O Livro de Jonas e o Yom Kippur

O profeta Jonas é lido nas sinagogas na tarde de Yom Kippur. Talvez a razão mais importante seja que o livro aponta especificamente para o amor de Deus pelas Nações, e para a verdade de que Sua mensagem de arrependimento pelos pecados, expiação e perdão se estende não somente a Israel, mas a todos os filhos de Adão.

Desde o início, uma parte do chamado especial de Israel foi que através dele surgiria uma “Luz para as nações”, e nela “todas as famílias do mundo seriam abençoadas”. O Deus de Israel é também o Deus criador de todas as nações! E é propósito d’Ele que todos os povos alcance a redenção através de Jesus, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!

Lendo o profeta podemos entender o quão amoroso e compassivo é Deus. Mesmo uma nação pecaminosa e cheia de maldade, pode ser alcançada pelo seu amor e misericórdia.

Assim como nos dias de Jonas, é propósito do Deus de Israel hoje, compartilhar as boas novas da provisão de Deus através de seu Filho, Jesus Cristo, em todos os cantos da terra.

A Oração de Jonas

Então, de dentro do peixe, Jonas orou ao Senhor, seu Deus, e disse:

Em minha angústia, clamei ao Senhor,
e ele me respondeu.
Gritei da terra dos mortos,
e tu me ouviste.
Nas profundezas do oceano me lançaste,
e afundei até o coração do mar.
As águas me envolveram;
fui encoberto por tuas tempestuosas ondas.
Então eu disse: ‘Tu me expulsaste de tua presença
e, no entanto, olharei de novo para teu santo templo’.

“Afundei debaixo das ondas,
e as águas se fecharam sobre mim;
algas marinhas se enrolaram em minha cabeça.
Afundei até os alicerces dos montes;
fiquei preso na terra,
cujas portas se fecharam para sempre.
Mas tu, ó Senhor, meu Deus,
me resgataste da morte!
Quando minha vida se esvaía,
me lembrei do Senhor,
e minha oração subiu a ti
em teu santo templo.
Os que adoram falsos deuses
dão as costas para as misericórdias de Deus.
Eu, porém, oferecerei sacrifícios a ti com cânticos de gratidão
e cumprirei todos os meus votos,
pois somente do Senhor vem o livramento”.

1Então o Senhor ordenou que o peixe vomitasse Jonas na praia. (Bíblia Sagrada – NVT)

21 de agosto: Dia importante na História de Missões

P1060649

No dia 21 de agosto de 1732, foram enviados os primeiros missionários de Herrnhut. Interessante é que estamos passando por Herrnhut exatamente neste dia, a caminho da Polônia onde vamos participar de uma conferencia. Aproveitamos a oportunidade e visitamos a igreja dos irmãos morávios onde fizemos essa foto. É uma igreja muito simples, todavia está sempre aberta pra receber as pessoas que passam por aqui…

Publicado em Biografia, Escrituras Sagradas

A Bíblia: nosso legado perpétuo

A Bíblia é um presente de Deus pra toda a humanidade. Como declara o salmista  no salmo 119:111 “ela é nosso legado perpétuo, a alegria do nosso coração.” Comecei a amar e ler este livro desde minha infância. Nunca me esqueço do primeiro verso que memorizei, o qual me foi dado pela minha professora de escola dominical, irmã Julia. O verso que caiu em minhas mãos foi Isaías 64:4 – “Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com  ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu Deus além de ti, que trabalha pra todo aquele que nele espera.”     Pois bematé hoje creio que Deus em sua soberania, fez com que eu recebesse estas palavras, as quais tem marcado minha caminhada com Ele até aqui. Não podemos menosprezar as sementes que Deus coloca em nossas mãos, não é mesmo?  É por isso que quando Deus coloca no meu coração o desejo de compartilhar com alguém uma porção de sua palavra, procuro logo fazê-lo. Pois cada semente da palavra tem um poder transcendente que vai além da limitação de nosso entendimento.

Aos 14 anos ouvi Deus me chamando pra ser testemunha d’Ele às nações. Mesmo me sentindo pequena e incapaz me dispus e respondi “eis-me-aqui!”. Ainda hoje recordo-me de um dos textos bíblicos que Ele usou pra falar comigo várias vezes. Este texto foi o capítulo 6 de Isaías, onde lemos sobre o chamado de Deus ao profeta.

Ah, e quantas vezes encontrei refúgio em momentos de solidão, dúvidas e temores, simplesmente ao ler o capítulo 11 de Hebreus e outros capítulos que nos enchem de fé e encorajamento.

Sou eternamente grata ao Senhor, Deus de Abraão, Isaque e Israel pelo poder que existe na Sua palavra!!

Sou grata também pelo povo que Deus usou pra nos dar a sua palavra, o povo hebreu. Sem eles não teríamos hoje esse livro divino.

Pai, te agradeço por cada semente que plantaste na minha vida, desde minha infância até aqui, bem como pelas pessoas que usastes para semear  Tua palavra na minha vida.

Firma os meus passos na tua palavra e não me domine iniquidade alguma.”  (Salmo 119:133) – Que seja essa a nossa a oração hoje e sempre.