NATAL: QUEM TEM O FILHO TEM TUDO…

Dizem que o rico inglês, barão Fitzgerald,  tinha apenas um filho. No início da adolescência do menino, sua mãe morreu. Tragicamente, no final da adolescência, o menino também veio a falecer. Nesse meio tempo, o patrimônio de Fitzgerald aumentou muito com a aquisição de obras de arte dos maiores mestres da Europa. Antes de sua morte, Fitzgerald deixou instruções explícitas para que se fizesse um leilão no qual toda a sua coleção de obras de arte fosse vendida. Uma grande multidão de potenciais compradores se reuniu. Entre eles estavam muitos curadores de museus conhecidos e colecionadores particulares ansiosos para darem seus lances. As obras de arte foram exibidas para o público antes do início do leilão. Entre as pinturas estava uma que recebeu pouca atenção. Ela era de baixa qualidade e havia sido pintada por artista local desconhecido. Acontece que se tratava de um retrato do único filho de Fitzgerald. Quando o leilão começou, o leiloeiro leu o testamento de Fitzgerald, que instruía claramente que a primeira pintura a ser vendida deveria ser a do “meu amado filho”. Por causa da má qualidade, a pintura não recebeu nenhum lance – exceto um. A pessoa que deu o lance era o antigo empregado que havia ajudado a criar o menino e que o havia amado ternamente. Por menos de uma libra, ele comprou a pintura. A essa altura, o leiloeiro interrompeu o leilão e pediu ao advogado que lesse o testamento novamente. A multidão se alvoroçou enquanto ele lia. “Aquele que comprar esta pintura de meu filho, ficará com toda a minha coleção de arte – o leilão está encerrado!”

Cristo: Sem Ele você não tem nada, mas com Ele, você tem o melhor de dois mundos: este, e aquele que está por vir.

Quem tem o filho tem tudo. Feliz Natal com Cristo!