De volta a Herrnhut

Graças a Deus por mais uma oportunidade de estar aqui, depois de dois anos e seis meses…

Herrnhut é um dos lugares que sempre vale a pena voltar. Apesar de ser pequena e de aparência simples, possui uma história interessante e atrativa pra quem ama estes dois assuntos, que são “missões e oração”.

Herrnhut é esse lugar pequeno que abençoou e continua a abençoar o mundo. Hoje uma das maiores bases missionárias da Jocum na Europa está localizada aqui. Intercessores se reúnem diariamente pra orar pelas nações e necessidades do corpo de Cristo na terra.

Que o Espírito de Deus continue se movendo por aqui! Tentarei escrever ainda mais um post antes de nossa viagem de volta pra o Oeste da Alemanha.

Em 28.02.2019

Nova onda de perseguição à igreja na China

Em 1º de fevereiro de 2018, os novos regulamentos religiosos da China se tornaram lei oficial. Eles removem dos crentes chineses muito da liberdade conquistada duramente nos últimos 20 anos.

Durante uma visita em dezembro do ano passado, uma de nossas equipes na China reuniu-se com pastores que nos são conhecidos há muito tempo. Eles falaram destes novos regulamentos proibindo qualquer forma de ensino na igreja – o Partido Comunista, em seus novos regulamentos, afirma que o ensino é direito único do governo comunista chinês.

Em duas províncias, muitas igrejas foram informadas de que nenhuma criança pode participar de reuniões, e até bebês foram banidos da escola dominical. Líderes cristãos tem sido removidos, muitas Bíblias confiscadas, até mesmo algumas igrejas tem sido fechadas. Outro pastor relatou que ele havia sido informado de que qualquer reunião com mais de dez pessoas teria que pagar uma multa para cada um dos crentes no equivalente a 1.000 libras.

Alguns leitores podem achar isso difícil de acreditar, mas um ditado chinês explica: o modelo da China para o mundo é ser “solto (aparentemente!) por fora e apertado por dentro”.

Precisamos ver a dinâmica espiritual em tudo isso: a igreja da China está crescendo mais rápido do que nunca, e está desempenhando um papel significativo em alcançar as nações fora da China. Essa é a causa desta batalha espiritual.

COMO PODEMOS ORAR?

Pelas autoridades na China em sua busca por novas políticas religiosas. Oremos também para que a igreja tenha muita sabedoria sobre como lidar com a nova situação.

 

FONTE:  Derek Prince Ministries

 

Testemunho emocionante de uma mulher do Irã

Algo impressionante está acontecendo na nação iraniana. Milhares de pessoas tem se convertido a Cristo todos os dias. No meio destes se encontram muitas mulheres, como Bahar.  Compartilho hoje aqui o desafiante testemunho de Bahar, uma mulher cristã do Irã.


É algo sublime e maravilhoso ser mulher. E é algo maravilhoso ser uma iraniana. Mas, é muito difícil ser mulher no Irã.
Uma mulher no Irã tem pouca identidade e segurança. Você tem medo do inferno não  importa o quanto esforce e o que faça pra agradar a Deus. Existem muitas regras contra nós.
Como uma mulher do Irã, você é forçada a cobrir seu cabelo, braços e pernas. Você é ensinada que não pode se parecer alegre porque as pessoas irão julgá-la com uma pessoa vulgar, barata.
Raramente você recebe encorajamento por ser quem é. Louvor pertence aos homens.
Mulheres enfrentam a dor do parto, mas a criança pertence ao homem.
As mulheres devem aceitar que seus esposos tenham permissão de ter até quatro esposas. E se uma mulher é apanhada em adultério, é a mulher que é castigada, não o homem.

Mulheres iranianas estão cansadas. Estamos cansadas de descriminação, cansadas de não ser notadas, cansadas de todas as lagrimas escondidas e cansadas de sentir que nunca somos ouvidas.

Gostaríamos de ser homens.

Agora imagine ouvindo o evangelho no meio de uma vida como essa?  Jesus vem e transforma tudo pra uma mulher iraniana – certamente ele fez isso comigo!

Fui ensinada que as mulheres devem permanecer em silencio. Mas Jesus nos diz pra falarmos d’Ele.

Fui ensinada que mulheres devem lamentar, prantear. Mas Jesus nos dá alegria!

Fui ensinada que você não deve confiar em nenhum homem. Mas o amor de Jesus ensina-nos a amar e confiar nos outros.

Fui ensinada que Deus está longe. Mas Jesus nos quer perto e nos pede pra compartilhar com ele nossos corações.

(Bahar é uma cristã iraniana, uma entre as milhares que tem se convertido nos últimos anos).

Um milhão de muçulmanos enche ruas para ouvir acerca de Jesus, bem no centro do islamismo radical

DENVER, Colorado, EUA — Numa época em que os terroristas muitas vezes miram cristãos e o islamismo radical está manchando muçulmanos que amam a paz, uma televangelista neopentecostal corajosa está construindo pontes em lugares tão perigosos que a maioria dos turistas evita visitar.

Marilyn Hickey, a famosa televangelista americana que ensina sobre a Bíblia, acredita que esses lugares perigosos são território fértil para plantar sementes de amor.
A fundadora dos Ministérios Marilyn Hickey recentemente disse ao noticiário da Rede de Televisão Cristã nos EUA acerca de sua viagem à Karachi, no Paquistão.
“Eu amo os muçulmanos e eles me amam,” Hickey disse. “Está além da minha imaginação que teríamos um milhão de pessoas numa única reunião!”
Mas é exatamente isso o que aconteceu. Um milhão de muçulmanos encheu as ruas de Karachi para ouvir essa avó de 85 anos compartilhar a Boa Notícia de Jesus.
“As pessoas podem não saber seu nome, mas Jesus sabe,” Hickey disse à multidão.
Perguntamos a ela como as pessoas reagiram à mensagem dela.
“Eles batem palmas e ficam emocionados. Oh, sim, Jesus sabe seu nome, onde você está, quem você é, ele tem um plano e destino em sua vida. Tenho minha Bíblia, Salmo 139, “Ele formou você” e Ele tem um compromisso e destino divino para todos os seres humanos,” ela disse.
Hickey começou a pregar numa pequena igreja de Denver, a qual cresceu e se transformou num ministério de televisão internacional que está hoje alcançando o mundo muçulmano.
“Antes disso tudo estar uma bagunça, Deus falou comigo para que eu orasse pelos países muçulmanos. Eu memorizei 40 países e orei todos os dias durante quatro anos ou mais. Então Deus começou a me enviar a esses lugares,” ela nos disse.
“Não acho que devemos assistir ao noticiário. Temos de mudar as notícias,” ela acrescentou.
Hickey dá toda a glória a Jesus, e por meio dele ela diz que suas reuniões de massa experimentam inúmeros milagres.
“Isso é positivo: O Corão diz que Jesus cura, então quando fazemos propaganda e dizemos ‘Venham e sejam curados,’ eles vêm para ser curados,” ela disse.
“Não me pergunte a razão. Eles me chamam de Mãe. Os muçulmanos me chamam de mãe do Paquistão,” Hickey disse.
“Esse é o favor de Deus, mas não faço concessões. Digo como Jesus morreu por seus pecados, ressuscitou dos mortos. Se você se arrepender e crer nisso Ele entrará no seu coração. Não é uma mensagem que faz concessões, mas uma mensagem de cura para o espírito, alma e corpo,” ela acrescentou.
Enquanto isso, a viagem de Hickey a essa região islâmica extremista foi tão profunda que até a imprensa secular deu atenção.

Traduzido por Julio Severo do original em inglês da Rede de Televisão Cristã nos EUA: Why a Million Muslims Filled the Streets to Hear About Jesus, Right in the Heart of Radical Islam
Fonte: http://www.juliosevero.com

A Nova Bíblia Holográfica, uma ferramenta criativa pra alcançar nações fechadas

As missões do século XXI estão mudando e a necessidade de levar o Evangelho às áreas menos alcançadas do mundo nunca foi maior.

Muitas nações que atacam agressivamente os cristãos estão usando tecnologia recente e técnicas de vigilância para parar o crescimento do cristianismo e distribuição de materiais cristãos. Muitas nações entre China e Jerusalém (como a Arábia Saudita, Cazaquistão, Irã e Coreia do Norte) estão usando tecnologia moderna para manter suas fronteiras firmemente fechadas e impedir a mensagem do Evangelho entre.

Devido aos crescentes desafios em países fechados, desenvolvemos a ferramenta final para colocar a Bíblia nas mãos daqueles que dela necessitam. Depois de investir em horas de pesquisa e desenvolvimento, BTJ agora tem uma ferramenta que está mudando o jogo para sempre.

Nos últimos anos, o Senhor nos deu ideias e nos deu sonhos de como alcançar as pessoas de maneiras que nunca foram feitas antes. Esses não são apenas sonhos. A equipe de R & D ajudou a tornar esses sonhos realidade. Hoje, a equipe de R & D da BTJ desenvolveu efetivamente novos itens eletrônicos que nunca foram vistos antes.

Estes novos dispositivos são desenvolvidos em segredo e não são abertamente anunciados com fotos ou vídeos, para que eles possam ser contrabandeados em países fechados. É muito difícil para agentes personalizados parar itens de entrar em seu país, os quais eles não sabem o que são.

Como um exemplo, desenvolvemos uma e-bíblia pra Coréia do Norte que pode durar até 7 anos sem ser preciso carregamento ou troca de bateria.

Não há nada no mercado de consumo como isto. A e-bíblia não se parece com uma Bíblia e tem medidas de segurança adicionais para manter o conteúdo invisível, a menos que a senha correta seja inserida.

Outro item que usamos é um dispositivo de Wi-Fi do tamanho de bolso pessoal que permite que telefones, tablets e laptops baixem a Bíblia, filmes cristãos e música. O dispositivo não conecta o usuário à Internet, mas apenas a uma biblioteca segura que está cheia de itens evangélicos em seu próprio idioma.

Nossa nova ferramenta é como nada nunca visto antes e certamente  será uma bênção para as pessoas em toda a janela 10/40.

Estamos entusiasmados em apresentá-lo à nossa nova Bíblia holográfica. É uma Bíblia extremamente pequena que tem o tamanho de um centavo e projeta a Bíblia inteira no ar à sua frente. A Bíblia holográfica não precisa de baterias nem de ser conectada. Ela produz sua própria energia.

Parece ser bom demais pra ser verdade? Acredite!

A Bíblia holográfica é diferente de qualquer coisa que já vimos antes e é a ferramenta perfeita para colocar a Palavra de Deus nas mãos daqueles que estão vivendo em áreas de extrema perseguição.

Na BTJ, acreditamos que a criatividade que Deus deu ao Seu povo é necessária para levar a mensagem do Evangelho para as áreas do mundo que nunca ouviram Seu nome.

Fonte: Back to Jerusalem – De Volta a Jerusalém

hologram-bible-2-copy

Novas notícias sobre as meninas sequestradas na Nigéria

Um grupo de meninas (a maioria cristã) sequestradas há dois anos e meio pelos terroristas do Boko Haram, na Nigéria, reencontrou os familiares após serem resgatadas. Em abril de 2014, 276 meninas foram raptadas pelos extremistas, que lutam pela erradicação do cristianismo no país e pregam a ruptura completa com a sociedade ocidental. Em vídeos posteriores, o Boko Haram anunciou que as meninas haviam sido obrigadas a se converterem ao islamismo, além de serem dadas como esposas a seus militantes. Um grupo de 21 meninas foram resgatadas pelo governo nigeriano. O reencontro das meninas com suas famílias foi emocionante, marcado por lágrimas, abraços e muita celebração. Uma das resgatadas afirmou que elas ficaram 40 dias sem comida e quase morreram sob ataques aéreos. O governo da Nigéria anunciou que há tentativas em andamento para libertar outras estudantes. 197 meninas ainda estão desaparecidas.

Vamos continuar orando pra que tomas as meninas voltem pra suas famílias!

meninas-da-nigeria

A Saga dos irmãos Morávios – Abraham Durninger

Aproveitando nossa passagem por Herrnhut, fizemos novamente uma visita ao cemitério (Gottes acker/terra de Deus) onde estão enterrados a maioria dos irmãos morávios.

Os túmulos estão todos no mesmo nível, todavia, alguns se destacam por terem uma placa com o nome de quem ali está. Certamente são aqueles que tiveram destaque no meio da comunidade. Um destes é o comerciante Abraão Durninger. Encontrei um texto curto sobre ele em inglês e traduzi aqui pra que conheçam um pouco sobre esse homem, que foi também muito importante pra o desenvolvimento de Herrnhut.


Abraham Durninger era um vendedor de Strassburg(França) que  Zinzendorf conduziu ao Senhor e convidado por ele, em 1747, mudou-se pra Herrnhut. Ele construiu uma fábrica e complexo industrial para a fabricação de sapatos, algodão e produtos de lona, e produtos de madeira (portas, cavaletes, cadeiras, mesas, cruzes, ordem de serviço placas) todos de alta qualidade. Não só foram muitos empregos disponíveis, incluindo postos de trabalho para os deficientes, mas também dinheiro foi levantado para apoiar muitos missionários.


Através de Durninger podemos ver a importância que eles davam ao trabalho e crescimento econômico, não apenas pra seu próprio benefício. Temos aqui um perfeito exemplo da união do trabalho, das missões e da oração.

Deixo abaixo uma foto que fiz, durante nossa caminhada pelo cemitério, observando nomes de irmãos que partiram a mais de 200 anos e estão aguardando a ressurreição!


P1140543

Encontrando o soldado Ken

O encontro aconteceu numa das reuniões da quarta-feira, “Coffee Morning”, como eles chamam na Inglaterra. A reunião cujo o alvo é ter pessoas dos arredores da igreja vindo pra uma conversa informal, havia recebido naquela manhã um grupo de idosos residentes no outro lado da rua. Ken estava entre aquele grupo. Enquanto saboreava uma caneca de chá com bolacha,  ouvi alguém compartilhar que ele era um soldado veterano do Exército da Salvação. Alguém que em sua juventude se colocava de pé nas praças da cidade pregando as boas novas do evangelho. Infelizmente também me fizeram saber que o local de reuniões do Exercito da Salvação na localidade (Kirkby-in-Ashfield), fora vendido alguns anos atrás por falta de membros e dinheiro.

De repente,  mesmo com dificuldade e a voz rouca nosso amigo Ken começou a cantarolar um dos velhos hinos do hinário inglês.

A atitude dele nos animou. Fui até o auditório da igreja catei o violão e um dos hinários que havia por ali. Com a ajuda de uma jovem inglesa encontramos alguns hinos antigos e logo começamos a cantar, primeiro “Quão grande és Tu, depois “Maravilhosa Graça” e mais alguns hinos que eram conhecido por mim em meu idioma materno. Foi um momento especial em que vimos algumas daquelas pessoas com lágrimas nos olhos.

No final fomos nos despedir de Ken que estava todo alegre e agradecido por aqueles momentos de louvor, e até  conseguimos fazer uma foto com ele (veja abaixo).

Nosso desejo e oração é que Deus levante na Inglaterra outros soldados valorosos como Ken, os quais se posicionarão sem medo nas praças e nas ruas proclamando o evangelho da salvação!

P1130581