O Salmo 84 e a história de Herrnhut

Este maravilhoso Salmo faz parte da fundação da pequena Herrnhut; a comunidade dos irmãos morávios. Estes irmãos que fugiam da perseguição, buscando um lugar de refúgio pra viverem sua fé, de repente encontraram neste lugar um refúgio. O Salmo 84 foi o lido no dia de lançamento da pedra fundamental da cidade. 

Estou deixando aqui no blog, porque moramos em Herrnhut nos últimos cinco meses, sou eternamente grata a Deus por isso. 

************************

Quão amáveis são os teus tabernáculos, Senhor dos Exércitos! 2 A minha alma está anelante e desfalece pelos átrios do Senhor; o meu coração e a minha carne clamam pelo Deus vivo. 3 Até o pardal encontrou casa, e a andorinha, ninho para si e para a sua prole, junto dos teus altares, Senhor dos Exércitos, Rei meu e Deus meu.

4 Bem-aventurados os que habitam em tua casa; louvar-te-ão continuamente. (Selá) 5 Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração estão os caminhos aplanados, 6 o qual, passando pelo vale de Baca, faz dele uma fonte; a chuva também enche os tanques. 7 Vão indo de força em força; cada um deles em Sião aparece perante Deus.

8 Senhor, Deus dos Exércitos, escuta a minha oração; inclina os ouvidos, ó Deus de Jacó! (Selá) 9 Olha, ó Deus, escudo nosso, e contempla o rosto do teu ungido. 10 Porque vale mais um dia nos teus átrios do que, em outra parte, mil. Preferiria estar à porta da Casa do meu Deus, a habitar nas tendas da impiedade. 11 Porque o Senhor Deus é um sol e escudo; o Senhor dará graça e glória; não negará bem algum aos que andam na retidão.

12 Senhor dos Exércitos, bem-aventurado o homem que em ti põe a sua confiança.

Salmos 84 Almeida Revista e Corrigida 2009 (ARC)

Saudações de Herrnhut

Chegamos com nossas malas, livros e outras coisinhas, no dia 31 de março em Herrnhut.  Louvamos a Deus por mais uma oportunidade que Ele nos concede de vir  morar aqui.
Herrnhut é uma cidade bem pequena, mas com uma história atrativa e abençoada. Apesar de ter uma população de cerca de 3.500 habitantes apenas, por este lugar passam milhares de pessoas a cada ano. 

Este é o primeiro post que estou enviando daqui. Espero escrever outros nos meses a seguir, durante nossa temporada por aqui. 

Quem sabe possamos nos encontrar por aqui, não é mesmo?

Sejam BEM-VINDOS!!!

Vista parcial de Herrnhut

De volta a Herrnhut

Graças a Deus por mais uma oportunidade de estar aqui, depois de dois anos e seis meses…

Herrnhut é um dos lugares que sempre vale a pena voltar. Apesar de ser pequena e de aparência simples, possui uma história interessante e atrativa pra quem ama estes dois assuntos, que são “missões e oração”.

Herrnhut é esse lugar pequeno que abençoou e continua a abençoar o mundo. Hoje uma das maiores bases missionárias da Jocum na Europa está localizada aqui. Intercessores se reúnem diariamente pra orar pelas nações e necessidades do corpo de Cristo na terra.

Que o Espírito de Deus continue se movendo por aqui! Tentarei escrever ainda mais um post antes de nossa viagem de volta pra o Oeste da Alemanha.

Em 28.02.2019

A Saga dos irmãos Morávios – Abraham Durninger

Aproveitando nossa passagem por Herrnhut, fizemos novamente uma visita ao cemitério (Gottes acker/terra de Deus) onde estão enterrados a maioria dos irmãos morávios.

Os túmulos estão todos no mesmo nível, todavia, alguns se destacam por terem uma placa com o nome de quem ali está. Certamente são aqueles que tiveram destaque no meio da comunidade. Um destes é o comerciante Abraão Durninger. Encontrei um texto curto sobre ele em inglês e traduzi aqui pra que conheçam um pouco sobre esse homem, que foi também muito importante pra o desenvolvimento de Herrnhut.


Abraham Durninger era um vendedor de Strassburg(França) que  Zinzendorf conduziu ao Senhor e convidado por ele, em 1747, mudou-se pra Herrnhut. Ele construiu uma fábrica e complexo industrial para a fabricação de sapatos, algodão e produtos de lona, e produtos de madeira (portas, cavaletes, cadeiras, mesas, cruzes, ordem de serviço placas) todos de alta qualidade. Não só foram muitos empregos disponíveis, incluindo postos de trabalho para os deficientes, mas também dinheiro foi levantado para apoiar muitos missionários.


Através de Durninger podemos ver a importância que eles davam ao trabalho e crescimento econômico, não apenas pra seu próprio benefício. Temos aqui um perfeito exemplo da união do trabalho, das missões e da oração.

Deixo abaixo uma foto que fiz, durante nossa caminhada pelo cemitério, observando nomes de irmãos que partiram a mais de 200 anos e estão aguardando a ressurreição!


P1140543

O Legado dos irmãos Morávios (3)

1922184_284363855047204_1808657316_nCom o crescimento da comunidade, começaram a surgir os problemas.  Nos primeiros cinco anos de sua existência, a comunidade de Herrnhut teve apenas alguns sinais de poder espiritual, um lugar improvável para um avivamento.

Todavia, no dia 13 de agosto de 1727, aconteceu algo que mudou o curso da história de Herrnhut. Nos dias anteriores à reunião, onde celebrariam a ceia, Zinzendorf procurou cada família já que havia muitos conflitos e contendas no meio da comunidade que era composta de pessoas vindas de diferentes grupos.

Rumo a um culto de ceia, em agosto de 1727, a princípio os corações estavam duros… mas alguém procurou se reconciliar com o outro. E isto resultou numa reação em cadeia. Uma reconciliação seguiu após outra. A Ceia do Senhor só pode começar uma hora mais tarde, porque houve muito choro na igreja.

O Espírito de Jesus se manifestou no meio dos irmãos morávios, começando algo que somente Ele podia fazer.

Publicado em Herrnhut/Morávios, Música Cristã Alemã

Canções de Zinzendorf

Ele é reconhecido por ter iniciado um movimento missionário que ainda hoje está dando frutos. O combustível deste mover de missões foi uma vigília de oração 24/7 que durou por mais de 100 anos. Mas nem todos sabem que Zoinzendorf era também um adorador apaixonado, que junto com sua esposa compôs mais de mil canções de louvor a Deus.

Creio que depois de Martinho Lutero, Zinzendorf seja um dos nomes mais lembrados na história do cristianismo na Alemanha.

Incluo abaixo duas estrofes de uma de suas canções, que fala de um tema muito importante, o Sangue de Jesus. Provavelmente este foi um dos hinos mais cantados aqui na Alemanha nos últimos 250 anos. Particularmente, gosto quando cantam no culto essa canção, pois tem uma mensagem muito poderosa.

Jesus, o Teu sangue e Tua justiça

Jesus, o Teu sangue e Tua justiça         CECCCF3401D44BEEB8B5AE67B40BEA26_1_13_17_bp_herrnhaag_01

São minha glória, minha beleza;

Por entre mundos fulgentes, com estes me ataviarei,

E com júbilo a minha cabeça levantarei.

Corajoso, no Teu grande dia me apresentarei,

Pois ninguém me atentará acusação.

Por Teu sangue e Tua justiça estou absolvido –

Do pecado e temor, da culpa e da vergonha.

Abaixo, a canção original em alemão:

Christi Blut und Gerechtigkeit1. Christi Blut und Gerechtigkeit, das ist mein Schmuck und Ehrenkleid; damit will ich vor Gott bestehn, wenn ich zum Himmel werd eingehn.


2. Ich glaub an Jesum, welcher spricht: Wer glaubt, der kommt nicht ins Gericht. Gottlob, ich bin schon frei gemacht, und meine Schuld ist weggebracht.


3. Drum soll auch dieses Blut allein, mein Trost und meine Hoffnung sein; ich bau im Leben und im Tod allein auf Jesu Wunden rot.

4. Und würd ich durch des Herrn Verdienst auch noch so treu in seinem Dienst, gewönn den Sieg dem Bösen ab und sündigte nicht bis ins Grab:


5. so will ich, wenn ich zu Ihm komm, nicht denken mehr an gut und fromm, sondern: da kommt ein Sünder her, der gern für’s Lösgeld selig wär.


6. Wenn nun kam eine böse Lust, so dankt ich Gott, daß ich nicht mußt; ich sprach zur Lust, zum Stolz, zum Geiz: dafür hing unser Herr am Kreuz.


7. Solang ich noch hienieden bin, so ist und bleibet das mein Sinn: ich will die Gnad in Jesu Blut bezeugen mit getrostem Mut.


8. Du Ehrenkönig, Jesu Christ, des Vaters einger Sohn Du bist; erbarme Dich der ganzen Welt und segne, was sich zu Dir hält!

(Erlösungslied, Autor: Nikolaus Ludwig Graf von Zinzendorf (1700 – 1760))

21 de agosto: Dia importante na História de Missões

P1060649

No dia 21 de agosto de 1732, foram enviados os primeiros missionários de Herrnhut. Interessante é que estamos passando por Herrnhut exatamente neste dia, a caminho da Polônia onde vamos participar de uma conferencia. Aproveitamos a oportunidade e visitamos a igreja dos irmãos morávios onde fizemos essa foto. É uma igreja muito simples, todavia está sempre aberta pra receber as pessoas que passam por aqui…

2013-01-02 18.42.18“Porque não temos aqui nenhuma cidade permanente, mas buscamos a que há de vir.”

(Hebreus 13:14 NIV)

O verso acima foi o verso escolhido este ano pelos irmaos Morávios, como o “Losung”, ou seja a senha, palavra-chave para o ano. Eles fazem isso desde  1730. Buscam ao Senhor por um texto na palavra, o qual será o tema do ano.

Quanto a foto, fizemos numa das tardes da primeira semana de 2013, aqui na Alemanha.  Fomos surpreendidos por este lindo por-do-sol, da  janela de onde moramos…

A Palavra-chave para 2013