Publicado em Guerra espiritual, Vida Cristã

Muito ocupados: a estratégia de satanás pra nos afastar do Pai

gente-ocupada-que-recorre-travs-de-una-ciudad-16040642
Alguns anos atrás li um artigo  numa revista cristã inglesa…o artigo mexeu tanto comigo que copiei num caderno e o mesmo ficou guardado por vários anos. Quando o reencontrei  traduzi pra o portugues. Agora compartilho aqui com voces,  pois creio que é uma mensagem urgente pra nós, os filhos de Deus nesta geração tão atarefada!
********
Uma convenção mundial foi convocada pelo Príncipe deste século, também conhecido como o príncipe das trevas.
Em sua palavra de abertura aos seus anjos maus, ele falou, “não podemos impedir os cristãos de irem a igreja. Não podemos impedi-los  de ler suas bíblias e conhecer a verdade. Não podemos nem mesmo impedir que tenham um relacionamento íntimo com Cristo. Caso consigam ganhar esta conexão com Jesus, nosso poder sobre eles está quebrado. Então, deixem-os ir à igreja, deixem que tenham seu estilo de vida conservador, mas roubem o seu tempo, para que não consigam ter esta experiencia com Jesus Cristo.”
Aqui está o que quero que façam… anjos malignos!!!
 Encontrem meios de distraí-los pra que não encontrem tempo pra entrarem no lugar secreto e mantenham esta conexão vital durante o seu dia-a-dia.
“Como faremos isto?” berraram seus  anjos…
 “Mantenham-os ocupados nas coisas não-essenciais da vida e inventem  inumeráveis esquemas para ocupar suas mentes”, ele respondeu. Devem tentá-los a gastar, gastar  e gastar; pedir emprestado, pedir emprestado e pedir emprestado. Convença as esposas a trabalhar por longas horas e os esposos a trabalhar 6-7 dias por semana, 10-12 horas por dia, pra que possam sustentar o seu estilo de vida. Mantenha-os ocupados pra que não gastem tempo com seus filhos. Logo, quando a família se fragmentar, o seu lar não mais oferecerá um escape das pressões do trabalho.
Estimulem excessivamente suas mentes pra que não consigam ouvir aquela doce voz suave que fala no silêncio. Seduza-os a tocar o rádio ou Cd player sempre que estiverem dirigindo. Leve-os a crer que precisam estar presentes em todas as redes sociais pra que suas vidas tenham um impacto maior. E que mantenham suas TVs, rádios, computadores constantemente ligados em suas casas. E façam com que cada loja e restaurante do mundo toquem músicas anti-bíblicas. Isto irá acumular suas mentes e quebrar a união deles com Cristo.
“Encham suas mesas com revistas e jornais. Encham suas mentes com notícias 24 horas por dia. Invadam seus momentos ao volante com outdoors. Inundem suas caixas de correio com “junk mail”, catálogos, e todo o tipo de material que promova ofertas e falsas esperanças.”
“Até mesmo em seus momentos de lazer, deixem que sejam excessivos. Que voltem pra casa exaustos,inquietos e desprevenidos pra nova semana. Não os deixe sair à natureza para refletir nas maravilhas de Deus. Ao invés, os influenciem a irem aos parques, eventos esportivos, concertos e filmes. E quando se encontrarem pra um evento espiritual, envolva-os em fofocas e conversas fiada pra que deixem a reunião com suas consciências pertubadas e emoções alteradas. Encham suas vidas com muitas boas causas pra que não tenham tempo de buscar a presença de Deus. Logo estarão labutando em sua própria força, sacrificando sua saúde e familia por uma boa causa.”
Finalizou-se a convenção…
E os anjos das trevas, saíram ansiosos para cumprirem suas tarefas, causando os Filhos de Deus em todos os lugares a ficarem ocupados, sempre atarefados e apressados correndo aqui, correndo ali, sem terem tempo de parar pra ouvir a Voz preciosa do PAI e com Ele terem comunhão.
(Autor Desconhecido)
Publicado em Escrituras Sagradas, Oração

Como Desenvolver Uma vida de Oração Eficaz (4)

CONVERSA COM DEUS: ORAR-LENDO A PALAVRA Profeta

A maneira mais substancial em que podemos fortalecer nossa vida de oração é alimentando-nos da Palavra de Deus. Isto inclui a prática de conversação ativa com Deus, quando lemos a Sua Palavra. As Escrituras nos concede o “material de conversação” para a nossa vida de oração e torna-a mais agradável.

 Não se aparte da tua boca o livro desta lei, antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.”  (Josué 1:8)

O estudo da Bíblia deve nos levar a um diálogo com Deus. Jesus repreendeu os fariseus por examinarem as Escrituras sem usá-las para desenvolver um relacionamento real com Deus.

“Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna; e são elas que dão testemunho de mim;  mas não quereis vir a mim para terdes vida!”   (Jo. 5:39,40)

Esse “vir a mim” aqui nos fala de relacionamento, diálogo.

Duas grandes categorias de verdades relacionados ao ler orando a Palavra (meditação nas Escrituras) são: escrituras que se concentram em promessas “para crer e escrituras que nos exortam a obedecer.”

Temos promessas na Palavra nas quais precisamos crer. Quando dialogamos com Deus ativamente, oramos essas promessas que nos levam a crer.

Em primeiro lugar, agradecemos a Deus por uma verdade particular. Tornamos essa verdade em declarações de gratidão ou de confiança. Por exemplo, podemos orar: “obrigado por que Tu me amas, perdoas, orienta e provês tudo o que preciso.”

Segundo, pedimos a Deus que nos revele verdades específicas (cf. Efésios 1:17). Por exemplo, oramos: “Pai, mostra me mais do Teu amor, perdão, direção e provisão para minha vida.”

Nesse diálogo ativo com Deus,  oramos verdades que nos exortam a“obedecer” à Sua Palavra.

Em primeiro lugar, nós nos comprometemos a obedecer a Deus na forma específica estabelecida numa passagem que lemos.  Fazemos declarações de nossa vontade de obedecer, dizendo, “em meu coração me proponho a obedecer no meu falar, no uso do tempo e do dinheiro.

Em segundo lugar, pedimos a Deus para nos capacitar a obedecer a uma verdade específica. Pedimos a Deus que nos ajude  concedendo-nos sabedoria, motivação e poder para obedece-lo em áreas específicas. Por exemplo, você pode orar: Pai, ajuda-me a amar-te, a refrear o meu falar, e também usar meu tempo e recursos em obediência completa a Ti.

Porque temos um Pai amoroso podemos orar confiando que nossas orações serão atendidas.

“Bendito seja Deus, que não me rejeita a oração, nem aparta de mim a sua graça.”        (Salmos 66:20)