De volta a Herrnhut

Graças a Deus por mais uma oportunidade de estar aqui, depois de dois anos e seis meses…

Herrnhut é um dos lugares que sempre vale a pena voltar. Apesar de ser pequena e de aparência simples, possui uma história interessante e atrativa pra quem ama estes dois assuntos, que são “missões e oração”.

Herrnhut é esse lugar pequeno que abençoou e continua a abençoar o mundo. Hoje uma das maiores bases missionárias da Jocum na Europa está localizada aqui. Intercessores se reúnem diariamente pra orar pelas nações e necessidades do corpo de Cristo na terra.

Que o Espírito de Deus continue se movendo por aqui! Tentarei escrever ainda mais um post antes de nossa viagem de volta pra o Oeste da Alemanha.

Em 28.02.2019

Como desenvolver uma vida de oração eficaz (4)

Profeta

A maneira mais substancial em que podemos fortalecer nossa vida de oração é alimentando-nos da Palavra de Deus. Isto inclui a prática de conversação ativa com Deus, quando lemos a Sua Palavra. As Escrituras nos concede o “material de conversação” para a nossa vida de oração e torna-a mais agradável.

 Não se aparte da tua boca o livro desta lei, antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.”  (Josué 1:8)

O estudo da Bíblia deve nos levar a um diálogo com Deus. Jesus repreendeu os fariseus por examinarem as Escrituras sem usá-las para desenvolver um relacionamento real com Deus.

“Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna; e são elas que dão testemunho de mim;  mas não quereis vir a mim para terdes vida!”   (Jo. 5:39,40)

Esse “vir a mim” aqui nos fala de relacionamento, diálogo.

Duas grandes categorias de verdades relacionados ao ler orando a Palavra são: (1) Escrituras que se concentram em promessas “para crer“ e (2) Escrituras que nos exortam “a obedecer.”

Temos promessas na Palavra nas quais precisamos crer. Quando dialogamos com Deus ativamente, oramos essas promessas que nos levam a crer.

Em primeiro lugar, agradecemos a Deus por uma verdade particular. Tornamos essa verdade em declarações de gratidão ou de confiança. Por exemplo, podemos orar: “obrigado por que Tu me amas, perdoas, orienta e provês tudo o que preciso.”

Segundo, pedimos a Deus que nos revele verdades específicas (cf. Efésios 1:17). Por exemplo, oramos: “Pai, mostra me mais do Teu amor, perdão, direção e provisão para minha vida.”

Nesse diálogo ativo com Deus,  oramos verdades que nos exortam a“obedecer” à Sua Palavra.

Em primeiro lugar, nós nos comprometemos a obedecer a Deus na forma específica estabelecida numa passagem que lemos.  Fazemos declarações denossa vontade de obedecer, dizendo, “em meu coração me proponho a obedecerno meu falar, no uso do tempo e do dinheiro.”

Em segundo lugar, pedimos a Deus para nos capacitar a obedecer a uma verdade específica. Pedimos a Deus que nos ajude  concedendo-nos sabedoria, motivação e poder para obedece-lo em áreas específicas. Por exemplo, você pode orar: “Pai, ajuda-me a amar-te, a refrear o meu falar, e também usar meu tempo e recursos em obediência completa a Ti.”

Porque temos um Pai amoroso podemos orar confiando que nossas orações serão atendidas, como declarou o salmista no Salmo 66:

“Bendito seja Deus, que não me rejeita a oração, nem aparta de mim a sua graça.”        (Salmos 66:20)

Memorizar as escrituras, um alvo possível em 2019

Traduzi e compartilho aqui, algumas dicas de Andy Naselly sobre como memorizar versos bíblicos.

Memorizar a Bíblia, como começar?

  1. Comece pequeno. Algo é melhor que nada – mesmo que esteja gastando apenas sessenta segundos por dia memorizando. Você pode não ser capaz de correr uma maratona hoje, mas você poderia andar uma volta ao redor da pista – apenas um quarto de milha?

     2. Escolha um plano viável. Aqui estão três planos para considerar.

Primeiro, você pode memorizar passagens que outras pessoas organizaram. Há várias ideias na web.

Segundo, você pode memorizar um pequeno livro da Bíblia (como Efésios, Filipenses ou Tiago) ou uma pequena porção da Bíblia (como Salmos 1–2, Mateus 5–7, Romanos 8 ou Apocalipse 21–22). .

Terceiro, você pode memorizar uma coleção de passagens que produzem prazer, conforto e temor ou que ajudam a combater um pecado em particular (como raiva, ansiedade, amargura, cobiça, impaciência, falta de alegria, julgamento, preguiça, luxúria, orgulho ou mundanismo. ).

3. Fique com ela. Separe um pequeno bloco de tempo todos os dias para memorizar a Bíblia e não perca um dia por 100 dias consecutivos. Ser consistente. Em média, leva cerca de 66 dias para um comportamento se tornar automático.

4. Memorize com outra pessoa na sua igreja. Junta-te a um amigo ou grupo de amigos na tua igreja e presta contas uns aos outros enquanto memorizes.

Com a ajuda de Deus, você conseguirá memorizar consistentemente a Bíblia este ano. Seja persistente! O Senhor é contigo!