerusalém e da dispersão da nação judaica no  “exílio”, os rabinos começaram a se referir ao lar como “miqdash meat“, ou seja, um pequeno santuário ou templo em miniatura. O Lar pra um judeu sempre foi visto como um santuário ao invés de um castelo.

 É através do alto chamado do casamento, qiddushin – um termo que se deriva de qadash – que um relacionamento de “santidade“, uma aliança “sagrada”,  é estabelecida no lar, ou melhor, no pequeno templo.

Esse pequeno santuário, assim como o Templo, deve incluir a adoração ao Deus vivo (Casa de oração), o ensino da Torah (Casa de estudo), e o serviço às necessidades da comunidade (Casa de reuniões).

Infelizmente, essa não é a realidade de muitos lares nos dias de hoje. Pra muitos o lar é um lugar de brigas, conflitos e abusos sem fim. Um lugar bem distante do propósito para o qual foi criado.

A igreja muitas vezes tem tomado o lugar da família e do lar. Mas nunca foi a intenção de Deus que a igreja substituísse o lar. Nos planos de Deus o lar sempre teve e continua a ter responsabilidade primordial em transmitir os valores cristãos, bem como o cultivo e crescimento de cada membro da família:

“Que todas estas palavras que hoje lhe ordeno estejam em seu coração.  Ensine-as com persistência a seus filhos. Converse sobre elas quando estiver sentado em casa, quando estiver andando pelo caminho, quando se deitar e quando se levantar. (Dt. 6:6,7)

A palavra hebraica para “pais” é horeh, como a palavra torah, deriva-se do verbo “yarah”, que significa atirar, lançar, dirigir, arremessar.

Torah significa instrução, ensino, direção pra vida.

Portanto, como sacerdote em sua família, o pai (horeh) precisa prover instrução (torah) ao invés de deixar o encargo somente sobre a igreja.


 *Fontes consultadas: Bíblia sagrada – NVI / Our Father Abraham: Jewish Roots of the Christian Faith, Marvim Wilson

Destaque
Publicado em Estudos Bíblicos, Obra da cruz

O Sangue do Cordeiro

O CORDEIROO Sangue do Cordeiro (por Asher Intrater)

Páscoa é tempo de nos lembrarmos do sangue do Cordeiro. O Pentateuco está repleto com imagens de sangue.  Desde o primeiro animal morto para dar vestes a Adão e Eva, Abel- o justo, a circuncisão de Abraão, a túnica de José,  a aliança do Sinai, os sacrifícios do templo, o dia da expiação, etc.

Todas estas imagens gráficas foram projetadas para gravar na consciência coletiva e imaginação do povo de Israel a importância da expiação pelo sangue. Sangue é mencionado cerca de 300 vezes no Tanach (antigo testamento)  e 100 vezes no Novo Testamento. Na crucificação de Jesus, vemos o cumprimento destes símbolos.  O sangue de Jesus 2

João 19:34

“Contudo um dos soldados lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água”.

A água e o sangue – ambos físicos; todavia a água também representa o espírito de Jesus,  e o sangue Sua alma. Nos termos bíblicos, a alma está no sangue.

Leviticus 17:11

Porque a alma da carne está no sangue; pelo que vo-lo tenho dado sobre o altar, para fazer expiação pelas vossas almas; porquanto é o sangue que faz expiação, em virtude da vida.

A maioria das traduções está incorreta. Leia novamente. É por causa da alma que o sangue faz expiação.

A regra da expiação é “substituição igual” ou “substituição”. Sua alma (pura)  é dada em lugar de nossa  alma (pecadora) . A alma dentro do sangue faz expiação por nossas almas. Alma substitui alma.

Exodus 21:23-25

a pena será alma por alma, olho por olho, dente por dente, mão por mão… ferida por ferida.

A palavra aqui pra ferida é a mesma pra ferida ou pisadura de Isaías 53:5 – Por suas pisaduras somos sarados. Sua ferida substitui nossa ferida e somos sarados. Sua alma substitui nossa alma e somos expiados.

O sangue é o veículo da alma. Quando dizemos que o sangue faz expiação, queremos dizer a alma.
Os soldados que estavam ao lado da cruz de Jesus talvez tenham tido algum sangue respingado sobre eles, mas se eles não entenderam e creram no significado espiritual, o sangue físico não teve nenhum efeito na salvação deles. Jesus não somente “sangrou” na cruz, Ele também derramou Sua alma.

Isaiah 53:12
…porquanto derramou sua alma na morte;

Quando Jesus estava sangrando, Seu corpo se esvaziou de Sua alma. Sua alma faz expiação por nossas almas. Católicos, protestantes e judeus bebem vinho como um símbolo da santificação em suas cerimônias. Vinho representa sangue o qual representa a alma. O elemento chave não é o vinho ou o sangue, mas a alma de Jesus.

Esta revelação é pessoal, dolorosa, emocional, embaraçosa, chocante, íntima, nauseante, desafiante e confrontadora.  É inconcebível, insuportável, quase inacreditável.

Ousamos nós meditar sobre uma coisa tão terrível como a alma do Filho de Deus que escoa para fora do seu corpo, só para nos salvar?

A palavra derramou em Isaías 53:12 é a mesma palavra do hebraico moderno pra infusão, como uma transfusão de sangue num hospital. Expiação é o cancelamento da punição e também uma vital transformação da alma. A alma de Jesus é “injetada” (como se fosse) em nosso ser como numa transfusão de sangue.

A alma d’Ele toca a nossa e nos transforma totalmente. Esta transformação da alma começa como uma experiência de novo nascimento e continua com o processo de santificação.

*Asher é um judeu que se converteu a Jesus em 1978. Ele mudou dos Estados Unidos pra Israel em 1992 e hoje é pastor de uma congregação em Jerusalém (Ahavat Yeshua). Ele e sua esposa são diretores do ministério “Revive Israel”, tendo como alvo discipular e treinar jovens israelenses, pra expandir o Reino de Cristo em toda terra.

Destaque

O Texto Bíblico chave pra 2015

O Losungen, é um devocional com textos bíblicos para cada dia do ano. Ele é bem conhecido e usado pelos crentes das mais variadas denominações aqui da Alemanha. Este devocional é hoje traduzido em 50 línguas diferentes.

O Losungen chegou este ano a sua edição número 285. A primeira edição foi impressa em 1731, sem haver até hoje nenhuma interrupção. Faz parte do legado deixado pelos irmãos morávios da pequena Herrnhut, no leste da Alemanha.

A cada ano é também escolhido um texto bíblico pra ser o “Losung”, ou melhor, o verso bíblico tema daquele ano. Neste ano, foi escolhido Romanos 15 verso 7:

 Portanto, aceitem-se uns aos outros, da mesma forma que Cristo os aceitou, a fim de que vocês glorifiquem a Deus.” (NVI)

Outra versão diz: “Portanto, acolhei-vos uns aos outros, como também Cristo nos acolheu para glória de Deus.”

Losungen2-2015
Losung-2015

Creio que é importante lermos os versos anteriores a este pra sabermos como podemos cumprir esta ordenança bíblica; vejamos o que diz o verso 3:

“Porque também Cristo não se agradou a si mesmo; antes, como está escrito:     As injúrias dos que te ultrajavam caíram sobre mim.”

JESUS CRISTO é nosso exemplo maior. Só podemos aceitar uns aos outros quando vivemos nossa vida centrada n’Ele, na obra que Ele consumou na cruz do calvário.

Quando fixamos os nossos olhos em Jesus, a mansidão e a humildade d’Ele vão pouco-a-pouco tornando parte de nossas vidas, nos capacitando a aceitar uns aos outros.

 

Destaque

Sim eu amo a mensagem da Cruz (1)

CruzdeCristo

A cruz de Cristo,  é um dos temas centrais de nossa fé cristã. Sem a cruz o Cristianismo é apenas mais uma religião cheia de rituais e dogmas e vazia de vida.

“Certamente, a palavra da cruz é loucura para os que se perdem, mas para nós, que somos salvos, poder de Deus.” (I Co. 1:18)

A sombra da Cruz é o lugar mais seguro que existe. É aqui que somos protegidos do engano e guardados de toda decepção.

Encontro nas palavras do autor Bob Sorge, uma das melhores colocações que já li sobre o tema:

  • “O Salmo 91:1 aponta diretamente para a Cruz de Jesus Cristo: “Aquele que habita  no esconderijo do Altíssimo e descansa à sombra do Onipotente.” Você não pode chegar mais perto da sombra do Onipotente do que quando você está abraçando a cruz. A sombra da Cruz é o lar dos santos! A cruz é o lugar mais seguro da terra.”

É na cruz que a verdade se transforma em graça.

A Cruz é o lugar onde a humildade de Deus se manifesta plenamente:

“… pois ele (Jesus), subsistindo em forma de Deus, não julgou como usurpação o ser igual a Deus…a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até a morte e morte de cruz.”  (Filipenses 2:6,8)

Infelizmente esse é um tema desconhecido de muitos púlpitos, que hoje evitam temas como a cruz de Cristo, a expiação de pecados e o arrependimento.

Todavia, é importante nos lembrarmos sempre que a cruz é o símbolo de nossa salvação e também da exclusividade de Jesus Cristo.

Essa reivindicação de  exclusividade é a pedra de tropeço no trajeto da unificação religiosa mundial: uma pedra de tropeço que nunca pode ser removida.

É sábio aquele que canta, e não somente canta mas crê nas palavras do velho hino:

“Sim eu amo a mensagem da cruz

Té morrer eu a vou proclamar

Levarei eu também minha cruz

Té por uma coroa trocar”.  (Harpa Cristã – 291)

Destaque

FIEL nas mínimas coisas

Queridos, hoje quero compartilhar com você um texto que traduzi do autor Derek Prince. Deus tem usado muito essa pequena mensagem pra falar comigo, por isso achei por bem traduzi-la e repartir, com o desejo de que seja útil na vida de outros também.
———————————
Quem é fiel no pouco, também é fiel no muito; quem é injusto no pouco, também é injusto no muito. (Lucas 16:10)
 
Observe, as pequenas coisas vêm antes das coisas grandes. Se você quer ter responsabilidade confiadas a você nesta vida, seja por Deus ou pelo homem, cultive a fidelidade nas pequenas coisas.

Cultive pontualidade. Cultive responder às suas cartas (ou e-mails se for o caso).

Cultive cumprir suas promessas, mesmo que sejam apenas aparentemente coisas triviais, porque existe um Deus que está te observando.

Ele está avaliando o seu caráter.

Ele está determinando se você está pronto a ser confiado com grandes coisas.

Algumas pessoas têm todas as palavras e todas as qualificações, mas elas nunca apresentam resultados.

Até mesmo se você tiver que encontrar alguém para trabalhar para você ou alguém para trabalhar com você, não vá apenas pelas grandes palavras e por suas qualificações. Observe essa pessoa nas pequenas coisas. Veja como ela lida com as pequenas responsabilidades.

Julgue-os pela forma como se comportam quando ninguém está olhando, e quando as questões não são grandes.

Porque a verdade da questão é, se forem fiéis nformigas-trabalhando2as pequenas coisas, eles serão fiéis nas coisas maiores.

Se são infiéis nas mínimas coisas, então não confie a eles as coisas grandes.

Isso aplica-se àqueles com quem você quer trabalhar. Isso se aplica a você também. Essa é a maneira de Deus avalia-lo e definir o seu real  valor diante d’Ele. Ele observa você nas pequenas coisas e julga-o de acordo com elas.


E pra concluir, deixo aqui um exemplo bíblico que fala de criaturas tão pequenas, que foram apontadas por Deus como exemplo de diligência pra nós:

“Quatro coisas há na terra que são pequenas, entretanto são extremamente sábias; as formigas são um povo sem força, todavia no verão armazenam a sua comida. Os coelhos são um povo débil, contudo fazem a sua casa nas rochas; os gafanhotos não têm rei, contudo marcham todos enfileirados; a lagartixa apanha-se com as mãos, contudo anda nos palácios dos reis.”

(Pv. 30 vs.24 – 28)

Destaque

Por estas coisas, choro eu…

lágrima“Por estas coisas, choro eu; os meus olhos, os meus olhos se desfazem em águas…”  (Lm. 1:16)

Terminei de ler o livro do profeta Jeremias e agora estou lendo suas lamentações. Creio que temos muito o que aprender com esse profeta, que é também conhecido como o “Profeta das lágrimas”.

Eu não tenho chorado tanto como Jeremias, se bem que temos razões suficiente pra chorar muitas lágrimas nestes dias.

A triste situação da nação síria se prolonga mais do que poderíamos imaginar. Mais de 160 mil pessoas morreram desde o início da guerra civil no país. O avanço do grupo terrorista ISIS nas últimas semanas é a nova ameaça ao sofrido povo sírio. O grupo radical já tomou o controle do lado sírio de um dos principais postos de fronteira no norte de Israel … e eles ainda não terminaram. Porta-vozes do Estado islâmico tem declarado que sua intenção é chegar à Palestina e “matar os bárbaros judeus”.

Tenho lido sobre tudo o que tem acontecido com nossos irmãos no Iraque…quantas atrocidades feitas em nome da religião.

Na África, o grupo terrorista Boko Haram prossegue assassinando cristãos e sequestrando meninas adolescentes, que são obrigadas a  converter-se ao islamismo e tornarem esposas de terroristas.

No Iraque…O Estado Islâmico no Iraque e na Síria (ISIS — um grupo espiritualmente ligado à Al-Qaeda) tomaram a segunda maior cidade do Iraque, Mossul, bem como Tiqrit, cidade ancestral de Saddam Hussein. Eles colocaram para correr mais de meio milhão de refugiados, em sua maioria muçulmanos que fugiram diante das bandeiras negras do jihad. Os comboios de Humvees americanos capturados deixam rastros sangrentos de adversários decapitados. Nínive, outrora a orgulhosa capital da antiga Assíria, viu cristãos que fugiam para salvar suas vidas e a lei sharia sendo imposta com muita selvageria.

E o que dizer da Ucrânia? a situação com a Rússia tem trazido instabilidade pra todos os demais países da União européia; cidadaos judeus tem perdido seus direitos e nao se sentem mais seguros vivendo ali.

O antissemitismo está de volta na Europa, nos fazendo  reviver situações que aconteceram a 70 anos atrás.

E a igreja, onde está?  qual tem sido a posição dela, diante de tudo isto?

Provavelmente, uma boa parte dos cristãos nem sabe do que está acontecendo no Oriente Médio com outros cristãos, e se sabem, ouviram falar…talvez nem tiveram tempo pra pensar no assunto.

É tempo de nos colocarmos, com Habacuque na torre de vigia e procurar ouvir o que Deus está falando nestes dias… e como Jeremias chorar pois em certos momento é o melhor que temos a fazer!

imagens-do-dia-20140514-005-size-598

Destaque

P1080072Os versos abaixo falam de esperança. No início do ano  Deus me orientou a anotar e junto com meu esposo proclamar versos bíblicos que falassem de esperança. Fizemos isso por várias semanas e experimentamos um renovo em nossas mentes nos alimentando com essa vitamina espiritual chamada Esperança.

Compartilho aqui com voces alguns destes versos:

Eu, porém, confiarei no Senhor; esperarei no Deus da minha salvação.  O meu Deus me ouvirá. (Miquéias 7:7)

E terás confiança, porque haverá esperança; olharás ao redor de ti e repousarás seguro.  (Jó 11,18)

Espera tu pelo Senhor; anima-te, e fortalece o teu coração; espera, pois, pelo Senhor. (Salmos 27:14)

Esforçai-vos, e fortaleça-se o vosso coração, vós todos os que esperais no Senhor.” (Salmos 31:24)

Agora, pois, Senhor, que espero eu? a minha esperança está em ti.    (Salmo 39:7)

Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a Ele que é o meu socorro, e o meu Deus. (Salmos 42:11)

Ó minha alma, espera silenciosa somente em Deus, porque dele vem a minha esperança. (Salmo 62:05)

Com tremendos feitos nos respondes em justiça, ó Deus, salvador  nosso,  esperança de todas os confins da terra, e dos mares longínquos; (Salmo 65:5)

Os que te temem me verão e se alegrarão, porque tenho esperado na tua palavra.” (Sl. 119:74)

“…mas nós, porque somos do dia, sejamos sóbrios, vestindo-nos da couraça da fé e do amor, e tendo por capacete a esperança da salvação;” (1 Tess. 5:8)

Sede vós também pacientes; fortalecei os vossos corações, porque a vinda do Senhor está próxima. (Tiago 5:8)

=========

(Quanto à foto que colei neste post, fiz ontem quando visitávamos nossa amiga Margareth, em frente à casa dela…na pequena Sulzburg, que fica a alguns kilometros de Buggingen onde moramos.)

 

Têxtos Bíblicos p/ Proclamação e Fortalecimento Espiritual

Destaque

Como Desenvolver uma Vida de Oração Eficaz (2)

Nosso tempo com Deus é como o cultivo de um jardim!

Pra se ter um jardim belo e florido precisamos gastar tempo preparando a terra, plantando, removendo mato, enfim é preciso encontrarmos tempo pra cuidar do jardim.

P1020783

Hoje quero compartilhar algumas questões práticas, que são como ferramentas no cultivo de nosso jardim interior.

Aqui estão três coisas que nos ajudarão a ter uma vida de oração bem sucedida:

1) Definir uma agenda (horário)  para o tempo de oração.

2) Fazer uma lista de oração.

 3) Ter uma visão correta de Deus.

Uma agenda estabelece “quando” vamos orar. A lista de oração leva-nos a concentrar sobre “o que” orar. E uma visão correta de Deus nos leva a “desejar” ter uma vida de oração.

A maioria de nós orará dez vezes mais  simplesmente ao desenvolver uma agenda e lista de oração. Muitos dos que amam a Deus nunca conseguem desenvolver uma vida de oração consistente por não terem adquirido essas práticas.

Assim que conseguirmos agendar o nosso tempo de oração, devemos considerar esses momentos como um”tempo sagrado”, tratando-o como um compromisso real com o Rei.

Afinal, no nosso dia-a-dia marcamos horário pra quase tudo: consultas médicas, ida ao cabeleireiro, visitas, etc… A probabilidade de chegarmos no horário, depende do quão importante é o compromisso ou a pessoa que vamos encontrar, não é mesmo??

Ao fazer uma lista de oração precisamos ter em mente, pelo menos três alvos:

1) Intimidade: O meu foco deve ser o amor e a devoção a Deus.  Este tipo de oração inclui adoração, meditação na Palavra (orando a palavra), e a comunhão com o Espírito.

2) Petição: Pedimos a bênção de Deus sobre a nossa vida pessoal e relacional. Oramos por um romper em nosso homem interior (coração), nossas circunstâncias (físicas, financeiras, relacionais), e ministério, pra que  o poder de Deus seja liberado através de nossas mãos, palavras e atos.

3) Intercessão: Pedimos pra que o poder e a justiça de Deus se manifeste na vida de outros (pessoas, lugares, questões estratégicas).
a) Oração por pessoas e lugares: Indivíduos e Igrejas, negócios e governo, bem como  pelo destino de ministérios, cidades ou nações (Israel, Brasil, Alemanha, etc)
b) Oração para questões estratégicas na sociedade: Governo (eleições, aborto), a opressão (tráfico de seres humanos, o aborto), desastres naturais (furacões, secas), doenças, etc.. 

Temas para Oração:

Ao desenvolver uma lista de oração, é útil ter em mente pelo menos três temas:

1. Dons do Espírito: pedimos pra que o poder e  o favor de Deus seja liberado.

2. Fruto do Espírito: oramos pra que o caráter de Deus seja formado em nós ou outros.

3. A sabedoria do Espírito: oramos pra que a mente de Deus ( espírito de revelação) nos seja concedido.

Exemplos de listas de oração:

Deixo aqui dois exemplos de lista de oração, sugeridas pelo Pr. Mike Bickle, as quais tenho usado no meu tempo devocional e me tem sido muito útil.

A oração da Comunhão:  http://wp.me/p1VsmT-cT

T-R-U-S-T: Orações pra fortalecer nosso espírito:  http://wp.me/p1VsmT-1n

Uma visão correta de Deus, é o tema do próximo post continuando esse tema. Que o Pai me conceda vida e sua graça pra fazê-lo!!

Destaque

Como Desenvolver Uma Vida de Oração Eficaz (1)

Prayer

Wow!!!! :-))  Estou aprendendo coisas novas sobre oração nestes dias e resolvi compartilhar com voces um pouco do que tenho aprendido sobre esse tema tão importante.

A maior parte do que voces lerão se desenvolveu a partir  de pregações do Pr. Mike Bickle, que é o fundador da Casa Internacional de Oração (IHOP) em Kansas City-MO/EUA.

Espero assim contribuir um pouquinho com o seu crescimento espiritual. Então vamos lá…

xxxxxxxxxxxx

O que é oração?   É simplesmente conversar com Deus. É ao mesmo tempo um grande privilégio, uma luta feroz, e um poderoso milagre do Espírito, o qual nos ajuda em nossa fraqueza em oração.

A oração tem diferentes expressões, tais como: a oração devocional (que inclui oração,  leitura da Palavra e comunhão com o Espírito para crescer na intimidade com Deus);  a intercessão por reavivamento e justiça, proporcionando cobertura de oração para os indivíduos, e oração pelos enfermos. Ao usar estas diferentes formas de oração, podemos encontrar Deus, fazer as obras do reino, e transformar o mundo.

Uma vida de oração consistente é essencial – só através de um estilo de vida de oração podemos receber a plenitude do que Deus tem preparado para nós.

A oração é tão necessária porque faz com que o nosso espírito seja fortalecido, libera a bênção de Deus sobre as nossas circunstâncias, e resulta em mudança na Igreja, nas nações e na sociedade. A oração muda a atmosfera espiritual de uma cidade, impactando o movimento de anjos e demônios (Daniel 10:12-21).

O objetivo da oração não deve ser apenas resultados ou meramente algo partindo de um dever religioso.  Pelo contrário, oração é  lugar de encontro com Deus, onde o nosso espírito é fortalecido e crescemos no nosso amor por Ele.

É através da oração que permanecemos em Cristo:

“Eu sou a videira; vós sois as varas. Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.”  (Jo.15:5)

A oração que leva à intimidade com Deus protege o nosso espírito de burnout na medida que ministramos às pessoas ao longo dos anos. Nossa conexão com Jesus é a tábua de salvação que nos permite sustentar  nosso ministério de ganhar os perdidos, curar os doentes, e fazer obras de justiça e compaixão por décadas.

A maioria de nós algum dia já fez essa pergunta, “por que Deus quer que oremos?”, não é mesmo??  Bem, Ele quer que nos conectemos com seu coração numa parceria de amor e amizade. Portanto, pedir a Deus por tudo o que precisamos é um princípio fundamental do reino. Devemos pedir especificamente, e não apenas pensar sobre a nossa necessidade cheios de frustração e desespero.

“Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graças; (Fp. 4:6)

Voces não têm, porque não pedem.” (Tiago 4:2)

Há bênçãos que Deus escolheu para nos dar, mas que Ele detém até que Lhe pedimos. Essa é uma forma d’Ele proteger seu relacionamento conosco.

 “Contudo, o Senhor espera o momento
    de ser bondoso com vocês;
ele ainda se levantará
    para mostrar-lhes compaixão.
Pois o Senhor é Deus de justiça.
Como são felizes todos
os que nele esperam!”  (Is. 30:18,19)
 
Semana que vem tem mais…abraços!!
Destaque

Salmo 23 em quatro idiomas

SheepO Salmo 23 tem sido por gerações lido, memorizado e amado por milhões de corações apaixonados por Deus. Suas palavras tem gerado fé e confiança nos corações tanto de judeus quanto de cristãos.

É um dos meus salmos preferidos. Quando criança memorizei em minha lingua materna. Mais tarde em Ingles e árabe, e nestes dias estou tentando memorizá-lo em alemão.

Compartilho aqui nos quatro idiomas, começando pelo Portugues:


Salmos 23

João Ferreira de Almeida Atualizada (AA)

23 O Senhor é o meu pastor; nada me faltará.

2 Deitar-me faz em pastos verdejantes; guia-me mansamente a águas tranqüilas.

3 Refrigera a minha alma; guia-me nas veredas da justiça por amor do seu nome.

4 Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.

5 Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos; unges com óleo a minha cabeça, o meu cálice transborda.

6 Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida, e habitarei na casa do Senhor por longos dias.


Luther Bibel 1545

23 (Ein Psalm Davids.) Der HERR ist mein Hirte; mir wird nichts mangeln.

2 Er weidet mich auf grüner Aue und führet mich zum frischen Wasser.

3 Er erquicket meine Seele; er führet mich auf rechter Straße um seines Namens willen.

4 Und ob ich schon wanderte im finstern Tal, fürchte ich kein Unglück; denn du bist bei mir, dein Stecken und dein Stab trösten mich.

5 Du bereitest vor mir einen Tisch im Angesicht meiner Feinde. Du salbest mein Haupt mit Öl und schenkest mir voll ein.

6 Gutes und Barmherzigkeit werden mir folgen mein Leben lang, und ich werde bleiben im Hause des HERRN immerdar.


The Lord the Shepherd of His People

A Psalm of David.   (NKJV)

23 The Lord is my shepherd; I shall not want. 2 He makes me to lie down in green pastures; He leads me beside the still waters. 3 He restores my soul; He leads me in the paths of righteousness For His name’s sake.

4 Yea, though I walk through the valley of the shadow of death, I will fear no evil; For You are with me; Your rod and Your staff, they comfort me.

5 You prepare a table before me in the presence of my enemies; You anoint my head with oil; My cup runs over. 6 Surely goodness and mercy shall follow me All the days of my life; And I will dwell[a] in the house of the Lord Forever.

*****************

23 اللهُ راعِيَّ، فلَنْ يَنقُصَنِي شَيءٌ. 2 فِي مَراعٍ خَصبَةٍ يُسكِنُنِي. إلَى جَداوِلَ هادِئَةٍ يَقُودُنِي. 3 يُنعِشُ رُوحِي، وَعَلَى طُرُقٍ صالِحَةٍ يَهدِينِي، 4 حَتَّى حِينَ أمشِي فِي وادِي المَوْتِ المُظلِمِ، لَنْ أخشَى شَرّاً لِأنَّكَ أنتَ مَعِي. عَصاكَ وَعُكّازَكَ يُشَجِّعانَنِي. 5 أعدَدْتَ لِي مائِدَةً أمامَ أعدائِيَ. بِزَيتٍ مَسَحْتَ رَأْسِي. كَأْسِي امتَلأتْ وَفاضَتْ. 6 الخَيرُ وَالرَّحمَةُ يِتبَعانَنِي كُلَّ أيّامِ حَياتِي. وَسَأمكُثُ فِي بَيتِ اللهِ طَوالَ حَياتِي.

S1610004

Destaque
Publicado em Missões, Nações

O Fator Melquisedeque na Cultura Chinesa

farm3_static_flickr_com_2132_2256618233_f860145f6bFevereiro é um mês muito importante no calendário chines,  pois é nele que começa o ano novo. Neste ano, o ano novo chinês começou exatamente no início de Fevereiro.

Os chineses têm uma história contínua e ininterrupta de 4.500 anos, na qual a impressão digital de Deus tem sido fortemente estampada em sua língua e cultura.

No entanto, infelizmente, a maioria dos chineses não sabem que a sua própria linguagem conta a história do único e verdadeiro Deus.

Durante o ano novo chinês, quase todos os lares chineses cobrem seus batentes com bandeiras vermelhas para trazer bênçãos e proteção para as suas casas. Isso nos traz à mente como os judeus foram ordenados a cobrir os seus umbrais com o Sangue do Cordeiro durante a páscoa.

A palavra original para Deus que o imperador chinês adorava em Tai Shan na Província de Shadong era Shang Di.  Diz-se que sua origem vem da antiga pronúncia de Shaddai – como  El Shaddai – um dos nomes de Deus em hebraico. A palavra é usada ainda hoje pelos cristãos em toda a China.

A língua chinesa é única porque é pictorial e cada caractere conta uma história. O ideograma chinês pra “justiça” é “yi” , o qual se escreve como 義.

Este Ideograma é composto de outros dois caracteres ou palavras separadas:

 que significa cordeiro e    que significa mim.

Sendo assim, o significado completo do caractere chinês pra “justiça”  é  “um cordeiro sobre mim.”

A língua chinesa está salpicada com multidões de characteres como este que contam a mensagem do evangelho.

A China está experimentando o maior avivamento cristão do mundo de hoje, mas o que muitos observadores não conseguem ver é que eles não estão se voltando para uma nova religião estrangeira. Em vez disso, os chineses estão sendo atraídos de volta para o Deus de seus antepassados.

Neste mês de fevereiro, oremos para que a nação mais populosa da terra continue a buscar  o único e verdadeiro Deus. E que nestes dias de férias, os discípulos de Cristo na China encontrem oportunidades de alcançar seus vizinhos, famílias e amigos para Deus.

(FONTE: www.backtojerusalem.com)

Destaque

Semana passada postei um texto do Asher Intrater, pastor messiânico em Jerusalem, P1060900sobre a importancia de sermos fiéis até o fim.

Mas hoje quero escrever algo sobre a fidelidade de Deus, pois este assunto tem pairado sobre minha mente nos últimos dias, de uma forma muito forte.

Como pessoas criadas à imagem de Deus, deveríamos refletir aquilo que Ele é.  Sendo a fidelidade um dos atributos divinos, deveríamos também ser pessoas fiéis, não é mesmo?? Todavia, fazemos promessas a Deus e às pessoas e falhamos em cumpri-las muitas vezes.

Mas com Deus não é assim:

“Se somos infiéis, ele permanece fiel, pois de maneira nenhuma pode negar-se a si  mesmo.”  (2 Tm. 2:13)

Na medida que crescemos no conhecimento de Deus e nossa intimidade com Ele se intensifica, nos tornamos também pessoas fiéis. Iremos refletir aquilo que Ele é, assim como é natural as crianças ao crescerem tornarem-se como seus pais.

Tozer, em seu livro “Mais perto de Deus” compartilha algumas  sementes preciosas sobre esse  tema:

Toda a nossa esperança de bênçãos futuras se apóia sobre a fidelidade de Deus. As Suas alianças permanecem porque Ele é fiel e honrará suas promessas. Poderemos viver em paz e aguardar com segurança o futuro somente porque temos certeza de  que Ele é fiel. (…) Os filhos da nova aliança, por maiores que sejam as sua provações, podem ter certeza de que Ele jamais deixará de mostrar-lhes a Sua misericordia, nem falhará na Sua fidelidade.”

Tenho ultimamente cantarolado uma canção que foi bem popular alguns anos atrás no Brasil.  Deixo aqui a letra de uma parte da canção pra voce meditar…e que seja essa a oração de nossos corações nos das a seguir:

“Serei fiel ao meu Jesus, serei fiel;
Serei fiel ao meu Jesus, serei fiel.
Há uma carreira para correr,
Há uma vitória para alcançar.
A cada dia ao meu Jesus serei fiel.”

A Fidelidade de Deus

Destaque

Relembrando “a noite dos vidros quebrados”!

O dia 09 de novembro está associado com um dos dias mais escuros na história da Alemanha. Apesar de que muitos gostariam que esse dia nem fosse lembrado, mas simplesmente ignorado, esquecido.270px-1938_Interior_of_Berlin_synagogue_after_Kristallnacht

Neste ano completaram 75 anos, desde o início de uma perseguição ao povo judeu, que acabou por exterminar mais de 6 milhões do povo escolhido.

Em muitas cidades da Alemanha, sinagogas relembraram a terrível  Noite dos Cristais (Kristallnacht), que na verdade foi a “noite dos vidros quebrados”.

Segue abaixo um pequena descrição dos acontecimentos daquela noite:

“Na noite de 9 de Novembro de 1938, os sons de vidros sendo quebrados abalou o ar nas cidades por toda a Alemanha, enquanto incêndios em todo o país consumia sinagogas e instituições judaicas. Ao final do tumulto, gangues de tropas de assalto nazistas haviam destruído 7000  empresas judaicas, incendiado cerca de 1400 sinagogas, matado 91 judeus e deportado cerca de 30.000 homens judeus para campos de concentração “. Esta foi a Kristallnacht ou a Noite dos Vidros Quebrados. Que foi também uma noite de terror, de morte e de destruição… quando os judeus foram despojados de sua dignidade, a sua segurança, de seus direitos humanos e seus meios de subsistência “.  (“Kristallnacht’s Aboriginal hero”: The    Australian Jewish News, p.12; 8 November 2013.).

Destaque

Reflexões sobre a bondade de Deus (I)

P1060350P1060291

O tema “Bondade de Deus” tem me fascinado nos últimos dias. Creio que muitos concordam que Deus é Santo e Justo, mas será que concordam também, que o Deus verdadeiro é totalmente Bom??
Lendo um dos escritos de Tozer deparei-me com uma pérola, que compartilho abaixo com voces. O meu desejo é incluir mais algumas reflexões sobre o tema, ao longo desse mês.

****

“A bondade de Deus é o motivo de todas as bênçãos que Ele nos outorga dia a dia. Deus nos criou pela bondade do Seu coração e nos redimiu pela mesma razão.
Toda a perspectiva da humanidade mudaria se pudéssemos compreender que vivemos sob um céu amigo e que o Deus dos céus, embora exaltado em poder e majestade, anseia pela nossa amizade.” (Mais perto de Deus / A.W. Tozer)

 

(Fotos: foram feitas por mim, perto de onde moramos aqui na Markgräflerland-Alemanha)

Destaque
Publicado em Oração, Vida Cristã

Fellowship Prayer (A Oração da Comunhão)

F-E-L-L-O-W-S-H-I-P PRAYER (ORAÇÃO DA COMUNHÃO)
Por Mike Bickle / Tradução e adaptação: M. Kern

Temor do Senhor
Pai, peço-lhe que libere o espírito do temor de Deus no meu coração. Mova meu coração com a revelação de Tua majestade, pra que eu possa viver em reverência diante de Ti. Libere Tua presença com um temor santo que leve o meu espírito tremer diante da Tua majestade gloriosa. Una o meu coração ao Teu coração e à Tua palavra, e leva- me a deleitar no temor do Senhor.

Persistência
Pai, peço-lhe que fortaleça meu homem interior dando-me o dom da persistência, para que eu faça a Tua vontade com zelo e diligencia, e que não venha a desistir de buscar as coisas profundas de Deus. Conceda-me resistência para o jejum. Direcione o meu coração de acordo com a paciência e perseverança em que Jesus andou. Conceda-me forças pra que eu possa prosseguir em meus compromissos contigo e cumprir o chamado ministerial que tens para mim mesmo quando for difícil.

Amor
Pai, derrame Teu amor no meu homem interior através do Espírito Santo, que o meu coração venha transbordar de amor por Ti e pelos outros (Rm. 5:5). Também peço que Senhor comunique/transmita o Teu amor por Jesus dentro no meu coração (Jo.17:26). Conceda-me graça para amar a Deus com todo meu coração, alma, mente e força (Mc. 12:30). Permita-me compreender o amor de Jesus por mim e permanecer nele (Jo.15:9). Que eu me veja através de Teus olhos e ame quem o Senhor me criou pra ser. (Sl.139:13-15)

Luz da Glória
Pai, deixa- me ver a luz da Tua glória. Conceda-me encontros gerados pelo Espírito Santo (sonhos, visões, visitações angélicas, manifestações de sua luz, fogo e vento) como o Senhor concedeu a Moisés, Isaías, Ezequiel, João e e os discípulos no dia de pentecostes. (Ex. 33–34; Is. 6; Ez. 1; Atos 2; Ap. 1).

Uma só Coisa
Pai, eu me comprometo a viver como uma pessoa de uma só coisa. Ajuda-me a regularmente sentar-me aos teus pés como fez Maria de Betânia. Fortaleça-me para desejar e manter um estilo de vida que tira tempo pra estar contigo e com a Tua palavra. Quando eu perder este foco, envie Tua palavra pra me libertar, como fizestes com os santos na igreja primitiva. (Rev. 2:4–5, 3:1–3, 3:15–20).

Viver digno
Pai, fortaleça o meu homem interior em fé e obediência que é digna de escapar de todos os comprometimentos e me preparar pra coisas mais elevadas, pra quais Tu me chamaste. Ajuda-me a viver livre de comprometimentos e prepara-me para as coisas maiores para as quais Tu me chamaste. Ajuda-me a viver de uma forma digna caminhando em pureza no corpo, alma e espírito, e possa me apresentar diante de Ti vitoriosamente em plena obediência.

O Falar

Pai, coloca um guarda sobre os meus lábios e ajuda-me a falar somente palavras que são agradáveis a Ti. Liberta-me de todo falar defensivo, irado e insensato. Guarda-me de entristecer o Espírito com minhas palavras. Eu posiciono o meu coração a não pecar no meu falar, pra que eu sustente uma comunhão inquebrável contigo.

Humildade

Jesus, ensina-me a andar debaixo de Teu fardo de mansidão e humildade. Eu posiciono o meu coração a aprender humildade de coração que irá transformar minhas atitudes, meu falar e minhas ações. Conceda-me sabedoria em como conduzir o meu coração em humildade.

Discernimento sobre intimidade
Pai, conceda-me discernimento em Sua palavra, vontade e em teus caminhos. Dá-me sabedoria em como andar em intimidade contigo em cada área de minha vida, incluindo minhas finanças, agenda, emoções, circunstâncias, corpo físico (dieta, saúde), relacionamentos (em casa, trabalho, ministério), meu futuro, anseios, vícios, etc… Leva-me a conhecer os segredos de Teu coração (Salmo 25:14). O que estás pensando e sentindo sobre minha cidade, nação e geração?

Paz & Alegria
Pai, vem e fortalece o meu coração com paz sobrenatural em áreas onde sinto rejeição, medo e ansiedade; fortaleça minha mente pra que eu possa vencer toda agitação, desordem e indecisão.

Destaque
Publicado em Escrituras Sagradas, Estudos Bíblicos

Meditação Bíblica (2a. parte)

P1050747 Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios (…) antes tem seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e noite.

Ele é como árvore plantada junto a correntes de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem nao murcha; e tudo quanto ele faz será bem sucedido.”

(Salmo 1, versos 1 a 3)

Mas o que significa meditar na palavra de Deus??  Bob Sorge em seu livro “Segredos do lugar secreto” nos dá uma boa definição: Meditar significa diminuir o ritmo de leitura, ou seja, ao invés de lermos rapidamente, lemos contemplando cada palavra, cada frase, buscando entender mais profundo o significado.  Fazendo assim desvendamos os tesouros escondidos na palavra de Deus.

A meditação é uma disciplina negligenciada nestes dias tão corridos em que vivemos. Todavia aquele que é faminto por receber mais de Deus, não medirá esforços pra dominar essa disciplina.

Por que é importante meditarmos, será que há algum benefício nisto??  O irmão Kirk Bennett, nos dá algumas boas razões pra meditarmos:

  1. Porque é uma ordenança divina

Deus ordena a repetição de suas palavras e atos porque elas revelam mais de quem Ele é, e esta é a necessidade desesperadora da igreja hoje- 0 conhecimento de Deus. Todas as ordenanças de Deus são boas e nos ajudam. Elas nos capacitam a adentrar num relacionamento íntimo com Ele. 

“Não se aparte da tua boca o livro desta lei, antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido”. (Josué 1:8)

2. Produz  alegria e gozo 

Eu creio que um dos maiores prazeres que temos na vida é ouvir Deus falar. Sua voz é poderosa, fascinante e sempre verdadeira!  Não há maior alegria do que ELE.  Meditação é o caminho pra adentrarmos na alegria de sua presença. Ela realmente cria em nós um coração feliz. 

“Seja-lhe agradável a minha meditação; eu me regozijarei no Senhor. (Salmo 104:34)

3.  Nos dá Sabedoria

 Sabedoria pode ser definida simplesmente como viver a vida com habilidade. Não há nenhuma maneira maior ou mais hábil para viver do que conhecendo a Deus. Meditação nos traz revelação dos pensamentos de Deus e  de seus caminhos. Enquanto que os seus caminhos são mais altos que os nossos caminhos, meditar nos caminhos d’Ele nos  conduz à sabedoria.

Oh! quanto amo a tua lei! ela é a minha meditação o dia todo. O teu mandamento me faz mais sábio do que meus inimigos, pois está sempre comigo. (Salmo 119:97,98)

4.  Gera em nós transformação

Devido à sua natureza pecaminosa, o coração humano não tem o poder para mudar ou ser mudado. Somente o Criador pode mudar o coração.  A meditação é um meio de encontrarmos Aquele que nos transforma. Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória pelo Espírito do Senhor.

Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. (na versão King James em Ingles diz “meditate”- meditai em portugues)

Meditar: v.t. Considerar, ponderar.
Pensar sobre.
v.i. Pensar, refletir.
s.m. Meditação.
(Do Lat. meditari)

(Fontes consultadas: Secrets of the secret place-Bob Sorge/The Meditation Manual-Kirk Bennett e o Dicionário On-line de Portugues)

Destaque

Meditação Bíblica (1a. parte)

P1050741” Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores; antes tem seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e noite.

Ele é como árvore plantada junto a correntes de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem nao murcha; e tudo quanto ele faz será bem sucedido.”

(Salmo 1, versos 1 a 3)

Sempre pensei que a palavra “meditar” neste salmo falasse de algo abstrato, e as vezes me perguntei como seria possível isso?  essa minha mente  sempre cheia de pensamentos, atarefada com planos e idéias, como pode  meditar na lei do Senhor dia e noite??

Mas Deus, que é um Pai amoroso e persistente, vira e mexe coloca no nosso caminho aqueles que nos ajudarão a entender coisas que não entendemos e a praticar aquilo que achamos difícil de alcançar. Isso tem acontecido comigo quanto a arte de meditar. Ultimamente tenho ouvido pregações, lido livros que falam sobre a importancia da meditação pra nossa vida espiritual e dao lições bem práticas.

Quero compartilhar aqui  um pouco do que tenho aprendido…se encontro um tesouro é bom logo repartir com alguém, afinal não posso guardar tudo só pra mim, não é mesmo??

Continuarei no proximo post… abraços!!!

Destaque
Publicado em Escrituras Sagradas

FACEnoBOOK!!!

biblia sagradaEm nossa visita neste ano ao Brasil tivemos a oportunidade de estar com um pastor amigo que não víamos a um bom tempo. Assim que o encontramos  nossa atenção se voltou pra frase escrita na camiseta dele : Facenobook!  Logo entendemos que não era uma propaganda do maior site social da web, mas uma referência à Bíblia, a palavra de Deus.

Creio que as mesmas palavras que o Senhor falou pra o líder Josué, Ele também está falando pra nós hoje:

“Não se aparte da tua boca o livro desta lei, antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.” (Josué 1:8)

Nosso tempo com a palavra é nossa fonte de vida e sanidade, num mundo cada vez mais louco e desenfreado.

Na medida em que gastarmos mais tempo com a palavra de Deus, gastaremos menos tempo fixando nossa mente e olhos naquilo que não nos edifica, mas só nos corrompe tirando nosso apetite espiritual.

Há tanta coisa hoje tentando nos desviar do propósito de Deus pra nossas vidas. Precisamos clamar pelo socorro de Deus, e ao mesmo tempo tirar tempo diariamente pra ler e meditar na sua palavra.

Que esta oração do salmista seja também nossa oração neste dia:

Desvia os meus olhos de contemplarem a vaidade, e vivifica-me no teu caminho. (Salmo 119:37)

Destaque

PALAVRA PROFÉTICA PARA 2013

O ano de 2013 será um ano de lutas e testes. Mas haverá libertação e muita alegria pra aqueles que estão atados, amarrados ao amado de nossas almas: O Senhor Jesus Cristo!

O capítulo  13  de João, é uma chave pra nossa vitória em 2013. Transcrevo abaixo parte do capítulo, dos versos 1 ao 17:

13  “Antes da festa da páscoa, sabendo Jesus que era chegada a sua hora de passar deste mundo para o Pai, e havendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim.

2 Enquanto ceavam, tendo já o Diabo posto no coração de Judas, filho de Simão Iscariotes, que o traísse,

3 Jesus, sabendo que o Pai lhe entregara tudo nas mãos, e que viera de Deus e para Deus voltava,

4 levantou-se da ceia, tirou o manto e, tomando uma toalha, cingiu-se.

5 Depois deitou água na bacia e começou a lavar os pés aos discípulos, e a enxugar-lhos com a toalha com que estava cingido.

6 Chegou, pois, a Simão Pedro, que lhe disse: Senhor, lavas-me os pés a mim?

7 Respondeu-lhe Jesus: O que eu faço, tu não o sabes agora; mas depois o entenderás.

8 Tornou-lhe Pedro: Nunca me lavarás os pés. Replicou-lhe Jesus: Se eu não te lavar, não tens parte comigo.

9 Disse-lhe Simão Pedro: Senhor, não somente os meus pés, mas também as mãos e a cabeça.

10 Respondeu-lhe Jesus: Aquele que se banhou não necessita de lavar senão os pés, pois no mais está todo limpo; e vós estais limpos, mas não todos.

11 Pois ele sabia quem o estava traindo; por isso disse: Nem todos estais limpos.

12 Ora, depois de lhes ter lavado os pés, tomou o manto, tornou a reclinar-se ã mesa e perguntou-lhes: Entendeis o que vos tenho feito?

13 Vós me chamais Mestre e Senhor; e dizeis bem, porque eu o sou.

14 Ora, se eu, o Senhor e Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar os pés uns aos outros.

15 Porque eu vos dei exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também.

16 Em verdade, em verdade vos digo: Não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou.

17 Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as praticardes.


Senhor Jesus, ensina-nos a seguir o teu exemplo de servico e humildade!

Ajuda-nos a tomar o teu jugo, e seguir o teu exemplo em cada novo dia deste ano…Amém!!!

Destaque

2013-01-02 18.42.18“Porque não temos aqui nenhuma cidade permanente, mas buscamos a que há de vir.”

(Hebreus 13:14 NIV)

O verso acima foi o verso escolhido este ano pelos irmaos Morávios, como o “Losung”, ou seja a senha, palavra-chave para o ano. Eles fazem isso desde  1730. Buscam ao Senhor por um texto na palavra, o qual será o tema do ano.

Quanto a foto, fizemos numa das tardes da primeira semana de 2013, aqui na Alemanha.  Fomos surpreendidos por este lindo por-do-sol, da  janela de onde moramos…

A Palavra-chave para 2013

Destaque
Publicado em Espírito Santo, Palavra profética

LÂMPADAS COM ÓLEO: Uma Palavra Profética

Na semana de Pentecostes, participamos de um acampamento de crianças, aqui no sul da Alemanha.
Exatamente no penúltimo dia, minha esposa e eu estávamos sentados numa mesa com seis meninas (idade entre 9-12 anos).
Enquanto conversávamos, descobrimos que das seis, cinco completaram aniversário no mesmo dia: 25.04. Senti em meu espírito que isto não era apenas coincidência e entendi que o Senhor estava querendo nos comunicar algo através disto.
Tive a direção de ler o Salmo 25 v.4, que diz: “Mostra-me Senhor os teus caminhos. Ensina-me as tuas veredas.”
E me veio um segundo verso: Mateus 25:4, que diz: “no entanto, as prudentes, além das lâmpadas, levaram azeite nas vasilhas.”

Em Mateus 25:1-30, Jesus nos ensinou duas parábolas que mostram como um líder deveria viver nos últimos tempos. A primeira parábola sobre as virgens prudentes e as tolas, fala de líderes que através do Espírito cultivam intimidade com Jesus, o noivo (Vs. 1-13). A segunda parábola (Vs. 14-30) nos ensina sobre a importância de sermos fiéis em nossas tarefas, especialmente quando a mesma é pequena e difícil.

Cada uma daquelas virgens tinham lâmpadas, o que fala de um ministério que trouxe a luz de Deus para os outros.
As loucas tomaram suas lâmpadas, mas não adquiriram óleo, o que significa que tinham o ministério como prioridade ao invés de buscar o óleo da intimidade com o Noivo. As sábias, no entanto, além das lâmpadas levaram óleo em suas vasilhas.

O “óleo da intimidade” fala de nossa relacionamento pessoal com o Espírito Santo, Ele que amolece nossos corações e nos leva a experimentar mais do amor de Deus, pelo aumento de nossa revelação de Jesus, zelo pela justiça e identidade espiritual (revelação de quem somos como filhos de Deus diante do Pai, e noiva de Jesus, o Filho).

As tolas reconheceram seu erro em negligenciar o óleo. Prontidão espiritual não é algo transferível.  O Senhor Jesus nos aconselha a desenvolver uma conexão de nosso coração com o Espírito e Jesus, nosso Deus e Noivo, o que irá nos preparar para o que está  por vir nos próximos dias, meses e anos…

Por Martin Kern (com interpretação extraída de uma pregação do Pr. Mike Bickle-Ihop/Kansas City)

Destaque
Publicado em Biografia, Israel

CORRIE TEN BOOM: relembrando uma mulher de fé e coragem!

Se estivesse viva hoje, ela completaria 120  anos de idade, já que nasceu no dia 15 de abril de 1892. Aprendi a admirá-la desde minha adolescência, quando li sua empolgante história no livro “O Refúgio Secreto”.

Nestes dias, estou relendo o mesmo livro, desta vez em inglês, e a história está ainda mais interessante, já que estamos morando na Alemanha, que é um dos países onde parte da história acontece.

Pra quem nunca ouviu falar de Corrie ten Boom, aqui vai um pouquinho de sua história. Ela era filha do relojoeiro Casper, da cidade de Haarlem, próxima de Amsterdã. Casper era um homem piedoso que amava a Deus e tinha um carinho especial pelo povo judeu, sendo que na sua casa funcionava um grupo de oração pelos judeus.  Este legado recebido do pai, fez com que Corrie e outros membros de sua familia se envolvessem com a resistencia holandesa ao regime nazista. Durante a segunda guerra mundial Corrie e sua família ajudaram a salvar centenas de judeus de irem para os campos de extermínio, até que foram presos no dia 28 de fevereiro de 1944. O pai de Corrie, então com 82 anos também foi levado à prisão, onde faleceu depois de 10 dias. Corrie e sua irmã Betsi foram conduzidas para um campo de concentração na cidade de Ravensbruck aqui na Alemanha. Betsi morreu no dia 16 de dezembro, enquanto Corrie foi posta em liberdade no dia 30 de dezembro. Em 1959 ela fez parte de um grupo que visitou Ravensbruck, para honrar Betsi e outras 96 mil mulheres que morreram ali. Estando lá ela ficou sabendo que sua libertação havia sido resultado de um erro de escrita; uma semana mais tarde todas as mulheres de sua idade foram levadas para a câmara de gás.

Um fato curioso de sua vida: ela nasceu num dia 15 de abril e morreu  em outro 15 de abril, quando estava completando 91 anos de idade.

O desejo que ela tinha de compartilhar o amor de Deus com as pessoas, levou-a a 61 países, incluindo alguns países “não-alcançados”, conhecidos na época como países da “cortina de ferro”.

Leitura indispensável,  a todos aqueles  que querem se posicionar contra o crescente anti-semitismo, que está se alastrando pela Europa e todas as nações. Encorajo àqueles que ainda não conhecem a história da Corrie Ten Boom a ler o livro ou ver o filme, “O Refúgio Secreto”.

Algumas frases de Corrie:

” Perdão não é uma emoção… Perdão é um ato da vontade, e a vontade pode funcionar independentemente da temperatura do coração.”

“A fé é como o radar, que enxerga através do nevoeiro; vê a realidade das coisas a uma distância que os olhos humanos não conseguem alcançar.”

“Você nunca saberá que Cristo é tudo que você precisa, até que Cristo seja tudo que você tem. “

“There is no pit so deep, that God’s love is not deeper still.” 

 

Destaque
Publicado em Espírito Santo, Oração

Orações que fortalecem nosso Espírito

ORAÇÕES QUE FORTALECEM NOSSO ESPÍRITO                                                             (By Mike Bickle/TRUST Prayer)

Fear of God

OBRIGADO

A primeira coisa a fazer é reconhecer a presença do Espírito Santo dentro de nós, simplesmente agradecendo-o pela presença em nós. Então, voce pode orar: “Obrigado, Espírito Santo, por sua presença que habita no meu homem interior.” Faça isto por alguns minutos, e acrescente algumas frases afetuosas como “Eu te amo Espírito Santo.”

Escritura: Eu sou a videira; vós sois as varas. Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. (João 15:5)

A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vós. (2 Co. 13:13- AA)

Oração: Obrigado, Espírito Santo, por Tua presença radiante em mim. Eu amo Tua presença. Sem ti, nada posso fazer.

REVELAÇÃO

Peço ao Espírito Santo pra liberar revelação de Deus em mim; em outras palavras, peço pra que Ele me conceda entendimento do coração de Deus e sua palavra. Ao pedir revelação, preparamos nosso Espírito para receber as verdades do Senhor.

Escritura :“para que (…) o Pai da glória, vos dê o espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele; iluminados os olhos do vosso coração.” (Ef. 1:17,18)

Oração: Espírito Santo libere revelação do coração de Deus e de sua palavra a mim. Peço que abras os meus olhos enquanto leio Tua palavra.

USA-ME

Paulo nos exorta a diligentemente buscarmos ser usados dentro dos dons do Espírito Santo. O Espírito Santo irá nos usar mais, quando simplesmente gastarmos tempo pedindo-o que nos use.

Escritura: A cada um, porém, é dada a manifestação do Espírito para o proveito comum. (I Co. 12:7)

“Entretanto, procurai, com zelo, os melhores dons.” (I Co.12:31)

Oração:  Peço a Ti, que liberes a manifestação de teus dons e capacitação para ajudar os outros. Desejo ser um vaso da Tua presença para abençoar outros.

FORTALEÇA-ME

O Espírito irá fortalecer nosso homem interior tocando nossa mente, emoções e nossa fala com o poder de Sua presença. Podemos contar com a força do Espírito como um rio de vida em nós pedindo-o para nos fortalecer. Além disto, porque o Espírito Santo habita em nós, Seu amor, paz, paciência e domínio-próprio já estão em nós. Portanto, podemos experimentar mais do poder de Seu amor, paz, paciência e domínio-próprio, agradecendo-o pela presença destes frutos e pela Sua virtude dentro de nós.

Escritura: Oro para que, segundo as riquezas da sua glória, Ele vos conceda que sejais robustecidos com poder pelo seu Espírito no homem interior; (Efésios 3:16)

Mas o fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade,a mansidão, o domínio próprio; contra estas coisas não há lei. (Gálatas 5:22,23)

Oração : Espírito Santo, libere poder divino para fortalecer minha mente e emoções.  Obrigada pela presença de Teu amor, paz, paciência e domínio próprio em mim.

ENSINA-ME

O Espírito Santo é o grande professor, que tem o compromisso de nos guiar nos caminhos de Deus e em sua vontade.

Ele nos concederá sabedoria pra sabermos como viver em cada área de nossas vidas, inclusive em como cuidar de nosso dinheiro, como organizar o tempo, prosperar nos relacionamentos, e andar em pureza e saúde em nosso corpo físico. Quando pedirmos ao Espírito pra nos guiar nestas esferas da vida, Ele nos mostrará como andar em piedade e sabedoria.

Escritura: O Espírito Santo, (…) vos ensinará todas as coisas. (Jo. 14:26)

O  Espírito da verdade . . . Ele vos guiará a toda a verdade. (Jo. 16:13)

 Oração: Peço-te, Espírito Santo, que me guies em cada área de minha vida. Conceda-me novas idéias, endireita os meus passos e abra portas para novos relacionamentos, negócios e oportunidades de servir.

Ensina-me como servir de uma maneira que seja agradável a ti, e mostra-me a melhor forma de andar na sua vontade, benção e prosperidade pra minha vida.

 (Texto traduzido por mim com permissão do autor).

Comida pronta no Domingo, demonstração da bondade de Deus :-)

Parece uma coisa simples, mas receber uma comida gostosa prontinha é muito bom, não é mesmo? Pois é, isso aconteceu conosco 🙂
Ontem recebemos uma visita que nos trouxe comida pronta, suficiente pra eu não ter que cozinhar hoje, no domingo! Tanto eu como o Martin ficamos contentes, porque eu não teria que gastar tempo cozinhando. Hoje pudemos almoçar mais cedo e depois fazer uma boa caminhada. Deus é muito bom!

Ser grato a Deus pelas coisas mais simples que nos acontecem torna nossa vida mais significante e prazerosa!

De acordo com a FAO (Organização para Alimentação e agricultura), a fome é a realidade na vida de 805 milhões de pessoas no mundo, que devido a falta de alimentos estão em situação de desnutrição.

Além de ser agradecidos por termos o suficiente é bom orarmos por aqueles que não tem o que comer, para que a misericórdia de Deus os alcance.

Que nunca falte o alimento em sua mesa e um coração cheio de gratidão a Deus.

Fazes o pasto crescer para os animais,

e as plantas, para as pessoas cultivarem.

Permites que, da terra, colham seu alimento:

(Salmo 104:14 NVT)

SIMCHAT TORÁ: “A alegria da lei do SENHOR”

Simchat Torá é o dia feliz em que se conclui as leituras semanais ao longo do ano através dos cinco livros de Moisés. Ela começa em Israel, na noite anterior ao oitavo dia de Sucot, o último dia que, como o primeiro, deve ser observado como um dia de descanso, um “Shabat” (Levítico: 23: 34-36; 39). Fora de Israel Simchat Torá é celebrada no nono dia seguinte (que começa na noite do oitavo). Há grande alegria nas sinagogas e nas congregações messiânicas durante esta festa, com músicas, proclamações, e danças com os rolos da Torá, que foram retirados de suas “arcas”.

Para esta leitura final da Torah, são lidos os dois últimos capítulos de Deuteronômio. Em seguida, o rolo é revertido para o início do livro de Bereshit (Genesis) “No Princípio” -e com a leitura do capítulo um e os três primeiros versículos do capítulo dois de Gênesis, o ciclo começa de novo! Por fim, o Haftarah fechando carrega a história depois da morte de Moisés até o primeiro capítulo do livro de Josué. Uma nova geração de israelitas está prestes a entrar na Terra e seu líder é cobrado pelo SENHOR:

“Somente seja forte e muito corajoso! Tenha o cuidado de obedecer a toda a lei que o meu servo Moisés lhe ordenou; não se desvie dela, nem para a direita nem para a esquerda, para que você seja bem-sucedido por onde quer que andar. Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só então os seus caminhos prosperarão e você será bem-sucedido. Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”. (Josué 1:7-9)


A palavra “Torá” significa uma “direção” ou “ensino” (Concordância de Young). Muitas direções divinas e ensinamentos foram liberados pelos hebreus como os “oráculos de Deus” (Romanos 3: 2), e seu amor e atenção a eles é refletida nos Salmos: “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios mas tem o seu prazer na Torá de YHWH-o Senhor “(Salmo 1, 1-2); “A Torá de YHWH é perfeita, e refrigera a alma” (Salmo 13: 7); . “A boca do justo fala a sabedoria, e seus língua fala de justiça da Torá do seu Deus está em seu coração; os seus passos não vacilarão” (Salmo 37: 30-31). Só no Salmo 119, a Torá, Lei do SENHOR é mencionada pelo menos 25 vezes!

Festa dos Tabernáculos – lembrando o passado e mirando o futuro

Sábado, dia 03 de outubro, teve início a festa dos Tabernáculos, ou Cabanas, como é mencionado nas Sagradas Escrituras (Lev.23:33-44)

A festa de Sucot/Tabernáculos é, antes de tudo, uma lembrança da maneira como Deus cuidou dos filhos de Israel, quando eles peregrinaram do Egito para a Terra Prometida. Embora eles não tivessem casas permanentes, foram guardados e protegidos por Deus. O Senhor proveu pra eles a cobertura, o alimento diário e tudo o que precisavam durante os 40 anos.

Sucot é também um lembrete de que Deus desceu para habitar entre o seu povo, sendo que a glória Shekinah, era um símbolo visível da sua presença, que enchia o tabernáculo durante a jornada.

Portanto Tabernáculos é tempo de alegria e ação de graças ao Senhor por Sua provisão e sustento, somos lembrados que de fato ainda estamos em habitações temporárias-que, como diz uma velha canção americana, “este mundo não é meu lar, estou apenas de passagem por aqui”. Somos peregrinos aqui na terra. Nossa vida é uma passagem. Essa vida aqui não é a vida real!

Que possamos nestes dias refletir sobre a transitoriedade de nossas vidas, bem como nos alegrarmos ao contemplarmos o dia em que o Tabernáculo de Deus estará novamente no meio dos homens.

E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles e será o seu Deus. E Deus limpará de seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor, porque as primeiras coisas são passadas.

(Apocalipse 21:3,4)

Sukkoth in Kfar Etzyon, Gush Etzyon, Israel.סוכות בכפר עציון, גוש עציון, ישראל

A vocação de Berlim

Hoje é um feriado importante aqui na Alemanha. O país comemora o dia da unidade alemã, que nesse ano celebra 30 anos da reunificação. Pra comemorar deixo aqui um texto sobre Berlim que acabei de traduzir. É o ponto de vista de um intercessor!

A vocação de Berlim
A história de Berlim, agora nossa capital e sede de
governo do nosso país remonta ao século XIII.
A história alemã foi feita em Berlim de muitas maneiras. Muitos
debates culturais e políticos, bem como disputas ideológicas
têm sua origem aqui em Berlim e isso ainda é verdade hoje.
A cidade passou por muitos momentos de convulsão.
A divisão da Alemanha, com a construção do Muro, não foi experimentado tão diretamente em nenhum outro lugar senão Berlim, como um
realidade tangível e dolorosa.
Com a reunificação da Alemanha, Deus abriu um novo
capítulo e Berlim se tornou a “cidade da unidade” e um
símbolo do derramamento da graça de Deus e operação de milagres.

A mensagem que chega até nós de Berlim é que o que Deus tem
feito ali, Ele pode fazer em qualquer outro lugar do mundo. Não somente
liderança política, mas também espiritual, deve ser evidente nesta
cidade, junto com um espírito de servo e entendimento sábio.
Berlim precisa do nosso amor e da ajuda e orientação de Deus. o
o destino e o futuro de Berlim são importantes para todos nós.

Oremos para que os planos redentores de Deus pra Berlim e pra Alemanha se cumpram.

FONTE: Sentinela alemã

Vida ou morte: A escolha é sua!

15 “Agora ouçam! Hoje lhes dou a escolha entre a vida e a morte, entre a prosperidade e a calamidade. 16 Pois hoje ordeno que amem o Senhor, seu Deus, e guardem seus mandamentos, decretos e estatutos, andando em seus caminhos. Se o fizerem, viverão e se multiplicarão, e o Senhor, seu Deus, abençoará vocês e a terra em que estão prestes a entrar para tomar posse dela.

17 “Se, contudo, seu coração se desviar e vocês se recusarem a ouvir, se forem levados a seguir e adorar outros deuses, 18 eu os advirto hoje de que certamente serão destruídos. Não terão uma vida longa e boa na terra que estão atravessando o Jordão para ocupar.

19 “Hoje lhes dei a escolha entre a vida e a morte, entre bênçãos e maldições. Agora, chamo os céus e a terra como testemunhas da escolha que fizerem. Escolham a vida, para que vocês e seus filhos vivam! 20 Façam isso amando, obedecendo e apegando-se fielmente ao Senhor, pois ele é a sua vida! Se vocês o amarem e lhe obedecerem, ele lhes dará vida longa na terra que o Senhor jurou dar a seus antepassados Abraão, Isaque e Jacó”. (Dt. 30:15-20 NVT)

Neste texto das Escrituras podemos entender que a vida exige uma escolha. Deus desde o início instruiu o seu povo a escolher a vida e não a morte. Não podemos simplesmente nos submeter passivamente às circunstâncias com a atitude “o que vier será “. Deus deixa bem claro que cada um de nós temos que decidir entre vida e bênção, morte e maldição. Não fazer escolha é escolher, escolher errado. Portanto, escolha uma vida tendo Deus como o centro e Sua Palavra como guia em suas decisões.

A maior decisão que fiz na minha vida foi de receber Jesus Cristo, como Rei e Senhor de minha vida. Meu desejo e oração é que você também escolha a vida que está em Cristo!

O Livro de Jonas e o Yom Kippur

O profeta Jonas é lido nas sinagogas na tarde de Yom Kippur. Talvez a razão mais importante seja que o livro aponta especificamente para o amor de Deus pelas Nações, e para a verdade de que Sua mensagem de arrependimento pelos pecados, expiação e perdão se estende não somente a Israel, mas a todos os filhos de Adão.

Desde o início, uma parte do chamado especial de Israel foi que através dele surgiria uma “Luz para as nações”, e nela “todas as famílias do mundo seriam abençoadas”. O Deus de Israel é também o Deus criador de todas as nações! E é propósito d’Ele que todos os povos alcance a redenção através de Jesus, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!

Lendo o profeta podemos entender o quão amoroso e compassivo é Deus. Mesmo uma nação pecaminosa e cheia de maldade, pode ser alcançada pelo seu amor e misericórdia.

Assim como nos dias de Jonas, é propósito do Deus de Israel hoje, compartilhar as boas novas da provisão de Deus através de seu Filho, Jesus Cristo, em todos os cantos da terra.

A Oração de Jonas

Então, de dentro do peixe, Jonas orou ao Senhor, seu Deus, e disse:

Em minha angústia, clamei ao Senhor,
e ele me respondeu.
Gritei da terra dos mortos,
e tu me ouviste.
Nas profundezas do oceano me lançaste,
e afundei até o coração do mar.
As águas me envolveram;
fui encoberto por tuas tempestuosas ondas.
Então eu disse: ‘Tu me expulsaste de tua presença
e, no entanto, olharei de novo para teu santo templo’.

“Afundei debaixo das ondas,
e as águas se fecharam sobre mim;
algas marinhas se enrolaram em minha cabeça.
Afundei até os alicerces dos montes;
fiquei preso na terra,
cujas portas se fecharam para sempre.
Mas tu, ó Senhor, meu Deus,
me resgataste da morte!
Quando minha vida se esvaía,
me lembrei do Senhor,
e minha oração subiu a ti
em teu santo templo.
Os que adoram falsos deuses
dão as costas para as misericórdias de Deus.
Eu, porém, oferecerei sacrifícios a ti com cânticos de gratidão
e cumprirei todos os meus votos,
pois somente do Senhor vem o livramento”.

1Então o Senhor ordenou que o peixe vomitasse Jonas na praia. (Bíblia Sagrada – NVT)

O Ano novo judaico

De acordo com a Bíblia, há apenas um ano novo judaico e não é em setembro. “Agora YHVH disse a Moisés e Arão na terra do Egito: ‘Este mês será o começo de meses para vocês; deve ser o primeiro mês do ano para você … Neste dia do mês de Aviv, você está prestes a sair”(Êxodo 12: 1-2; 13: 4).

Este calendário hebraico determinado por Deus (com o ano novo sendo na Páscoa) foi observado nos dias de Ester e Mordecai. O lançamento de sortes (o purim) começou “no primeiro mês, que é o mês de nisã” (nome babilônico para aviv, nome bíblico; Ester 3: 7). Os judeus do Império Persa nos dias da rainha Ester ainda celebravam o Ano Novo bíblico judaico na primavera, quatorze dias antes da festa da Páscoa.

Mas a influência da Babilônia e do Exílio Babilônico aumentou muito. Os judeus da Diáspora gradualmente se afastaram das fundações bíblicas em várias áreas (https://davidstent.org/the-blast-of-the-shofar/). O calendário hebraico era uma dessas áreas. Nomes do calendário babilônico (baseados em demônios babilônios) foram substituídos por nomes hebraicos bíblicos. O primeiro mês no calendário hebraico de Aviv foi renomeado para nisan (do acadiano nisānu, que significa “santuário” ou “sacrifício”, ou possivelmente do sumério nisag que significa “primícias”). O sétimo mês do calendário hebraico, Eitanim (“os fortes”), foi renomeado para Tishrei (da palavra acadiana tašrītu ou “início”). Este processo de substituição é reconhecido no Talmud de Jerusalém: “Pois o Rabino Hanina disse: ‘Os nomes dos meses vieram com eles da Babilônia'” (TJ, Rosh Hashanah, 1: 2, 56d).

No século II dC, as autoridades rabínicas codificaram a data do Ano Novo judaico, mudando-o da data bíblica da primavera para uma data de outono, a fim de se ajustar melhor às tendências sociais babilônicas politicamente corretas. O rabino Judah, o Príncipe (o editor da Mishná) fez uma tentativa corajosa de justificar um desvio óbvio da data bíblica do Ano Novo, quando proclamou por volta de 200 d.C. que na verdade há um monte de Ano Novo. Ele explicou que há “quatro anos novos – no primeiro dia de nisã é o ano novo para reis e festivais; no primeiro dia de Elul é o Ano Novo do dízimo do gado…; no primeiro dia de Tishrei é o Ano Novo para anos, para a liberação e para os anos do jubileu, para a plantação e para o dízimo de vegetais; no primeiro dia de Shevat é o Ano Novo das árvores ”(TB, Tractate Rosh Hashanah, Mishná 1, 2a).

A dinâmica de fazer cirurgia plástica no coração e nos mandamentos de Deus é muito humana. Nos dias de Jeremias, YHVH alertou sobre esta tendência: “Porque o meu povo cometeu dois males: Me abandonaram, a Fonte de águas vivas, para cavar para si cisternas, cisternas rotas que não retêm as águas” (Jeremias 2: 13).

A decisão da liderança espiritual de Israel de primeiro se rebelar contra Davi e depois abandonar aspectos do calendário bíblico foi uma violação das diretrizes bíblicas. Surpreendentemente, os judeus messiânicos em geral compraram as tradições da comunidade rabínica e judaica em relação a “Rosh Hashaná”. Está se tornando cada vez mais chique para alguns cristãos evangélicos fazerem o mesmo.

FONTE: https://davidstent.org/words/morphing-the-torah/

O Líbano precisa urgentemente de ajuda!

A situação em Beirute está em um nível crítico e ajuda urgente é necessária depois que uma grande explosão destruiu a maior parte da cidade em 4 de agosto de 2020, deixando 177 mortos, 6.000 feridos e mais de 300.000 desabrigados. Uma testemunha disse que a explosão foi como 15 anos de guerra em 15 segundos.

Os missionários BTJ* foram os primeiros a responder. A BTJ trabalha no Líbano há vários anos, fornecendo suporte e alimentando os famintos, então eles estavam no local prontos para ajudar.

O que a maioria das pessoas não sabe é que o Líbano estava em crise muito antes da explosão. Em 2019, cerca de metade do país vivia abaixo da linha da pobreza e mais de meio milhão de crianças morriam de fome. Agora, após a explosão, esse número deve aumentar exponencialmente.

“A situação no Líbano está ruim há muito tempo”, disse um missionário do BTJ em Beirute. “O preço da comida está subindo e as pessoas não têm dinheiro. Duas coisas são necessárias agora – pão para o corpo e pão para a vida. ”

A destruição não está apenas em Beirute. Isso continua por milhas. Três grandes hospitais estão fora de serviço e menos da metade de todos os centros de saúde podem fornecer serviços completos. As mercearias estão vazias. O transporte está quase todo fechado. Os serviços governamentais estão fora de serviço. Protestos violentos estão ocorrendo agora nas ruas.

Para muitos, parece o fim do mundo. É por isso que os missionários BTJ estão adotando uma abordagem pessoal. Eles imediatamente começaram a ir de casa em casa, fornecendo pacotes de cuidados de emergência para os necessitados. Não estamos fazendo distribuição em massa, mas tentando construir relacionamentos com os indivíduos que mais sofrem. Podemos não ser capazes de ajudar a todos, mas aqueles que estamos ajudando – queremos ajudá-los realmente.

Os missionários da BTJ estão fornecendo pacotes de ajuda com alimentos, óleo de cozinha e itens de saneamento. Eles também estão distribuindo vales-alimentação e ajudando a limpar a área do desastre. Eles ajudaram a comprar portas e janelas e reconstruir casas para torná-las habitáveis ​​novamente.

Com o apoio dos Gatekeepers da BTJ, a BTJ continuará trabalhando no Líbano para ajudar aqueles que mais precisam. BTJ GateKeepers são parceiros mensais que permitem aos missionários responder imediatamente a desastres como o de Beirute. Para saber mais sobre como se tornar um BTJ GateKeeper basta acessar http://www.backtojerusalem.com/gatekeeper

(*) BTJ, iniciais da Missão Back to Jerusalem (De Volta a Jerusalem) Missão que tem como alvo países da janela 10/40 e povos não alcançados.

FONTE: Back to Jerusalem

A grandeza e a humildade de Deus: uma combinação perfeita.

Quem é como o Senhor, nosso Deus, que habita nas alturas; que se curva para ver o que está nos céus e na terra; que do pó levanta o pequeno e, do monturo, ergue o necessitado, para o fazer assentar com os príncipes, sim, com os príncipes do seu povo; que faz com que a mulher estéril habite em família e seja alegre mãe de filhos? Louvai ao Senhor!

Existem dois aspectos da natureza de Deus que parecem tão diferentes e, no entanto, estão tão lindamente combinados Nele. O primeiro é Sua grandeza elevada: Ele está sentado no trono muito acima da terra. A outra é Sua terna compaixão e preocupação pelos pobres e necessitados. O mesmo que está sentado no trono levanta os pobres do pó. Ele levanta o necessitado do monte de cinzas. Ele os acomoda com príncipes. E Ele também se preocupa com a mulher estéril. Ele a instala em um lar, uma feliz mãe de filhos.

Muitas vezes pensamos em Deus como uma pessoa severa e incrível. É verdade, Ele é, mas há outro lado de Seu caráter: Ele é tão terno e compassivo, tão generoso. Ele se rebaixa ao mais baixo e ama exaltá-los a uma posição ao lado de Si mesmo.

Portanto, não desanime se você parecer pobre ou insignificante ou se houver uma necessidade profunda em sua vida. Lembre-se da terna misericórdia e compaixão de Deus. Ele é totalmente acessível àqueles que o buscam com todo o coração.

Deus se importa com cada detalhe de sua vida, até mesmo com o quem você irá se encontrar hoje ou o que você irá comer.

Medite nessas verdades pois elas são bálsamo pra nossa alma e refrigério pra nossa mente.

O acordo Abraão, um acordo de paz entre Israel, Emirados árabes e Bahrein foi assinado nos EUA.

O dia 15 de setembro foi um dia histórico. Foi assinado o acordo de paz entre Israel, Emirados árabes e Bahrein.

Além de Donald Trump, estiveram presentes na cerimônia Benjamin Netanjahu, Abdulla Bin Zayed e Hamad bin Isa Al-Khalifa. Respectivamente, líderes de Israel, Emirados árabes e Bahrein.

Nestes 72 anos do renascimento do estado de Israel, esse é o terceiro tratado de paz entre Israel e países árabes.

Segundo o Jerusalem Post, foram três documentos ao todo: a declaração dos Acordos de Abraão; a Declaração de Paz, Cooperação e Relações construtivas Diplomáticas e Amigas entre o Reino do Bahrein e o Estado de Israel; e o Tratado de Paz, Relações Diplomáticas e Normalização Plena entre os Emirados Árabes Unidos e o Estado de Israel. O primeiro documento tinha 210 palavras, o segundo cerca de 460, e o tratado de paz com os Emirados Árabes Unidos tinha nove páginas.

Netanjahu, Zayed e Hamad bin Isa Al-Khalifa