Relembrando Auschwitz – 70 depois…

O dia 27 de Janeiro foi escolhido pelas nações unidas pra ser  o dia internacional de memória do holocausto.

Neste ano coincidiu também de ser esta a data do aniversário de  70 anos da  liberação do campo de extermínio de Auschwitz-Birkenau, no Sul da Polônia. Este que foi considerado o mais terrível campo de prisioneiros durante a segunda guerra mundial.

Estima-se que mais de 1 milhão de judeus entre 1942 e 1945 tiveram suas vidas ceifadas pelos nazistas ali.  Aqueles que não eram executados nas câmaras de gás morriam de fome, doenças infecciosas, trabalhos forçados, execuções individuais ou experiências médicas. Houve também vítimas não-judias, entre elas ciganos, poloneses e prisioneiros de guerra soviéticos.

Em 27 de janeiro, os soviéticos entraram em Auschwitz e libertaram os 7.000 prisioneiros que lá restavam, todos morrendo de fome e de congelamento.

Este ano marca 70 anos desde a derrota do reinado de terror nazista, o fim da Segunda Guerra Mundial, e o final do Holocausto que levou ao assassinato sistemático de seis milhões de judeus.

Embora muitos gostariam de não ouvir mais sobre o assunto holocausto, é impossível não lembrar! Creio que hoje mais do que nunca é importante relembrarmos, visto que estamos vendo diante de nossos olhos o ressurgir violento do velho pecado do antissemitismo por todos os lados.

Não podemos desfazer o passado. Mas podemos pedir ao Senhor que nos conceda a coragem de ser fiel às Escrituras e ao povo judeu nos tempos em que vivemos. Podemos abençoar Israel e seus vizinhos em nome de Jesus,  Gênesis 12: 1-3.

P1080413