O Salmo 119 é o maior salmo entre os 150 salmos que temos na Bíblia. Ele é também o capítulo mais longo das sagradas escrituras. O salmo coloca a Palavra de Deus num lugar de honra e enfatiza a importância dela em nossas vidas.

Uma vez encontrei uma senhora alemã que havia memorizado o Salmo 119 por inteiro, ainda em sua adolescência. Isso acendeu em mim o desejo de memorizar pelo menos algumas porções deste precioso salmo.

Há dez palavras pelas quais a Sagrada Escritura é mencionada neste capítulo, e cada uma expressa o que Deus espera de nós e o que podemos esperar dele. Encorajo você a ler e descobrir quais são estas dez palavras.

É muito importante fazermos um estudo deste capítulo, se quisermos aprender mais sobre o quão importante a palavra de Deus é pra nossas vidas.

O autor Andrew Murray em seu clássico “A vida interior” nos dá algumas sugestões pra este estudo, as quais compartilho aqui com vocês:

  1. Repare em todos os diferentes nomes usados para a Palavra de Deus.
  2. Repare nos diferentes verbos que expressam o que devemos sentir e fazer com relação à palavra.
  3. Enumere e anote quantas vezes o autor se expressa no tempo passado, por ter guardado e observado os testemunhos de Deus, e perseverado e se regozijado neles.
  4. Estude depois as orações e anote os diferentes pedidos com referência à Palavra, se é o desejo de entendê-la, ou o poder de observá-la. Repare com especial cuidado na orações como as seguintes: “Ensina-me os teus decretos” e “Dá-me entendimento”.
  5. Enumere os versículos que fazem alusão à ansiedade, seja quanto à situação do leitor ou quanto à situação dos seus inimigos, seja quanto aos pecados dos ímpios ou quanto à demora de Deus “em ajudá-lo”. Aprenda como nas épocas de provação precisamos da Palavra de Deus e de como somente ela pode nos trazer consolo.                                                E pra concluir deixo um verso que foi minha inspiração pra o nome deste blog:                                                                                                               Os teus testemunhos recebi-os por legado perpétuo, pois são o prazer do meu coração.”  (Salmo 119:111)