O Poema de Deus

(Tempo de Leitura: 2 minutos)

Há uma bela palavra em grego que é usada apenas DUAS vezes em todas as Escrituras do Novo Testamento. É a palavra poema, da qual derivamos a palavra correlata em português “poema”. Pode ser traduzido como “artesanato, arte, artesanato, criação, criatividade …”

É algo próximo ao conceito no hebraico de מְלֶאכֶתמַחֲשָׁבֶת, m’lechetmakhshevet, que significa “obra bem pensada ou planejada” – referindo-se ao artesanato do grande artista Bezalel na construção dos ornamentos do Tabernáculo (Êxodo 35.33; cf. Efésios 2.21; 2 Reis 16.10).

Beleza estonteante

O primeiro uso de poema se refere à criação física.

Romanos 1.20 – Os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas…

Neste verso “as coisas que foram criadas” são poema. A criatividade do criador é vista em sua criação. O coração de qualquer artista é visto em sua obra de arte. A beleza estonteante da criação natural é o poema de Deus. É a sua canção.

A Obra Genial de Deus

O segundo uso da poema refere-se ao trabalho genial de Deus ao nos transformar de pecadores rebeldes e devassos em vasos de graça e glória. Através da criação, Deus mostra seu poder divino. Através do trabalho da cruz, ele mostra seu espantoso amor. Somos a arte máxima da engenhosidade de Deus.

Efésios 2.10 – Pois somos feitura [“poema” – obra-prima] dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou…

Se nos submetermos à obra de Deus em nossas vidas, ele nos transformará em uma bela obra de arte. Como a criação física era “boa” e a criação do homem era “muito boa”, assim a nova criação de Deus em nossos corações será “excelente”. Na verdade, será incrível.

Nós juntos seremos mais bonitos que as vestes sacerdotais do tabernáculo, e mais gloriosos que um arco-íris brilhante. Ao seguirmos a liderança do Espírito Santo, nos tornaremos a canção de Deus, seu “poema”.

Nós somos a imagem que Deus está pintando.

AUTOR: Asher Intrater

Beleza estonteante – Edmundsklamm, CZ (Foto: Mari Kern)

O Significado da palavra “Maranata”

A expressão “maranata”  (I Coríntios 16:22, Apocalipse 22:20) é um grito de fé e de oração pela vinda do Senhor, e é geralmente traduzida como “Vem, Senhor!”  A palavra está ligada às orações “Que venha o teu reino “(Mateus 6:11) e” Bendito o que vem “(Mateus 23:39).

Embora esta palavra seja encontrada no texto original grego da Nova Aliança, ela não é grega, mas aramaica. Quase toda a Lei e os Profetas (Tanakh) estão escritos em hebraico, exceto algumas partes que estão em aramaico, a maioria em Daniel. A palavra “Maran” significa Senhor, e “atha” significa vir.

Nos Profetas há duas descrições quanto à vinda do Messias. Uma delas é a versão “humilde” em:

“Eis que o teu rei virá a ti, justo e com a salvação, humilde e montado num jumento.” – Zacarias 9: 9

Através dos evangelhos entendemos isso ter se cumprido em Yeshua/Jesus, em Sua entrada em Jerusalém antes da Sua crucificação (Mateus 21: 5).

A outra descrição é o Messias em glória.

“…e eis que vinha com as nuvens do céu um como o Filho do Homem…foi lhe dado domínio, e glória e o reino…”   (Daniel 7:13,14)

Yeshua em seu testemunho diante dos sumos sacerdotes (Mateus 26:64) e em Seu sermão sobre o fim dos tempos (Mateus 24:30), refere-se a si mesmo como o filho do homem vindo sobre as nuvens do céu, em glória. Ambas as citações estão se referindo a profecia de Daniel 7.

Essa passagem em Daniel está em aramaico e a palavra para “vir” é  “atha”. O grito de “Maranata” na Nova Aliança é também uma referência a Daniel 7. É, em essência, uma proclamação de fé, dizendo: “Yeshua, tu és o Senhor, o Maran”. “Nós acreditamos que você  virá” atha “em poder e glória sobre as nuvens do céu, como descrito em Daniel 7: 13-14.  Estamos orando pelo cumprimento destas profecias e estamos convidando-o  a vir novamente. ”

Maranata, Amém!

(Asher Intrater)

 

 

P1060224

Significado e importância da palavra AMÉM!

A palavra amém é derivada do verbo hebraico “aman”. Deste mesmo verbo derivam as palavras para “crer”, “confiar” e  “ter fé”.

“Aman” é formada por três letras: Álefe, Mem e Nun

(veja as letras na figura abaixo)

amem-letras hebraicas

Quando adoradores dizem “Amém” eles estão afirmando, endossando ou apoiando o assunto. Eles estão dizendo, “isto é digno de confiança”; isto é confiável, sólido, permanente, durável; afirmo-o como verdadeiro; permita Deus que isso aconteça.

A palavra Amém é encontrada 30 vezes nos textos Massoréticos do Antigo Testamento e 119 vezes no Novo Testamento.

Em Apocalipse 3 verso 14 Jesus refere-se a si mesmo como o AMÉM, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus. Daí entendemos a importância da palavra, que é usada não só pelos fiéis aqui na terra, como também pelos anjos, serafins e outros seres celestiais (p.e. Apocalipse 5:14).

JESUS É O AMÉM DE DEUS!

Aqui estão alguns exemplos que encontramos da palavra Amém nas escrituras sagradas:

Bendito seja o Senhor, o Deus de Israel, de eternidade a eternidade”. Então todo o povo exclamou: “Amém!” e “Louvado seja o Senhor!” (1 Cr. 16:36)

Esdras louvou o Senhor, o grande Deus, e todo o povo ergueu as mãos e respondeu: “Amém! Amém!” Então eles adoraram o Senhor, prostrados, rosto em terra. (Neemias 8:6)

Bendito seja o Senhor para sempre! Amém e amém (Salmo 89:52)

“Ele nos ama e nos libertou dos nossos pecados por meio do seu sangue,  e nos constituiu reino e sacerdotes para servir a seu Deus e Pai. A ele sejam glória e poder para todo o sempre! Amém.

Eis que ele vem
com as nuvens,
e todo olho o verá,
até mesmo aqueles
que o traspassaram;
e todos os povos da terra
se lamentarão por causa dele.
Assim será! Amém.”   (Apocalipse 1:5-7)

A graça do Senhor Jesus seja com todos. Amém. (Apocalipse 22:21)

O Significado da palavra AMÉM

A palavra amém é derivada do verbo hebraico “aman”. Deste mesmo verbo derivam as palavras para “crer”, “confiar” ou “ter fé”.

“Aman” é formada por três letras: Álefe, Mem e Nun (veja as letras na figura abaixo).

Quando adoradores dizem “Amém” eles estão afirmando, endossando ou apoiando o assunto. Eles estão dizendo, “isto é digno de confiança”; isto é confiável, sólido, permanente, durável; afirmo-o como verdadeiro; permita Deus que isso aconteça.

A palavra Amém é encontrada 30 vezes nos textos Massoréticos do Antigo Testamento e  119 vezes no Novo Testamento.

Aqui estão alguns exemplos que encontramos da palavra “Amém” nas escrituras:

Bendito seja o Senhor, o Deus de Israel, de eternidade a eternidade”. Então todo o povo exclamou: “Amém!” e “Louvado seja o Senhor!” (1 Cr. 16:36)

Esdras louvou o Senhor, o grande Deus, e todo o povo ergueu as mãos e respondeu: “Amém! Amém!” Então eles adoraram o Senhor, prostrados, rosto em terra. (Neemias 8:6)

Bendito seja o Senhor para sempre! Amém e amém  (Salmo 89:52)

“Ele nos ama e nos libertou dos nossos pecados por meio do seu sangue, e nos constituiu reino e sacerdotes para servir a seu Deus e Pai. A ele sejam glória e poder para todo o sempre! Amém.

Eis que ele vem
    com as nuvens,                             amem-letras hebraicas
e todo olho o verá,
até mesmo aqueles
    que o traspassaram;
e todos os povos da terra
    se lamentarão por causa dele.
Assim será! Amém.”

(Apocalipse 1:5-7)

A graça do Senhor Jesus seja com todos. Amém. (Apocalipse 22:21)

 

Shalom2

Se voce colocar a palavra “Shalom” no googlesearch, quase todos os links trarão o mesmo significado.

Mas a poucos dias recebi de uma amiga um pequeno comentário do Dr. Eli, que é professor de hebraico em Israel, sobre a palavra Shalom:

É algo intrigante que a palavra  Shalom (Raiz: SH-L-M) está conectada com verbos como “leHaShlim”, que significa “completar o que está faltando” e  “leShalem” que significa fazer um pagamento.

Assim sendo, quando lemos nas escrituras, “Paz seja contigo!” (Shalom Aleichem) sabendo que a palavra Shalom está ligado não só à paz, mas também com a realização de algo que falta ou uma conta paga em nosso nome, ajuda-nos a compreender os ensinamentos bíblicos e contexto  muito melhor do que poderiamos antes”.

Shalom é o resultado de uma convivência harmônica com Deus. O fruto dessa harmonia é harmonia com os outros, prosperidade, saúde, satisfação, enfim um sentimento de bem-estar e plenitude.

Com este novo entendimento saúdo a todos com um caloroso Shalom!

E deixo pra sua meditação um verso bíblico, que é um de meus preferidos, em Efésios 2 vs. 14:

 Porque ele é a nossa paz (Shalom), o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio, na sua carne desfez a inimizade…” (AA)

SHALOM