“Adonai Roi” – O Senhor é o meu Pastor

Quando dizemos: “O Senhor é meu pastor” (Salmo 23), reconhecemos que somos Suas ovelhas. Mas apenas dizer assim não é suficiente, nossas vidas têm que refletir isso. Quando entendemos o relacionamento de um pastor com suas ovelhas, podemos entender melhor o relacionamento de Deus conosco. O problema é que muito poucos de nós têm alguma idéia do verdadeiro papel de um pastor. Quando entendermos o que um bom pastor faz por suas ovelhas – o que significa para o próprio Senhor querer ser nosso Pastor – entenderemos mais profundamente como o Senhor cuida de nós.

Você reconhece que pertence a Ele? Você está pronto para reconhecer que tudo o que você tem e tudo pelo que já trabalhou pertence a Deus? Você é seu administrador e administra as coisas para ele. Visto através de óculos mundanos, isso pode parecer uma situação embaraçosa. O mundo nos tenta a dizer: “É tudo meu; não sou escravo de ninguém; sou livre.” Mas é exatamente disso que se trata. Assim como as ovelhas pertencem a um pastor, Deus é nosso dono e devemos reconhecer isso.

Ele está no comando

No Salmo 100: 3, o salmista escreveu: “Saiba que o Senhor é Deus; ele nos fez, e não nós, seu povo e ovelhas do seu pasto.” Deus nos comprou por um preço; ele nos redimiu. Em Atos 20:28, Paulo deu a ordem aos presbíteros: “Cuidem de vós mesmos e de todo o rebanho de que o Espírito Santo vos designou superintendentes, para pastoreardes a igreja de Deus, que ele adquiriu pelo seus o próprio sangue! “

A Escritura ensina que a verdadeira perfeição vem quando damos a Deus o controle sobre tudo em nossas vidas. Tudo o que temos pertence a ele: ele está no comando. Psicólogos e psiquiatras do mundo secular querem que seus clientes confiem em sua própria força, afirmem-se e não se sujeitem a ninguém. Você diria que a autoconfiança é o caminho para a perfeição.


A Escritura ensina que a verdadeira perfeição vem quando damos a Deus o controle sobre tudo em nossas vidas.


Se não pudermos nos submeter à autoridade de Deus, nunca teremos verdadeira paz e satisfação. Tudo dependeria de nossas circunstâncias, que estão em constante mudança. Ao reconhecer que o Senhor é nosso Pastor e aceitar Sua autoridade em nossas vidas, podemos encontrar a verdadeira liberdade e realização. Com verdadeira gratidão e entusiasmo, como Davi, podemos proclamar: “O Senhor é o meu pastor, nada me faltará.” Eu não tenho falta de nada e tenho tudo que preciso porque o Senhor provê todas as coisas.

Durante a Páscoa, uma das minhas canções favoritas que é cantada no seder é “Dayenu”. Nesta canção, a palavra “Dayenu” é cantada após a descrição de cada milagre que Deus realizou. Significa: “Teria sido o suficiente para nós”. Se olharmos para o Salmo 23: 1, “Dayenu” seria um acréscimo apropriado; podemos dizer sem hesitação: “Adonai Roi, o Senhor é meu Pastor, e isso basta. Dayenu.”



Adonai Roi, o Senhor é meu pastor, e isso é o suficiente. Dayenu.

“O SENHOR é o meu pastor; de nada terei falta”.

FONTE: Chosen People Ministries