O Nome de Jesus

JESHU'A

 

Hoje quero compartilhar sobre o significado do nome de JESUS, nosso Rei, Senhor e Salvador. Sabemos que o nome de Jesus é poderoso. Por isso creio ser importante entendermos o que significa este nome que segundo as escrituras está acima de todo nome. (ver Filipenses 2:9)

O Escritor Marvin Wilson, em sua excelente obra “Nosso Pai Abraão”, faz algumas colocações sobre a importância de entendermos o significado do nome de Jesus, pra entendermos o seu ministério:

Na mentalidade hebraica, o nome de uma pessoa era considerado mais que um título ou rótulo. Ao invés disso, eles criam que o nome revelava a essência, o caráter e o destino do portador do nome. 

O fato de Jesus ter sido um judeu de nascimento é crucial para o entendimento da pessoa e natureza de Jesus como nos é apresentada nos Evangelhos.

Jesus recebeu o nome hebraico “YESHU’A.

Ἰησοῦς  é a transliteração grega de Yeshu’a.

E Jesus é a forma latina de Yeshu’a.

O nome “Yeshu’a, deriva-se do verbo yasha, cujo significado é “salvar” ou “libertar”. Portanto, o nome de Jesus mostra aquilo que Ele veio fazer na terra, conforme foi  profetizado:

“Ela dará à luz um filho e lhe porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles.”  (Mt. 1:21)

Em tudo o que Jesus fez durante o seu ministério, Ele estava demonstrando que a salvação de Deus havia chegado.

Wilson também esclarece:

O ministério inteiro de Jesus foi portanto um comentário de Seu nome. Ele veio a esse mundo numa missão de resgate, mas não pra ajudar as pessoas a escapar do mundo. Antes, Ele veio pra libertá-las das garras do pecado, de si mesmo , das doenças e da opressão.


Concluo essa reflexão com o precioso texto de Filipenses 2:9-11

 “Por isso Deus o exaltou
    à mais alta posição
e lhe deu o nome que está acima de todo nome,
10 para que ao nome de Jesus
    se dobre todo joelho,
nos céus, na terra
    e debaixo da terra,
11 e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor,
    para a glória de Deus Pai.”

Relembrando Auschwitz – 70 depois…

O dia 27 de Janeiro foi escolhido pelas nações unidas pra ser  o dia internacional de memória do holocausto.

Neste ano coincidiu também de ser esta a data do aniversário de  70 anos da  liberação do campo de extermínio de Auschwitz-Birkenau, no Sul da Polônia. Este que foi considerado o mais terrível campo de prisioneiros durante a segunda guerra mundial.

Estima-se que mais de 1 milhão de judeus entre 1942 e 1945 tiveram suas vidas ceifadas pelos nazistas ali.  Aqueles que não eram executados nas câmaras de gás morriam de fome, doenças infecciosas, trabalhos forçados, execuções individuais ou experiências médicas. Houve também vítimas não-judias, entre elas ciganos, poloneses e prisioneiros de guerra soviéticos.

Em 27 de janeiro, os soviéticos entraram em Auschwitz e libertaram os 7.000 prisioneiros que lá restavam, todos morrendo de fome e de congelamento.

Este ano marca 70 anos desde a derrota do reinado de terror nazista, o fim da Segunda Guerra Mundial, e o final do Holocausto que levou ao assassinato sistemático de seis milhões de judeus.

Embora muitos gostariam de não ouvir mais sobre o assunto holocausto, é impossível não lembrar! Creio que hoje mais do que nunca é importante relembrarmos, visto que estamos vendo diante de nossos olhos o ressurgir violento do velho pecado do antissemitismo por todos os lados.

Não podemos desfazer o passado. Mas podemos pedir ao Senhor que nos conceda a coragem de ser fiel às Escrituras e ao povo judeu nos tempos em que vivemos. Podemos abençoar Israel e seus vizinhos em nome de Jesus,  Gênesis 12: 1-3.

P1080413

O Significado da palavra AMÉM

A palavra amém é derivada do verbo hebraico “aman”. Deste mesmo verbo derivam as palavras para “crer”, “confiar” ou “ter fé”.

“Aman” é formada por três letras: Álefe, Mem e Nun (veja as letras na figura abaixo).

Quando adoradores dizem “Amém” eles estão afirmando, endossando ou apoiando o assunto. Eles estão dizendo, “isto é digno de confiança”; isto é confiável, sólido, permanente, durável; afirmo-o como verdadeiro; permita Deus que isso aconteça.

A palavra Amém é encontrada 30 vezes nos textos Massoréticos do Antigo Testamento e  119 vezes no Novo Testamento.

Aqui estão alguns exemplos que encontramos da palavra “Amém” nas escrituras:

Bendito seja o Senhor, o Deus de Israel, de eternidade a eternidade”. Então todo o povo exclamou: “Amém!” e “Louvado seja o Senhor!” (1 Cr. 16:36)

Esdras louvou o Senhor, o grande Deus, e todo o povo ergueu as mãos e respondeu: “Amém! Amém!” Então eles adoraram o Senhor, prostrados, rosto em terra. (Neemias 8:6)

Bendito seja o Senhor para sempre! Amém e amém  (Salmo 89:52)

“Ele nos ama e nos libertou dos nossos pecados por meio do seu sangue, e nos constituiu reino e sacerdotes para servir a seu Deus e Pai. A ele sejam glória e poder para todo o sempre! Amém.

Eis que ele vem
    com as nuvens,                             amem-letras hebraicas
e todo olho o verá,
até mesmo aqueles
    que o traspassaram;
e todos os povos da terra
    se lamentarão por causa dele.
Assim será! Amém.”

(Apocalipse 1:5-7)

A graça do Senhor Jesus seja com todos. Amém. (Apocalipse 22:21)

 

Publicado em Sem categoria

Recuperando a Doutrina da Vingança de Deus – @DaltonThomas

Excelente artigo que fala de um tema bíblico pouco mencionado em nossos dias.

victor vieira blog

Captura de Tela 2015-01-14 às 15.26.46

“O Dia da Vingança estava em Meu coração…” Isaías 63.4

O dia 10 de Junho de 2014 foi um dos dias mais pesarosos da minha curta vida. Foi o dia em que a cidade de Mosul caiu sob o poderio do Estado Islâmico (ISIS).

Lembro-me de estar sentado em meu sofá, em minha sala de estar, assistindo aos vídeos e fotos mais pavorosos que já vi aparecerem em uma enxurrada de hashtags nas mídias sociais. Execuções em massa eram postadas no Twitter. Gargantas eram cortadas no Youtube. Covas eras cheias de corpos sem vida e eram postadas nos Instagram. Sem censura. Friamente. Sem parar. Ao redor de todo o mundo, pessoas como eu sentaram em seus sofás e assistiram os soldados bárbaros do Estado Islâmico cometerem os maiores crimes de guerra da história moderna. Enquanto regimes assassinos do passado tentaram de todas as formas apagar suas atrocidades…

Ver o post original 2.279 mais palavras

O Texto Bíblico chave pra 2015

O Losungen, é um devocional com textos bíblicos para cada dia do ano. Ele é bem conhecido e usado pelos crentes das mais variadas denominações aqui da Alemanha. Este devocional é hoje traduzido em 50 línguas diferentes.

O Losungen chegou este ano a sua edição número 285. A primeira edição foi impressa em 1731, sem haver até hoje nenhuma interrupção. Faz parte do legado deixado pelos irmãos morávios da pequena Herrnhut, no leste da Alemanha.

A cada ano é também escolhido um texto bíblico pra ser o “Losung”, ou melhor, o verso bíblico tema daquele ano. Neste ano, foi escolhido Romanos 15 verso 7:

 Portanto, aceitem-se uns aos outros, da mesma forma que Cristo os aceitou, a fim de que vocês glorifiquem a Deus.” (NVI)

Outra versão diz: “Portanto, acolhei-vos uns aos outros, como também Cristo nos acolheu para glória de Deus.”

Losungen2-2015
Losung-2015

Creio que é importante lermos os versos anteriores a este pra sabermos como podemos cumprir esta ordenança bíblica; vejamos o que diz o verso 3:

“Porque também Cristo não se agradou a si mesmo; antes, como está escrito:     As injúrias dos que te ultrajavam caíram sobre mim.”

JESUS CRISTO é nosso exemplo maior. Só podemos aceitar uns aos outros quando vivemos nossa vida centrada n’Ele, na obra que Ele consumou na cruz do calvário.

Quando fixamos os nossos olhos em Jesus, a mansidão e a humildade d’Ele vão pouco-a-pouco tornando parte de nossas vidas, nos capacitando a aceitar uns aos outros.

 

Publicado em História das Nações, Nações

ROMÊNIA- Um raio de Esperança sobre uma das nações mais pobres da Europa

Romenia1

Porque a maioria dos romenos votaram contra o comunismo e a corrupção, contra a mentira e roubo, contra a arrogância e impertinência, contra a falta de civilidade e por decência e integridade, contra falsas acusações e calúnias, contra manipulações e subornos, contra desdém e desrespeito para com … pessoas, o desemprego e a falta de uma vida decente, contra as alianças com China e Rússia, a destruição da nossa economia e o desencorajamento de investimentos estrangeiros por parte dos partidos de esquerda e extremistas.

Domingo, 16 de novembro, foi um dia de intervenção divina. Do início da manhã até às duas horas da tarde, o candidato da esquerda teve um avanço considerável em votos. E, de repente, veio uma onda de eleitores que era imprevisível por qualquer um dos especialistas políticos, para trazer na sua esmagadora maioria por Klaus Johannis.

Mesmo os adversários de Johannis Klaus reconheceram este fato.

Quando o segundo líder do partido de esquerda foi perguntado pelos repórteres sobre quem seria o culpado pela derrota nas eleições, ele respondeu com amargura: “de Deus … parece que não se destina para nós ter a presidência da Romênia.”

Depois de cem anos os romenos têm no presidente eleito um modelo a seguir.

Algumas das respostas dadas pelo Sr. Johannis quando entrevistado por um canal de TV:

Repórter : “Qual o livro que mais o impactou?”
Klaus Johannis : “A Bíblia”.
Rep .: “Você acredita em Deus?”
KJ. : “Sim, eu acredito em Deus!
Rep .: “Você é um Luterano professo?
KJ. : “Eu sou um cristão professo!”
Rep .: “Tem certeza que você nunca aceitou suborno?”
KJ. : “Não só estou certo disso, estou convicto de que  nunca ter recebido qualquer suborno! Sob nenhuma circunstância!”

(De acordo com relato de Ioan Peia – International Prayer Council Coordinator for Eastern Europe)

“Feliz a nação cujo Deus é o SENHOR, e o povo que ele escolheu para sua herança.” (Salmo 33:12)

Que Deus continue abençoando a nação romena. E que essa palavra do SENHOR se cumpra sobre o povo da Romênia!