Publicado em Coisas do dia-a-dia, Escrituras Sagradas

As luzes natalinas e uma reflexão sobre a verdadeira luz

No primeiro dia de dezembro fomos à cidade de Freiburg, que fica cerca de 30 km de onde moramos. Notamos um movimento fora do normal, pessoas caminhando apressadamente em direção ao centro da cidade..foi então que lembramos que já haviam instalado a feira natalina, e todas aquelas pessoas estavam indo até lá.

P1080942

Deste lado do hemisfério, no mês de dezembro, temos os dias mais curtos do ano. A partir das 16 horas da tarde o dia já começa a declinar.

Como é o mês do natal, as noites são bem iluminadas, tanto nas pequenas como nas grandes cidades.

Na Alemanha temos em dezembro as famosas “Weihnachtsmarkte”, que são,  feiras de natal que acontecem principalmente na parte da noite. Nelas servem-se pães com salsichas e o   Gluckwein , que é um vinho quente com especiarias. Infelizmente muitos voltam pra casa embriagados depois de tomarem muitos copos desse vinho atrativo.

As luzes do natal tem algo que deixa as pessoas fascinadas. Pessoas vão a essas feiras porque querem ver a luz artificial produzida especialmente pra esse período do ano. Me parece que isso é algo que vai de encontro ao anelo por fascinação que existe dentro de cada um de nós.P1080945

Quando voltamos pra casa fiquei meditando sobre o quanto as luzes natalinas nos deixam deslumbrados. E me veio a pergunta, “será que ficamos fascinados também com a luz verdadeira?”

De lá pra cá tenho me lembrado de versos bíblicos que nos ensinam sobre a luz e copiei abaixo uma seleção de alguns textos bíblicos que nos falam da luz:

“E esta é a mensagem que dele ouvimos e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há nele treva nenhuma.”  (I João 1:5)

“Disse Deus: Haja luz; e houve luz. E viu Deus que a luz era boa; e fez separação entre a luz e as trevas.”  (Gn. 1:3,4)

Lâmpada para os meus pés é tua palavra e luz, para o meu caminho. (Sl 119:105)

A exposição das tuas palavras dá luz e dá entendimento aos símplices.         (Sl. 119:130)

Aos justos nasce luz nas trevas; ele é piedoso, misericordioso e justo.     (Salmo 112:4)

 Nele, estava a vida e a vida era a luz dos homens; e a luz resplandece nas trevas, e as trevas não a compreenderam. Houve um homem enviado de Deus, cujo nome era João. Este veio para testemunho para que testificasse da luz, para que todos cressem por ele.Não era ele a luz, mas veio para que testificasse da luz. Ali estava a luz verdadeira, que alumia a todo homem que vem ao mundo, 10 estava no mundo, e o mundo foi feito por ele e o mundo não o conheceu. (João 1:4-10)

Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. (João 8:12)

Porque Deus, que disse: Das trevas resplandecerá a luz, ele mesmo resplandeceu em nosso coração, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Cristo. (2 Co. 4:6)

****************

Que nestes dias de luzes artificiais, muita correria e consumismo, possamos nos lembrar do que realmente é importante, e deixar a luz do mundo (Jesus) encontrar lugar em nossos corações!!