Notícias de Israel

Esta semana passada nos encontrou numa situação muito próxima da guerra mais uma vez. A organização terrorista Hamas esteve lançando foguetes e enviando morteiros através da fronteira de Gaza para Israel, violando a lei internacional enquanto alvejava civis judeus que vivem em nossa região do Negev. 28 israelenses foram feridos, 1 criticamente; na cidade de Beersheva, 26 milhas da fronteira. (É aí que vivemos de 1983-1985). Foi um míssil GRAD fabricado na Rússia, lançado nesta cidade de 200.000 pessoas. Graças a Deus que ele pousou em um campo vazio.

Nossa força aérea revidou e destruiu o quartel-general de segurança do Hamas em Gaza e atingiu mais de 100 locais de lançamento de foguetes em Gaza. (Se você assistiu a um noticiário, junto com uma foto, alegando que Israel matou uma garotinha de 2 anos chamada Ayan Kamash naquele ataque – a boa notícia é que a garotinha está muito viva. A organização “Stand With Us” escreveu que esta menina não foi morta (mas na verdade vive em Los Angeles) – sua foto foi tirada do Facebook e uma história fabricada foi construída em torno dela e usada pelo Hamas para fazer sua típica propaganda de “vamos odiar Israel”.

O sistema de defesa do Iron Dome interceptou 30 foguetes, já que 52 ataques com foguetes ocorreram somente na noite de quarta-feira. Por 12 horas seguidas, a população de cidades em Israel, incluindo Sderot (24.000 pessoas), e Ashkelon (125.000 pessoas) e as fazendas do histórico Yad Mordecai, Kerem Shalom, Erez, Or HaNer, Nativ Haasara, Nirim, Eyn Shelosha , Nir Oz e Kisufim, foram para seus abrigos antiaéreos para proteção.

Assistir a noticiários dos ataques (em nosso noticiário televisivo) foi angustiante. Ainda não há um fim político formal para essa situação, por isso, pedimos suas orações, para que haja um fim rápido. Obrigado por suas orações!

FONTE: David F. Um irmão nosso que mora em Israel