Quem é Jesus? (3)

“Seria difícil pensar em uma única pessoa que afetou a história humana mais profundamente do que Jesus Nazaré. Isso por si só tornaria significativo o estudo dele ….. O espírito moderno da investigação histórica não pode ignorar a história de Jesus. Suas pegadas estão sobre todo o cenário ocidental literário, moral e social, e em cada continente. Quem afetou a história mais do que ele? Nenhum outro indivíduo se tornou um elemento tão proeminente da memória humana. Ele tem sido adorado como Senhor por cem gerações.                                                                                                     Através dos séculos Jesus foi relembrado em arquitetura, pintado em afrescos, incrustado em pedra por designers de mosaicos, recebe oração
de exércitos opostos, elogiados de maneiras conflitantes pelos poetas e interpretados de maneira diversa pelos filósofos. A história Ocidental  não seria a história ocidental sem ele. Seria estranhamente  não histórico se os historiadores acidentalmente o ignorassem ou decidissem estudar todos as figuras que esperassem ser quem mais afetou a história ocidental. Na verdade, é mais intrigante quando seu nome é cuidadosamente evitado nos textos de história do ensino médio. A luta intelectual e moral que
que se seguiu a sua vida penetrou em todos os cantos da história intelectual ocidental, psicologia, política e literatura. Não é possível alguém entender  a história humana sem perguntar quem é Cristo, o que ele fez e continua a fazer.

AUTOR:  Watchmen Nee, em seu livro “A vida cristã Normal”

By Sieger Koeder

Publicado em Família

Esperança para os solitários

 Deus faz que o solitário viva em família; liberta aqueles que estão presos em grilhões; mas os rebeldes habitam em terra seca.  (Sl. 68:6)

Estar sozinho é uma condição muito triste; No entanto, no mundo de hoje, existem milhões e milhões de pessoas solitárias. Embora a população da Terra esteja aumentando rapidamente e mesmo que muitas pessoas morem nas grandes cidades, essas grandes cidades e essa nossa terra altamente povoada estão cheias de pessoas solitárias. Você vê, é possível ficar sozinho no meio de uma multidão. É possível ficar sozinho em uma cidade grande. Eu sei, porque conheci muitas pessoas assim.

     Agora, a solidão não é o plano de Deus para a vida do homem. Logo no início da história humana, Deus disse: “Não é bom que o homem esteja sozinho”. Então, para o primeiro homem, ele planejou uma companheira. Essa é a atitude de Deus. Ele quer nos tirar da nossa solidão. Ele quer nos colocar na família de Deus. Ele quer nos dar amigos humanos e companheirismo humano. Esse é o plano dele. Deus coloca os solitários nas famílias. Se somos prisioneiros, Ele nos leva adiante com louvor.

     Mas há um tipo de pessoa que Deus não pode ajudar com a solidão: os rebeldes! Os rebeldes vivem em uma terra seca e queimada pelo sol. Portanto, se você estiver sozinho, tenha em mente que Deus não pode ajudá-lo até que você renuncie à sua rebeldia, até que renuncie ao seu orgulho, à sua vontade e à sua independência e se volte para Deus por Sua misericórdia, e então Ele terá piedade de você e ele te colocará em Sua família.
 
AUTOR:  Derek Prince


Quem é Jesus? (2)

Jesus é SENHOR, digno de adoração e louvor!  A canção abaixo é uma das minhas prediletas, em que cantando posso expressar o meu amor e adoração a Ele!

Maravilhoso é Jesus
Da minha vida a luz
Pois me salvando, me perdoando
Para Sião me conduz

Maravilhoso, sim, maravilhoso!
É Cristo, pois salvou-me a mim!
Maravilhoso e mui glorioso
É Cristo, que vive em mim

Nunca podia saber
Qual é o grande prazer
Dum que perdido, arrependido                                                                                   A graça vem receber

Ele nas trevas me achou
Eternamente me amou
Vida abundante, gozo bastante
Tenho por quem me salvou

Cristo é tudo pra mim
Também será para ti
Vou caminhando, sempre O louvando
Pois Ele salvou-me a mim!

AUTOR: Frida Vingren

Autor: Sieger Koeder

Atualização sobre o coronavírus: presos cristãos que ajudam em Wuhan. Material de ajuda confiscada.

Traduzi e estou postando essas noticias de três dias atrás, para informar e nos desafiar a continuar orando pela China e especialmente pelos cristãos que estão tentando ajudar a população de Wuhan.

⇓  ⇓  ⇓

O Coronavírus é uma praga que ataca a China e está piorando a cada dia. Ontem, sozinho, 86 pessoas morreram com o vírus, elevando o total de mortes para 724. Mesmo que muitas medidas draconianas tenham sido tomadas para impedir a doença, o número total de pessoas infectadas pelo vírus aumenta em cerca de 3.000 pessoas todos os dias.

Infelizmente, o Coronavírus não é a única coisa que assola Wuhan. Agora os cristãos que foram ajudar estão sendo presos e sua ajuda confiscada.

O BTJ está enviando ajuda, mas as igrejas alertaram que a China está parando a ajuda vinda dos cristãos. Os cristãos que distribuem máscaras médicas tão necessárias estão sendo presos e suas máscaras são confiscadas.

O governo chinês adotou novas regras rígidas este mês para os cristãos, exigindo que os líderes da igreja mostrem completa devoção ao Partido Comunista e isso significa que não há mais esforços de ajuda não registrados.

Essas novas regras surgem como resultado do impacto da ajuda cristã durante os esforços de socorro.

Para impedir que os cristãos ajudem, o governo agora exige a aprovação do estado para igrejas que contratam novos funcionários, realizam treinamento ou reuniões especiais, recebem doações ou iniciam qualquer grande projeto de construção.

O governo também exige uma permissão para qualquer comunicação no exterior e é aí que o apoio e ajuda humanitária de Volta a Jerusalém são vulneráveis.

Essa nova regra que formalmente se tornou lei em 1º de fevereiro de 2020 limita as comunicações entre igrejas e organizações estrangeiras, como missionários chineses e apoiadores do BTJ.

Desde janeiro, mesmo antes da entrada em vigor da lei, houve vários relatos da polícia de Wuhan prendendo cristãos com ajuda,  tentando ajudar a cidade a combater o coronavírus.

De acordo com uma mensagem enviada ao BTJ em janeiro, “ore por nossa igreja enquanto distribuímos ajuda na cidade de Wuhan. … Dois de nossos amigos foram presos e todos os seus [pertences], incluindo máscaras, foram confiscados. ”

Os cristãos chineses continuam a sair para as ruas de Wuhan para ajudar as pessoas durante esse período terrível, mesmo correndo o risco de serem presos.

As pessoas em Wuhan sentem-se desesperadas e realmente apreciam a esperança que a igreja está dando, especialmente agora que as autoridades estão invadindo casas particulares e arrastando à força os suspeitos de serem expostos ao vírus, como pode ser visto na figura abaixo.

Impedir os cristãos de ajudar os necessitados é apenas a ponta do iceberg. A China lançou um plano de cinco anos para reforçar o controle do Partido sobre o cristianismo. As igrejas locais registradas já foram instruídas a arvorar a bandeira nacional, derrubar a cruz, cantar canções patrióticas e ensinar sermões do Partido Comunista. Muitos cristãos que não cumpriram essas novas regras foram presos, mesmo com a garantia de liberdade religiosa no artigo 36 da Constituição chinesa.

FONTE: https://backtojerusalem.com/coronavirus-update-christians-helping-in-wuhan-arrested-aid-confiscated/?

Oração em Duas Palavras pelo Avivamento

Oração em Duas Palavras pelo Avivamento

Eu encontrei uma oração incrível em duas palavras que tem o potencial de trazer um avivamento nacional.

Quando uma nação está à beira de um grande avivamento, há um nível de sucesso nas congregações e ministérios. O número de pessoas está crescendo. Mais ofertas estão chegando. Os líderes espirituais estão se tornando conhecidos, influentes e, às vezes, até mesmo ricos e famosos.

Esse nível de bênção dá à Eclésia as ferramentas que podem causar uma transformação nacional. Esta é uma etapa necessária, como uma mulher que completou a sua gravidez. No entanto, o próprio sucesso em si contém os obstáculos que podem ao mesmo tempo impedir e até interromper o crescimento do reino de Deus.

As bênçãos de Deus trazem consigo a tentação inerente de se afastar de Deus para se concentrar nas bênçãos. As pessoas podem se tornar preguiçosas, carnais, focadas apenas em entretenimento, gananciosas, orgulhosas e rebeldes. Moisés se referiu a essa síndrome assim: “Yeshurun (Jesurum) engordou e deu coices”– וישמן ישורון ויבעט – Dt 32.15.

A tentação do mundanismo é perigosa para qualquer ser humano. No entanto, existem duas ameaças que são particularmente perigosas para os líderes espirituais: a INVEJA e a COMPETIÇÃO.

Filipenses 1.15 (NAA)

É verdade que alguns proclamam Cristo por inveja e rivalidade, mas outros o fazem de boa vontade.

Os líderes espirituais podem tentar superar um ao outro. Em vez de trabalharem juntos para trazer um avivamento a toda a nação, começam a agir para derrotar o outro. Em vez de buscar um novo território e novas pessoas para alcançar em favor do reino de Deus, tornam-se defensivos para proteger seus próprios recursos e realizações.

Inveja e competição levam os líderes a falar um do outro negativamente; criticando os outros para obterem uma imagem melhor em comparação. Em essência, eles involuntariamente começam a se amaldiçoar sob o disfarce de “discernimento espiritual” e para “advertir o rebanho”. Isso traz divisão e destruição para o povo de Deus.

Quando Paulo escreveu isso, estava na prisão. Todo o trabalho que ele havia realizado estava sendo apropriado por outros (alguns com boas intenções e outros não). Alguns estavam ficando famosos e falando mal dele. Ele estava sozinho e sofrendo. No entanto, ao invés de olhar para o problema, ele escolheu enxergar uma bênção nisto.

Fp 1.18

Todavia, que importa? Uma vez que Cristo, de qualquer modo, está sendo pregado, quer por pretexto, quer por verdade, também com isto me regozijo, sim, sempre me regozijarei.

Aí está, a oração de duas palavras que pode trazer um avivamento nacional: “E DAÍ”? “QUE IMPORTA?” Se todos os líderes ignorassem sentimentos de inveja e competição entre si, e apenas se alegrassem com o fato de o trabalho de outra pessoa crescer e afetar a muitos, todo o reino de Deus daria um salto para a frente.

Esta é uma purificação necessária de coração para todo líder espiritual. Paulo lidou com isso em relação a Apolo (1 Coríntios 3). Pedro teve que lidar com isso em relação a João (Yeshua desafiou Pedro a não se comparar a João, mesmo se Yeshua pedisse para Pedro ser crucificado e João fosse viver para sempre – João 21).

Eu já vi esse desafio em quase todos os países onde a obra de Deus cresce e é abençoada – EUA, Extremo Oriente, África, Brasil, Europa e certamente aqui em Israel. Parece intransponível, mas pela graça de Deus pode ser superado. Deixemos de lado toda inveja e competição. Oremos para que o trabalho dos outros grupos seja ainda mais bem-sucedido. Que nos enxerguemos como uma família de fé, mesmo sendo totalmente diferentes um do outro.

Parece que alguém está crescendo mais do que você? E daí? Contanto que mais pessoas sejam alcançadas pelo amor de Deus, isso é ótimo! Alguém está recebendo crédito por algo que você fez? Alguém está trabalhando movido por uma ambição egoísta? E daí? Deixemos de lado todas as comparações. Quando alguém é abençoado, todos somos abençoados. Somos uma família.

Vamos fazer esta grande oração de duas palavras em favor de vitória sobre competição e inveja. “E DAÍ?” E que comece o avivamento!

Por Asher Intrater (REVIVE ISRAEL)

Li Wenliang: O nascimento de um mártir

No final, até sua morte parece ter sido manipulada: o Dr. Li Wenliang foi um dos primeiros a alertar seus compatriotas do novo vírus corona. A polícia o silenciou, chamando-o de “propagador de boatos”. Então Li ficou doente com a doença pulmonar. O médico morreu na noite de sexta-feira, horário local em Wuhan.

Um espetáculo irreal aconteceu on-line por horas: o Global Times, fiel ao partido, relatou a morte de Li por volta das dez e meia. Milhões de chineses expressaram seu choque. A Organização Mundial da Saúde expressou suas condolências no Twitter. Então se espalhou a notícia de que Li ainda estava vivo. Ou não? Depois da meia-noite, os repórteres informaram que Li faleceu às 00:04 da manhã. O Hospital Wuhan Xinhua negou. Finalmente, as autoridades informaram que Li Wenliang morreu às 2:58 da manhã.

Mas é assim que o desastre é perfeito para o governo de Pequim: nas últimas semanas, o oftalmologista de 34 anos Li havia se tornado um ícone. Em 30 de dezembro de 2019, ele alertou em um grupo de bate-papo sobre um novo patógeno. A polícia foi vê-lo em casa à noite e disse para ele ficar calado. No final de janeiro, Li testou positivo para o vírus corona de 2019 nCoV. Sua esposa está esperando um segundo filho. Ela também foi infectada nesse meio tempo. Os pais dele também. Li é uma das mortes mais jovens da epidemia. A maioria dos mortos é muito mais velha e teve doenças anteriores. Não se sabe se houve complicações com a doença de Li.

A sociedade chinesa está unida agora, em luto pela sua morte, do que há muitos anos. Dificilmente alguém deixa seu destino intocado. Li não era um dissidente, nenhum intelectual ou artista perturbado, nem Uigure numa Xinjiang distante. Mas um jovem oftalmologista de alto nível, chinês han da classe média, e também de boa aparência. Li não estava à parte da sociedade convencional, mas bem no meio. Li é o mártir ideal.

Numa sociedade saudável, não deveria haver apenas um tipo de voz – Dr. Li Wenliang

A onda de raiva e tristeza nas mídias sociais ainda está forte. Pessoas de todo o país estão postando fotos de velas e desenhos de Li com arame farpado como protetor bucal – as fotos podem facilitar a prevenção da censura. Um comentarista escreve: “A morte de Li é um dia de vergonha nacional”. Os obituários descrevem Li como um amigo da porta ao lado, alguém que frequentava a sorveteria de chinelos e frequentava regularmente a popular rede de hot spots Haidilao.

FONTE: https://www.zeit.de

02.02.2020 (Salmos 22)

Hoje temos uma data palíndromo, que é a penúltima do século 21. Pra celebrar a data escolhi o Salmo 22, pra postar aqui. Este é um dos salmos messiânicos, cujo conteúdo é simplesmente extraordinário!

“Esse é um tipo de joia entre os Salmos, e é particularmente excelente e notável. Ele contém aqueles sofrimentos profundos, sublimes e pesados de Cristo, ao agonizar no meio dos terrores e dores da ira e morte divinas que superam todo pensamento e compreensão humanos. ” (Martin Luther)

SALMOS 22 (Salmo de Davi para o cantor-mor, sobre Aijelete-Hás-Saar)

22 Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que te alongas das palavras do meu bramido e não me auxilias? 2 Deus meu, eu clamo de dia, e tu não me ouves; de noite, e não tenho sossego.

3 Porém tu és Santo, o que habitas entre os louvores de Israel. 4 Em ti confiaram nossos pais; confiaram, e tu os livraste. 5 A ti clamaram e escaparam; em ti confiaram e não foram confundidos.

6 Mas eu sou verme, e não homem, opróbrio dos homens e desprezado do povo. 7 Todos os que me veem zombam de mim, estendem os lábios e meneiam a cabeça, dizendo: 8 Confiou no Senhor, que o livre; livre-o, pois nele tem prazer.

9 Mas tu és o que me tiraste do ventre; o que me preservaste estando ainda aos seios de minha mãe. 10 Sobre ti fui lançado desde a madre; tu és o meu Deus desde o ventre de minha mãe. 11 Não te alongues de mim, pois a angústia está perto, e não há quem ajude.

12 Muitos touros me cercaram; fortes touros de Basã me rodearam. 13 Abriram contra mim suas bocas, como um leão que despedaça e que ruge. 14 Como água me derramei, e todos os meus ossos se desconjuntaram; o meu coração é como cera e derreteu-se dentro de mim. 15 A minha força se secou como um caco, e a língua se me pega ao paladar; e me puseste no pó da morte. 16 Pois me rodearam cães; o ajuntamento de malfeitores me cercou; traspassaram-me as mãos e os pés. 17 Poderia contar todos os meus ossos; eles veem e me contemplam. 18 Repartem entre si as minhas vestes e lançam sortes sobre a minha túnica.

19 Mas tu, Senhor, não te alongues de mim; força minha, apressa-te em socorrer-me. 20 Livra a minha alma da espada e a minha predileta, da força do cão. 21 Salva-me da boca do leão; sim, ouve-me desde as pontas dos unicórnios.

22 Então, declararei o teu nome aos meus irmãos; louvar-te-ei no meio da congregação. 23 Vós que temeis ao Senhor, louvai-o; todos vós, descendência de Jacó, glorificai-o; e temei-o todos vós, descendência de Israel. 24 Porque não desprezou nem abominou a aflição do aflito, nem escondeu dele o seu rosto; antes, quando ele clamou, o ouviu. 25 O meu louvor virá de ti na grande congregação; pagarei os meus votos perante os que o temem. 26 Os mansos comerão e se fartarão; louvarão ao Senhor os que o buscam; o vosso coração viverá eternamente.

27 Todos os limites da terra se lembrarão e se converterão ao Senhor; e todas as gerações das nações adorarão perante a tua face. 28 Porque o reino é do Senhor, e ele domina entre as nações. 29 Todos os grandes da terra comerão e adorarão, e todos os que descem ao pó se prostrarão perante ele; como também os que não podem reter a sua vida.

30 Uma semente o servirá; falará do Senhor de geração em geração. 31 Chegarão e anunciarão a sua justiça ao povo que nascer, porquanto ele o fez.

Igreja perseguida na China traz esperança em meio à epidemia do coronavírus

31/01/2020 Washington DC (International Christian Concern) – Um novo vírus respiratório com origem na cidade chinesa de Wuhan já infectou 8.200 pessoas em todo o mundo e já matou quase 200 vidas.

O surto do coronavírus, que causa sintomas de pneumonia, levou as autoridades chinesas a colocar em quarentena várias grandes cidades. As habituais férias de ano novo lunar, que normalmente duram não mais de 10 dias, também foram estendidas provisoriamente até meados de fevereiro para evitar que a doença se espalhe ainda mais.

Neste momento de desespero e medo, a comunidade cristã da China, que sofreu uma repressão intensificada pelo governo nos últimos anos, se adiantou para preencher a lacuna deixada sem vigilância pelas autoridades incompetentes.

Um usuário cristão chinês do Twitter compartilhou em 27 de janeiro: “Alguns cristãos estrangeiros enviaram suprimentos designados para servir hospitais locais através de igrejas locais, com a intenção de pedir que eles os repassem aos hospitais. No entanto, os suprimentos foram confiscados e o cristão que recebeu a remessa foi convidado a “tomar um chá” com a polícia (que é uma prática comum empregada para intimidar e ameaçar os cidadãos). “

O advogado cristão de direitos humanos Sui Muqing, que tem compartilhado atualizações e comentários on-line sobre o surto, recebeu ligações da polícia e foi convidado a excluir suas postagens. Eles consideraram excessivos os recentes comentários sobre a pneumonia de Wuhan e alegaram que suas palavras causaram danos sociais ao Partido e ao país.

“Se você não excluir [o post], tomaremos outras medidas”, disse a polícia, que reconheceu que a ordem “veio de um nível superior”.

Quando a manutenção da estabilidade através da censura continua sendo uma das principais prioridades do governo, os cidadãos inocentes são deixados a se defender. As emoções estão em alta, como muitos foram aconselhados a se colocar em quarentena até novo aviso, e as máscaras estão voando das prateleiras.

Os cristãos em Wuhan procuram levar uma mensagem de paz e esperança aos seus vizinhos com criatividade. Um vídeo compartilhado pelo padre Francis Liu, da Irmandade Cristã Chinesa de Justiça, mostra que sermões encorajadores estão sendo transmitidos para suas comunidades por meio de alto-falantes colocados nas varandas. Um cristão andava de bicicleta até uma farmácia onde as pessoas se reuniam e tocavam um sermão através de um alto-falante portátil.

Outro vídeo mostra que os cristãos distribuíam máscaras e panfletos do evangelho aos transeuntes nas ruas. Em segundo plano, foi transmitida uma mensagem para abordar o medo e as incertezas da crise em andamento.

Atividades como essa normalmente atrairiam a atenção da polícia e os cristãos enfrentariam possíveis ameaças ou prisão. No entanto, durante esse período incomum, a maioria das ruas está vazia e as autoridades estão ocupadas cuidando de si mesmas, para que esses cristãos possam realizar suas atividades.

Cristãos de outras províncias oferecem suas casas para receber pessoas que fogem da província de Hubei que enfrentam discriminação por moradia. O irmão Jia Xuewei e a irmã Shu Qiong, da igreja Aliança, muito perseguida em Sichuan, decidiram abrir suas casas e cobrir o quarto e a pensão dos fugitivos até que Hubei levante sua quarentena.

Pastores locais compartilham palavras edificantes e incentivam os cristãos a permanecerem fortes. O pastor Huang Lei, da Igreja Raiz e Frutos de Wuhan, publicou um artigo em 24 de janeiro, dizendo: “Embora a situação real seja possivelmente mais grave e complicada do que se sabe, independentemente das circunstâncias em que estamos, não devemos nos preocupar e ter medo de todos. desastres, pandemia e morte ‘, porque Ele é o Senhor de nossas vidas. Se Ele não permitir que isso aconteça, não teremos sequer um fio de cabelo caindo de nossas cabeças. ‘”

O pastor Tan Songhua, da Igreja Wuhan Cornerstone, também disse à sua congregação que, apesar de enfrentarem provações de fé e segurança pessoal, Jesus só tem “planos de prosperar e não prejudicá-los (Jeremias 29:11)”. Ele então pediu aos cristãos que orassem para esta cidade e traga a paz de Cristo a todos.

Por favor, ore pela cidade de Wuhan: para que a epidemia pare de se espalhar e os especialistas encontrem uma cura em breve; e para que os cristãos locais possam levar as Boas Novas aos seus vizinhos em meio a confusão, estresse e desesperança.

(Por Gina Goh)