A palavra amém é derivada do verbo hebraico “aman”. Deste mesmo verbo derivam as palavras para “crer”, “confiar” e  “ter fé”.

“Aman” é formada por três letras: Álefe, Mem e Nun

(veja as letras na figura abaixo)

amem-letras hebraicas

Quando adoradores dizem “Amém” eles estão afirmando, endossando ou apoiando o assunto. Eles estão dizendo, “isto é digno de confiança”; isto é confiável, sólido, permanente, durável; afirmo-o como verdadeiro; permita Deus que isso aconteça.

A palavra Amém é encontrada 30 vezes nos textos Massoréticos do Antigo Testamento e 119 vezes no Novo Testamento.

Em Apocalipse 3 verso 14 Jesus refere-se a si mesmo como o AMÉM, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus. Daí entendemos a importância da palavra, que é usada não só pelos fiéis aqui na terra, como também pelos anjos, serafins e outros seres celestiais (p.e. Apocalipse 5:14).

JESUS É O AMÉM DE DEUS!

Aqui estão alguns exemplos que encontramos da palavra Amém nas escrituras sagradas:

Bendito seja o Senhor, o Deus de Israel, de eternidade a eternidade”. Então todo o povo exclamou: “Amém!” e “Louvado seja o Senhor!” (1 Cr. 16:36)

Esdras louvou o Senhor, o grande Deus, e todo o povo ergueu as mãos e respondeu: “Amém! Amém!” Então eles adoraram o Senhor, prostrados, rosto em terra. (Neemias 8:6)

Bendito seja o Senhor para sempre! Amém e amém (Salmo 89:52)

“Ele nos ama e nos libertou dos nossos pecados por meio do seu sangue,  e nos constituiu reino e sacerdotes para servir a seu Deus e Pai. A ele sejam glória e poder para todo o sempre! Amém.

Eis que ele vem
com as nuvens,
e todo olho o verá,
até mesmo aqueles
que o traspassaram;
e todos os povos da terra
se lamentarão por causa dele.
Assim será! Amém.”   (Apocalipse 1:5-7)

A graça do Senhor Jesus seja com todos. Amém. (Apocalipse 22:21)