Adoniram Judson

imagesCom 23 anos de idade Adoniram Judson se candidata para se tornar o primeiro
missionário dos Estados Unidos para Birmânia (atual Miamar).

Com apenas 12 dias de casado ele viaja para o campo missionário para dedicar o resto de sua vida ao alcance de almas para o Reino. Em suas palavras “sofrendo, mas sempre regozijando”. No entanto, antes disso Deus precisava dar uma virada
radical na vida desse jovem e Deus fez isso de uma maneira que o deixou
impactado.

Adoniram afirmou mais tarde que nunca se esquecera da providência
de Deus em sua conversão. Filho de pastor e um menino brilhante, aprendeu a ler em uma semana com sua mãe. Sempre foi um destaque em seus estudos,
graduando como um dos melhores alunos. Na Universidade tinha um amigo muito próximo que desviou Adoniram dos caminhos do Senhor. O nome desse amigo era Jacob Eames. Em uma viagem para visitar seu tio, Adoniram hospedou em um pequeno vilarejo que nunca havia visitado. Adoniram não conseguiu dormir
bem, pois no quarto próximo ao seu um homem agonizava pela vida. Incomodado com aquele barulho e percebendo o sofrimento daquela pessoa, Adoniram começou a avaliar sua fé e vida com Deus. Na manhã seguinte ele perguntou sobre a saúde daquele homem. A resposta que recebeu era que o homem havia falecido. Adoniram pergunta pelo nome daquele homem e para sua surpresa era seu grande amigo Jacob Eames. Adoniram ficou por mais de 3 horas pensando
sobre a morte e eternidade. A imagem do seu amigo que morreu sem crer em
Deus o incomodava. A conversão dele não foi imediata, mas ali começou o
processo de mudança na vida daquele jovem, que veio a resultar no primeiro
missionário dos Estados Unidos servindo na Birmânia.

Adoniram traduziu a Bíblia para o povo Birmanês. A frase repetida sempre em suas mensagens ecoa ainda em alto som aos nossos ouvidos: “Eu não deixarei a Birmânia até que a
mensagem da cruz seja plantada aqui para sempre”.  A vida dele continua causando impacto, pelo seu despreeendimento e bravura.

( ) O Segredo da Oração…

Hoje, estou abrindo um parenteses aqui e incluindo alguns pensamentos preciosos do Pr. Leonard Ravenhill sobre a oração.

Na proxima semana continuarei o assunto que iniciei semana passada, ou seja, como desenvolver uma vida de oração eficaz.

P1050159
Segredo da oração

 

 

 

“Tu, porém quando orares, entra no teu quarto e, fechada a porta, orarás ao teu Pai, que está em secreto…” (Mt. 6:6)

O Segredo da oração é orar em secreto. Quem se entrega ao pecado para de orar. Mas aquele que ora para de pecar. O fato é que somos pobres mas não humildes de espírito.

A oração é profundamente simples, e ao mesmo tempo profunda. “É uma forma de expressão tão simples que até uma criancinha pode exercitá-la.” Mas é igualmente tão sublime que ultrapassa os recursos da linguagem humana, e esgota seu vocabulário. Lançar diante de Deus uma torrente de palavras não irá necessariamente imprensioná-lo ou comovê-lo. Uma das mais significantivas orações do Velho Testamento foi feita por uma pessoa que não pronunciou palavras: “Seus lábios se moviam, porém não se lhe ouvia voz nenhuma.” (1 Sm.1:13) De fato ela não tinha grandes dons de oratória.

A oração é para o crente o que o capital é para um homem de negócios.

Não se pode negar que a maior preocupaçãp da igreja de hoje são as finanças. E, no entanto, esse problema que tanto inquieta as igrejas modernas era o que menos pertubava a do Novo Testamento. Hoje damos mais ênfase à contribuição; eles a davam à oração.

Em nosso dias são poucos os que estão dispostos a ssumir a responsabilidade de orar inspirados pelo Espírito, e para esse tipo de oração não há substitutos. Temos que orar, senão pereceremos!

Leonard Ravenhill  (1907-1994)

Tenha um fim de semana repleto de bençãos!!!

Como Desenvolver Uma Vida de Oração Eficaz (1)

Prayer

Wow!!!! :-))  Estou aprendendo coisas novas sobre oração nestes dias e resolvi compartilhar com voces um pouco do que tenho aprendido sobre esse tema tão importante.

A maior parte do que voces lerão se desenvolveu a partir  de pregações do Pr. Mike Bickle, que é o fundador da Casa Internacional de Oração (IHOP) em Kansas City-MO/EUA.

Espero assim contribuir um pouquinho com o seu crescimento espiritual. Então vamos lá…

xxxxxxxxxxxx

O que é oração?   É simplesmente conversar com Deus. É ao mesmo tempo um grande privilégio, uma luta feroz, e um poderoso milagre do Espírito, o qual nos ajuda em nossa fraqueza em oração.

A oração tem diferentes expressões, tais como: a oração devocional (que inclui oração,  leitura da Palavra e comunhão com o Espírito para crescer na intimidade com Deus);  a intercessão por reavivamento e justiça, proporcionando cobertura de oração para os indivíduos, e oração pelos enfermos. Ao usar estas diferentes formas de oração, podemos encontrar Deus, fazer as obras do reino, e transformar o mundo.

Uma vida de oração consistente é essencial – só através de um estilo de vida de oração podemos receber a plenitude do que Deus tem preparado para nós.

A oração é tão necessária porque faz com que o nosso espírito seja fortalecido, libera a bênção de Deus sobre as nossas circunstâncias, e resulta em mudança na Igreja, nas nações e na sociedade. A oração muda a atmosfera espiritual de uma cidade, impactando o movimento de anjos e demônios (Daniel 10:12-21).

O objetivo da oração não deve ser apenas resultados ou meramente algo partindo de um dever religioso.  Pelo contrário, oração é  lugar de encontro com Deus, onde o nosso espírito é fortalecido e crescemos no nosso amor por Ele.

É através da oração que permanecemos em Cristo:

“Eu sou a videira; vós sois as varas. Quem permanece em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.”  (Jo.15:5)

A oração que leva à intimidade com Deus protege o nosso espírito de burnout na medida que ministramos às pessoas ao longo dos anos. Nossa conexão com Jesus é a tábua de salvação que nos permite sustentar  nosso ministério de ganhar os perdidos, curar os doentes, e fazer obras de justiça e compaixão por décadas.

A maioria de nós algum dia já fez essa pergunta, “por que Deus quer que oremos?”, não é mesmo??  Bem, Ele quer que nos conectemos com seu coração numa parceria de amor e amizade. Portanto, pedir a Deus por tudo o que precisamos é um princípio fundamental do reino. Devemos pedir especificamente, e não apenas pensar sobre a nossa necessidade cheios de frustração e desespero.

“Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graças; (Fp. 4:6)

Voces não têm, porque não pedem.” (Tiago 4:2)

Há bênçãos que Deus escolheu para nos dar, mas que Ele detém até que Lhe pedimos. Essa é uma forma d’Ele proteger seu relacionamento conosco.

 “Contudo, o Senhor espera o momento
    de ser bondoso com vocês;
ele ainda se levantará
    para mostrar-lhes compaixão.
Pois o Senhor é Deus de justiça.
Como são felizes todos
os que nele esperam!”  (Is. 30:18,19)
 
Semana que vem tem mais…abraços!!

A Festa do PURIM

Purim

Hoje (17 de março) os judeus de Jerusalém celebraram o Purim.

Na maior parte do mundo judaico, Purim é comemorado no dia 14 de Adar (16 de Março deste ano). Em Jerusalém, Jaffa e outras “cidades muradas”, como na antiga Susa (em hebraico: Shushan, ver Ester 9:18-19), ele é sempre comemorado no dia seguinte.

Os bastidores dessa interessante  festa chamada Purim encontramos no livro de Ester. O foco central é o povo judeu e sua notável libertação na Pérsia em 483 aC a partir de um plano para exterminá-los.

Purim é uma ocasião de alegria. Faz parte da comemoração a leitura do pergaminho (livro) de Ester, a distribuição de comida e dinheiro aos pobres, bem como uma refeição festiva.

 

Purim2

O Espírito e a noiva dizem: Vem!

Fiz essa foto em junho do ano passado, quando participamos da marcha pra Jesus em Estrasburgo, França.

A marcha terminou com um tempo de adoração bem do lado da catedral da cidade. Quando estávamos adorando, de repente, saiu de dentro da igreja um casal de noivos…foi algo muito lindo. E não sei exatamente porque, sempre quando vejo essa foto me lembro desta palavra que está no último capítulo da Bíblia:

“O Espírito e a noiva dizem: Vem! Aquele que ouvir, diga: Vem! Aquele que tiver sede venha, e quem quiser receba de graça a água da vida.”

Texto Bíblico: Apocalipse 22:17

P1060110

 

O Legado dos irmãos Morávios (3)

1922184_284363855047204_1808657316_nCom o crescimento da comunidade, começaram a surgir os problemas.  Nos primeiros cinco anos de sua existência, a comunidade de Herrnhut teve apenas alguns sinais de poder espiritual, um lugar improvável para um avivamento.

Todavia, no dia 13 de agosto de 1727, aconteceu algo que mudou o curso da história de Herrnhut. Nos dias anteriores à reunião, onde celebrariam a ceia, Zinzendorf procurou cada família já que havia muitos conflitos e contendas no meio da comunidade que era composta de pessoas vindas de diferentes grupos.

Rumo a um culto de ceia, em agosto de 1727, a princípio os corações estavam duros… mas alguém procurou se reconciliar com o outro. E isto resultou numa reação em cadeia. Uma reconciliação seguiu após outra. A Ceia do Senhor só pode começar uma hora mais tarde, porque houve muito choro na igreja.

O Espírito de Jesus se manifestou no meio dos irmãos morávios, começando algo que somente Ele podia fazer.

O Anticristo – Poderia Acontecer Novamente?

imagesCA20XL70(Por – Asher Intrater)
O substantivo composto “anti-Christos” no grego é o termo usado no Novo Testamento para alguém que é o “adversário” de Cristo (Messias), ou alguém que “assume o seu lugar”. No Novo Testamento, em hebraico moderno, os tradutores escolheram a palavra tsorer, baseado na passagem em Ester 3.10 na qual Hamã é descrito como um “inimigo” ou “perturbador” dos judeus. Tsorer também possui a mesma raiz de “tribulação”, descrevendo as tribulações do fim dos tempos (Jr 30.7; Dn 12.1). Hamã é uma figura do Anticristo, que também causará problemas terríveis para os judeus na época da Grande Tribulação (Mt 24.21; Ap 7.14).

Mordecai recusou-se a ajoelhar diante de Hamã. Hamã ficou furioso. Quando percebeu que Mordecai era um judeu, ele quis não apenas matá-lo, mas também exterminar todo o seu povo. Esse é um papel central da figura do anticristo – em síntese, matar todos os judeus! Ester 3.6: “procurou Hamã destruir todos os judeus”. Esse aspecto de genocídio é semelhante às intenções de Faraó, Herodes e Hitler. Será uma marca de identificação clara daquele que será o Anticristo do
fim dos tempos.

“Poderia acontecer novamente?” Certamente que sim. Se aconteceu na antiga Pérsia
(o Irã de hoje), poderia acontecer hoje também. Alguns anos atrás, eu estava na
Jordânia para uma conferência de cristãos árabes e judeus messiânicos. Um dos
pastores árabes me disse: “Você sabia que podemos ser mortos por termos vindo a
esta conferência?”. Eu respondi: “É porque vocês são cristãos num país
muçulmano?” Ele disse: “Não, podemos ser mortos por estarmos falando com você,
porque você é um judeu.”

O plano de Hamã era para que “… destruíssem, matassem e aniquilassem de
vez a todos os judeus” (Ester 3.13).
Isso nos dá uma profunda
compreensão a respeito das palavras de Yeshua de que Satanás vem “para
roubar, matar e destruir” (João 10.10).
Esse ataque não é apenas
espiritual nas mentes dos homens, mas também historicamente em tentativas de
genocídio do povo judeu.

Quando as nações do mundo se unirem para tentar
destruir Israel, a comunidade cristã internacional terá que decidir de que lado vai ficar. Vamos todos assumir uma posição como os Mordecai e Ester dos dias de
hoje para interceder contra os planos de Satanás e do Anticristo de destruir  Israel, o povo judeu e os cristãos.