O Contraste entre os lábios dos justos e a boca dos perversos

Estudando o livro de Provérbios encontrei quase 100 versos que falam do quão  importante são os lábios dos justos, que liberam vida em contraste com a boca dos perversos que contém maldade, violência e morte

Entre todos os versos selecionei 30 pra compartilhar aqui:

Provérbios 10

(v. 11) “A boca do justo é manancial de vida, porém a boca dos ímpios esconde a violência”.

 (v.13) “Nos lábios do entendido se acha a sabedoria; mas a vara é para as costas do que é falto de entendimento”.

(14) Os sábios entesouram o conhecimento; porém a boca do insensato é uma destruição iminente”.

(19) Na multidão de palavras não falta transgressão; mas o que refreia os seus lábios é prudente.

(20) A língua do justo é prata escolhida; o coração dos ímpios é de pouco valor.

21 Os lábios do justo apascentam a muitos; mas os insensatos, por falta de entendimento, morrem.

Provérbios 12

(v. 6) As palavras dos ímpios são emboscadas mortais, mas quando os justos falam há livramento.

(18) Alguém há cuja tagarelice é como pontas de espada, mas a língua dos sábios é medicina.

(19) O lábio veraz permanece para sempre; mas a língua mentirosa dura só um momento.

(22) Os lábios mentirosos são abomináveis ao Senhor; mas os que praticam a verdade são o seu deleite.

Provérbios 13

(v.3) O que guarda a sua boca preserva a sua vida; mas o que muito abre os seus lábios traz sobre si a ruína.

Provérbios 15

(v. 2) A língua dos sábios destila o conhecimento; porém a boca dos tolos/insensatos  derrama a estultícia.

(4) Uma língua suave é árvore de vida; mas a língua perversa quebranta o espírito. 

(26) Os desígnios dos maus são abominação para o Senhor; mas as palavras dos limpos lhe são aprazíveis. /RA: …mas as palavras bondosas lhe são aprazíveis.

Provérbios 16

 (24) Palavras agradáveis são como favos de mel, doces para a alma e saúde para o corpo.

(28) O coração do justo medita no que há de responder; mas a boca dos ímpios/perversos derrama coisas más.

(27) O homem depravado cava o mal; e nos seus lábios há como que um fogo ardente.

Provérbios 17

 (v.4) O malfazejo atenta para o lábio iníquo; o mentiroso inclina os ouvidos para a língua maligna.

(20) O perverso de coração nunca achará o bem; e o que tem a língua dobre virá a cair no mal.

Provérbios 18

 (v. 7) A boca do tolo é a sua própria destruição, e os seus lábios um laço para a sua alma.

(13) Responder antes de ouvir, é estultícia e vergonha.

 (21)  A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto.

Melhor é o pobre que anda na sua integridade, do que aquele que é perverso de lábios e tolo.

Proverbios 19

(v. 1) Melhor é o pobre que anda na sua integridade, do que aquele que é perverso de lábios e tolo.

(5,9) A testemunha falsa não ficará impune; e o que profere mentiras não escapará.

Provérbios 20

(19) O que anda mexericando revela segredos; pelo que não te metas com quem muito abre os seus lábios.

Prov. 26

(v. 9) Como o espinho que entra na mão do ébrio, assim é o provérbio na mão dos tolos.

Prov. 29

(v. 20) Vês um homem precipitado nas suas palavras? Maior esperança há para o tolo do que para ele.