Duas senhoras egípcias tementes a Deus

Encontramos um exemplo maravilhoso do que significa temer a Deus no capítulo de abertura do Livro do Êxodo. Com a esperança de aniquilar o povo de Israel, o Faraó ordena as parteiras a matarem todos os bebês judeus do sexo masculino. Mas duas parteiras, Puá e Sifrá, recusaram-se a obedecer. A tradução da Bíblia diz: “Todavia, as parteiras temeram a Deus” (Êxodo 1:17). No original em hebraico a história é diferente.

Uma palavra muda o sentido
Devido à sua profunda fé em Deus, as parteiras mostraram coragem. Literalmente, todo o futuro do povo judeu dependia do temor a Deus dessas mulheres gentias. No hebraico bíblico, a palavra para o temor de Deus é irá יראה, um termo especial, separado do medo normal. É uma palavra que nos instrui a reverenciar. Aquelas valentes parteiras reverenciavam Deus e, portanto, a ordem do Faraó perdeu sua força em comparação.

Jesus usou a mesma palavra, irá, quando disse aos seus discípulos: “Não tenham medo dos que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Antes, tenham medo daquele que pode destruir tanto a alma como o corpo…” (Mateus 10:28). Este não é um mandamento para apenas respeitar, nem uma ordem para ficar aterrorizado, mas sim para reverenciar Deus.

Que possamos aprender a temer a Deus, ao invés de temer os homens e as circunstâncias ao nosso redor, como fizeram aquelas duas parteiras do Egito.

 

(Com informações do Instituto Israelense de Estudos Bíblicos)